Drone português sobrevoou as Lezírias comandado apenas pelo cérebro

Denis Loctier, @loctier/Twitter

Nuno Loureiro, o piloto da Tekever que controla drones com o cérebro usando uma touca de eléctrodos na cabeça

Nuno Loureiro controla drones com o cérebro usando uma touca de eléctrodos na cabeça

Comandar um avião apenas com o cérebro pode ser realidade em poucos anos e a empresa tecnológica portuguesa Tekever, em colaboração com a Fundação Champalimaud, provou-o hoje, fazendo mover um drone só através da vontade de um operador.

As experiências envolvendo as duas entidades já começaram há alguns anos, mas agora os especialistas saíram de um ambiente de laboratório para, num aeródromo das Lezírias, nos arredores de Lisboa, fazerem o que tinham prometido: um operador com um capacete de eléctrodos, ligado a um descodificador que se liga a um computador, deu ordens a um avião não tripulado, que sobrevoava a zona da lezíria junto de Vila Franca de Xira.

O ambiente nem era dos mais sofisticados. Seis computadores, três monitores, vários técnicos e depois Nuno Loureiro, uma touca de onde saiam fios que se ligavam a uma caixa, que depois se ligava a um computador. E um drone posto no ar, e o jovem engenheiro físico com ar tranquilo, fazendo o avião deslocar-se conforme a sua vontade.

O projecto, chamado Brainflight, parece também assim simples. Os sinais neuronais do cérebro são medidos por um eletroencefalograma que os transmite para um computador que por sua vez os traduz em estímulos – no caso, ordens ao drone.

Toda a técnica parte do princípio de que o cérebro tem uma grande capacidade para aprender regras complexas e adaptar-se a novas situações.

Rui Costa, neurocientista do Laboratório de Neurobiologia da Acção da Fundação Champalimaud e um das caras do projecto simplifica assim a ideia: “não temos desde pequenos movimentos habilidosos, aprendemos a controlar os movimentos pouco a pouco. Aqui utilizamos o mesmo princípio”.

Segundo o cientista, em duas semanas já se atinge um controlo de 80%, ou seja o cérebro aprende a desenvolver os estímulos certos para fazer elevar ou baixar uma bola num computador.

“O que estamos a fazer é gravar sinais neurais, do cérebro, e utilizar esses sinais para controlar por exemplo um rato do computador. Nas primeiras sessões não há muito controlo porque os sinais neurais movem o cursor de forma mais ou menos aleatória, mas muito rapidamente, com uma sessão ou duas, a pessoa aprende que a actividade cerebral está a controlar aquilo e aprende a coordenar a actividade do cérebro para levar o cursor para as posições que quer”, explica Rui Costa.

A técnica, acrescenta aos jornalistas, pode no futuro ser utilizada com pessoas que não se podem mexer e que com ordens cerebrais poderão ligar um computador, a luz ou a televisão ou comandar uma cadeira de rodas.

Rui Costa acredita que no futuro vão existir sistemas híbridos, controlados pelo cérebro e por sensores, que facilitarão a vida às pessoas. E acredita que dentro de duas ou três décadas um cérebro treinado poderá pilotar aviões de carga, esse na verdade um dos objectivos e uma das apostas da União Europeia, que está a financiar a investigação.

Nada de novo, sorri Rui Costa, porque o cérebro já controla tudo, o braço que liga o carro, o braço que vira o volante. “Se não pudermos usar o braço não conseguiremos usar o que o cérebro já faz?”.

Ricardo Mendes, administrador do grupo Tekever, acredita que sim.

“Correu bem, apesar do vento”, disse o responsável, frisando que o processo está em fase inicial de voos reais e que a capacidade de controlo de Nuno Loureiro, aluno de doutoramento da Fundação, também irá aumentando.

Nuno diz que sim mas também diz que “não é fácil de explicar”. Prefere dar o exemplo do automóvel, em que todos os movimentos são pensados quando se começa a conduzir mas que depois com o treino se tornam como que automáticos.

Nuno fala de uma mudança, de o cérebro se “estar a adaptar” a uma realidade nova a que está exposto. E apesar da muita investigação a fazer acredita que no futuro poderá controlar um avião a sério, só porque o deseja.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Mais nove mortes e 328 casos confirmados em Portugal

Portugal regista hoje mais nove óbitos por covid-19, em relação a sábado, e mais 328 casos de infeção confirmados, dos quais 254 na região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo os dados da Direção-Geral …

Cientistas criam miniatura de ondas de choque de supernovas (e quase desvendam um mistério)

Esta versão em miniatura das ondas de choque das supernovas pode ter ajudado os cientistas a chegar muito perto da resolução de um antigo mistério cósmico. Uma equipa de investigadores do Departamento de Energia do Centro …

Na Indonésia, são os recém-licenciados quem mais vai sofrer com o impacto económico da covid-19

A covid-19 continua a desacelerar a economia na Indonésia e pode causar graves impactos nos recém-licenciados que entram no mercado de trabalho pela primeira vez. Na Indonésia, o crescimento económico diminuiu para 2,97% durante o primeiro …

Mudanças climáticas ameaçam 60% das espécies de peixes do mundo

Uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Instituto Alfred Wegener, na Alemanha, sugere que as mudanças climáticas podem destruir mais espécies de peixes do que se pensavam anteriormente. Se as temperaturas globais subirem …

Engenheiros desenvolvem célula de combustível duas vezes mais eficiente do que a de hidrogénio

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, desenvolveu um novo processo para uma célula de combustível que funciona com o dobro da tensão das células a combustível tradicionais de hidrogénio. O novo …

Preços das bebidas concertados durante anos. Seis supermercados sob suspeita de cartel

Seis grupos de distribuição alimentar e dois fornecedores de sumos, vinhos e outras bebidas, foram acusados pela Autoridade da Concorrência de concertarem preços durante vários anos em prejuízo do consumidor. "Após investigação, a Autoridade da Concorrência, …

Sindicato denuncia mobilização forçada de médicos para tratar surto de Reguengos de Monsaraz

O Sindicado dos Médicos da Zona Sul (SMZS) denunciou hoje o que diz ser uma “mobilização forçada de médicos” pela Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo para o combate ao surto de covid-19 de …

Novo comboio-bala entra ao serviço na linha Tóquio-Osaka

O mais novo modelo de comboio-bala do Japão - o N700S - entrou ao serviço no dia 1 de julho, numa jornada inaugural de Tóquio a Osaka. A série N700S (sendo que o "S" significa "Supreme") …

Kanye West anuncia candidatura à Presidência dos EUA

O músico norte-americano Kanye West anunciou este sábado, Dia da Independência dos Estados Unidos, a sua candidatura à Casa Branca, depois de ter apoiado anteriormente o atual Presidente e candidato à reeleição, Donald Trump. "Agora devemos …

Vídeo revela, pela primeira vez, como é que o cérebro se livra dos neurónios mortos

Uma equipa de cientistas conseguiu usar, pela primeira vez, uma técnica que "mata" uma célula cerebral isolada e permite observar o processo de limpeza do sistema nervoso em tempo real. A equipa de investigadores conseguiu registar …