Maioria dos europeus ainda pensa que as mulheres não têm perfil para serem cientistas

Dois terços dos europeus ainda acham que as mulheres não têm as habilidades necessárias para chegarem a cargos científicos de alto nível, e 89% pensa mesmo que as mulheres não têm jeito para a Ciência. 

Um inquérito a cinco mil pessoas acerca das suas perceções sobre os cientistas lança algumas luzes sobre as razões pelas quais vemos tão poucas mulheres na Ciência.

Para começar, o fator notoriedade: as pessoas conhecem poucas investigadoras famosas. Ao terem que citar nomes de cientistas, 71% dos inquiridos referiu homens, e apenas 33% lembrou-se de personalidades femininas. Em França, Marie Curie foi a única mulher mencionada de forma espontânea.

Quando perguntados sobre quais as áreas para as quais as mulheres têm mais aptidões, 89% respondeu “qualquer coisa menos Ciência”, apontando as ciências sociais, a comunicação e as línguas como disciplinas mais adequadas.

Enquanto apenas 10% dos europeus acreditam que as mulheres têm perfil para a Ciência, 67% defende que as mulheres não têm capacidades para atingir cargos científicos de topo. Uma série de alegadas limitações foram apontadas como possíveis razões, nomeadamente a suposta falta de perseverança, de pensamento racional, de praticalidade, de rigor, de espírito científico e de uma mente analítica.

Mudar os números

E o que impede as mulheres de chegar a cargos de topo? Tanto homens como mulheres responderam que os fatores culturais eram importantes. Contudo, 45% das mulheres acreditam que são os homens que bloqueiam a progressão da carreira das mulheres, e 44% (comparado a 37% dos homens) considera existir um problema nos incentivos dados ao sexo feminino por parte dos empregadores.

Por outro lado, apesar desta visão pejorativa, os inquiridos acreditavam haver mais investigadoras do que realmente há: a estimativa média foi de que 28% dos altos cargos académicos na União Europeia fossem ocupados por mulheres, quando na realidade apenas 11% das posições de topo são ocupadas por mulheres. Aliás, a nível mundial, apenas 30% dos investigadores são do sexo feminino.

O Guardian relaciona estes números a fenómenos sociais mais profundos, como o facto de pais e professores não incentivarem as raparigas a estudar disciplinas do campo das Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática – conhecidas como STEM, da sigla em inglês -, mesmo sem se aperceberem deste estigma.

L’Oreal recupera estes resultados precisamente no contexto da campanha #ChangeTheNumbers, que tem como protagonista Elizabeth Blackburn, Nobel da Medicina em 2009, e aponta para um objetivo a longo prazo de aumentar o pequeno número de mulheres no clube de vencedores do Nobel científicos – que atualmente compõe apenas 3% do total de galardoados -, o que pode ser atingido apenas se mais raparigas enveredarem por carreiras científicas.

“Eu mesma tive que ultrapassar preconceitos ao longo da minha carreira“, afirmou a investigadora no lançamento da campanha, na semana passada. “Parece-me essencial participar neste movimento para alargar fronteiras de forma mais significativa”.

Aline Flor, ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Inteligência Artificial está a reviver jogos de tabuleiro ancestrais

A Inteligência Artificial consegue descobrir, com um grande grau de precisão, o conjunto de regras de vários jogos de tabuleiro ancestrais. Jogos de tabuleiro com centenas de anos são, por vezes, encontrados em escavações arqueológicas. Sem …

Panteras da Flórida estão a agir como se tivessem sido envenenadas (e os cientistas não sabem porquê)

Algumas panteras da Flórida, nos Estados Unidos, estão a ter um comportamento estranho ao andar, quase como se tivessem sido envenenadas. Os cientistas ainda não conseguiram perceber porquê. De acordo com o Washington Post, pelo menos …

SL Benfica 0-2 FC Porto | "Dragão" astuto arranca triunfo na Luz

O FC Porto foi ao Estádio da Luz vencer o “clássico” por 2-0 e recuperar a desvantagem de três pontos que tinha no campeonato. Com uma estratégia muito bem montada, baseada numa grande pressão sobre o …

Câmaras de Inteligência Artificial podem ser a solução para evitar tiroteios

Câmaras de videovigilância com Inteligência Artificial podem ser a solução para pôr um fim aos tiroteios. Esta tecnologia é capaz de detetar armas de fogo e avisar logo de seguida as autoridades. Com as dificuldades em …

Violência policial é uma das principais causas de morte de jovens negros nos EUA

A violência policial é uma das principais causas de morte entre jovens nos Estados Unidos, com os negros a terem 2,5 vezes mais hipóteses de serem mortos do que os homens brancos. O estudo, publicado este …

A Volocopter apresenta o seu táxi voador mais potente (e já andou no ar)

https://vimeo.com/355573555 Desde 2013 a Volocopter tem vindo a aprimorar o seu projeto de táxi voador. Desta vez, o design é mais redondo, mais simples e mais potente. O Volocopter é uma aeronave 100% elétrica que os criadores …

Israel desenvolve terapia à base de ecstasy para tratar stress pós-traumático

O Ministério da Saúde israelita desenvolveu uma terapia à base de MDMA - o componente ativo da metanfetamina popularmente conhecida como 'ecstasy' - para tratar pessoas que sofrem de stress pós-traumático resistente. Num entrevista sobre a …

Quaresma de saída do Besiktas. "Presidente não me quer na equipa"

Revelação feita pelo jogador, no Instagram: "Acabei de ser informado pelo presidente do clube que ele não quer que eu continue a jogar na equipa. Estou a tentar encontrar solução para o meu futuro". O internacional …

O Dr. House português diz que 90% do que os médicos fazem é "fantochada"

É conhecido como o Dr. House português, numa referência à série televisiva norte-americana, pela forma como faz diagnósticos certeiros. E Vítor Brotas que trabalha no Hospital dos Capuchos, em Lisboa, admite que é "um médico …

Homem morre após ataque de vespas asiáticas. É a segunda morte por picadas de insecto em 2 dias

Um homem de 79 anos de idade morreu nesta sexta-feira em Oliveira do Bairro, Aveiro, após ter sido atacado por vespas asiáticas. Dois dias antes, outro homem de 50 anos faleceu na região da Beira …