Maioria dos europeus ainda pensa que as mulheres não têm perfil para serem cientistas

Dois terços dos europeus ainda acham que as mulheres não têm as habilidades necessárias para chegarem a cargos científicos de alto nível, e 89% pensa mesmo que as mulheres não têm jeito para a Ciência. 

Um inquérito a cinco mil pessoas acerca das suas perceções sobre os cientistas lança algumas luzes sobre as razões pelas quais vemos tão poucas mulheres na Ciência.

Para começar, o fator notoriedade: as pessoas conhecem poucas investigadoras famosas. Ao terem que citar nomes de cientistas, 71% dos inquiridos referiu homens, e apenas 33% lembrou-se de personalidades femininas. Em França, Marie Curie foi a única mulher mencionada de forma espontânea.

Quando perguntados sobre quais as áreas para as quais as mulheres têm mais aptidões, 89% respondeu “qualquer coisa menos Ciência”, apontando as ciências sociais, a comunicação e as línguas como disciplinas mais adequadas.

Enquanto apenas 10% dos europeus acreditam que as mulheres têm perfil para a Ciência, 67% defende que as mulheres não têm capacidades para atingir cargos científicos de topo. Uma série de alegadas limitações foram apontadas como possíveis razões, nomeadamente a suposta falta de perseverança, de pensamento racional, de praticalidade, de rigor, de espírito científico e de uma mente analítica.

Mudar os números

E o que impede as mulheres de chegar a cargos de topo? Tanto homens como mulheres responderam que os fatores culturais eram importantes. Contudo, 45% das mulheres acreditam que são os homens que bloqueiam a progressão da carreira das mulheres, e 44% (comparado a 37% dos homens) considera existir um problema nos incentivos dados ao sexo feminino por parte dos empregadores.

Por outro lado, apesar desta visão pejorativa, os inquiridos acreditavam haver mais investigadoras do que realmente há: a estimativa média foi de que 28% dos altos cargos académicos na União Europeia fossem ocupados por mulheres, quando na realidade apenas 11% das posições de topo são ocupadas por mulheres. Aliás, a nível mundial, apenas 30% dos investigadores são do sexo feminino.

O Guardian relaciona estes números a fenómenos sociais mais profundos, como o facto de pais e professores não incentivarem as raparigas a estudar disciplinas do campo das Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática – conhecidas como STEM, da sigla em inglês -, mesmo sem se aperceberem deste estigma.

L’Oreal recupera estes resultados precisamente no contexto da campanha #ChangeTheNumbers, que tem como protagonista Elizabeth Blackburn, Nobel da Medicina em 2009, e aponta para um objetivo a longo prazo de aumentar o pequeno número de mulheres no clube de vencedores do Nobel científicos – que atualmente compõe apenas 3% do total de galardoados -, o que pode ser atingido apenas se mais raparigas enveredarem por carreiras científicas.

“Eu mesma tive que ultrapassar preconceitos ao longo da minha carreira“, afirmou a investigadora no lançamento da campanha, na semana passada. “Parece-me essencial participar neste movimento para alargar fronteiras de forma mais significativa”.

Aline Flor, ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Santa Maria ganha 40 camas para os cuidados intensivos

A maior unidade hospitalar do país reforçou capacidade dos Cuidados Intensivos para os doentes infetados, passando das atuais 80 camas para cerca de 120. O Hospital Santa Maria, em Lisboa, vai quadruplicar a sua capacidade …

"Isto é criminoso". Estivadores dizem que há risco de portos pararem

"Da forma como estamos a trabalhar nos portos, corremos o risco de todo o contingente ficar parado, porque não há nenhum cuidado em termos de criar equipas rotativas", garantiu o líder sindical. O presidente do Sindicato …

Demitiu-se o diretor do serviço de cirurgia e transplantação do Curry Cabral

Américo Martins demitiu-se esta quarta-feira por ter visto impedida a proposta de reorganização com circuitos independentes no hospital. O diretor do Serviço de Cirurgia Geral e Transplantação do Hospital Curry Cabral, Américo Martins, demitiu-se esta quarta-feira …

Bancos impedidos de cobrar comissões por operações digitais. Acesso a jogos online limitados

Os bancos vão ficar impedidos de cobrar comissões por operações de pagamento através de plataformas digitais dos prestadores de serviços, segundo uma proposta do PEV com alterações do PS aprovada no Parlamento. O projeto de lei …

Pessoas assintomáticas devem usar máscara, diz Centro Europeu de Controlo de Doenças

Num relatório divulgado na quarta-feira, o Centro Europeu de Controlo de Doenças (ECDC) referiu que as máscaras podem reduzir a propagação do novo coronavírus de pessoas assintomáticas, recomendando a sua utilização. De acordo com o Público, …

Portugal ultrapassa as 400 vítimas mortais. Cordão sanitário em Castro Daire equacionado

Portugal regista esta quinta-feira 409 mortos associados à covid-19, mais 29 do que na quarta-feira, e 13.956 infetados (mais 815), segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Trata-se de um aumento de 6% …

"Em segundo plano". OM alerta para falta de resposta para doentes prioritários não covid-19

A Ordem dos Médicos (OM) alertou esta quinta-feira para a falta de resposta aos doentes prioritários não covid-19, que diz estarem a ser relegados para segundo plano, em áreas que “não podem esperar” como a …

Lagarde contraria Draghi. Perdão de dívida às empresas é “impensável”

A presidente do Banco Central Europeu considera "impensável" conceder um perdão de dívida generalizado das dívidas contraídas pelas empresas, ao contrário do que sugeriu o antigo presidente do BCE, Mario Draghi. “Parece-me totalmente impensável. Não é …

No Norte, espera-se duas semanas para fazer testes à covid-19

Na Área Metropolitana do Porto, muitos esperam duas semanas para realizar o teste à covid-19, denunciam vários autarcas. Em causa está a falta de material e equipamentos. Mais de metade dos casos confirmados de covid-19 em …

António Costa adia decisão sobre reabertura das escolas para o fim do mês

O Governo anuncia, esta quinta-feira, a decisão em relação às atividades letivas no terceiro período, depois de ter ouvido durante dois dias especialistas, representantes da comunidade escolar, partidos, sindicatos e os órgãos consultivos do Ministério …