Maioria dos europeus ainda pensa que as mulheres não têm perfil para serem cientistas

Dois terços dos europeus ainda acham que as mulheres não têm as habilidades necessárias para chegarem a cargos científicos de alto nível, e 89% pensa mesmo que as mulheres não têm jeito para a Ciência. 

Um inquérito a cinco mil pessoas acerca das suas perceções sobre os cientistas lança algumas luzes sobre as razões pelas quais vemos tão poucas mulheres na Ciência.

Para começar, o fator notoriedade: as pessoas conhecem poucas investigadoras famosas. Ao terem que citar nomes de cientistas, 71% dos inquiridos referiu homens, e apenas 33% lembrou-se de personalidades femininas. Em França, Marie Curie foi a única mulher mencionada de forma espontânea.

Quando perguntados sobre quais as áreas para as quais as mulheres têm mais aptidões, 89% respondeu “qualquer coisa menos Ciência”, apontando as ciências sociais, a comunicação e as línguas como disciplinas mais adequadas.

Enquanto apenas 10% dos europeus acreditam que as mulheres têm perfil para a Ciência, 67% defende que as mulheres não têm capacidades para atingir cargos científicos de topo. Uma série de alegadas limitações foram apontadas como possíveis razões, nomeadamente a suposta falta de perseverança, de pensamento racional, de praticalidade, de rigor, de espírito científico e de uma mente analítica.

Mudar os números

E o que impede as mulheres de chegar a cargos de topo? Tanto homens como mulheres responderam que os fatores culturais eram importantes. Contudo, 45% das mulheres acreditam que são os homens que bloqueiam a progressão da carreira das mulheres, e 44% (comparado a 37% dos homens) considera existir um problema nos incentivos dados ao sexo feminino por parte dos empregadores.

Por outro lado, apesar desta visão pejorativa, os inquiridos acreditavam haver mais investigadoras do que realmente há: a estimativa média foi de que 28% dos altos cargos académicos na União Europeia fossem ocupados por mulheres, quando na realidade apenas 11% das posições de topo são ocupadas por mulheres. Aliás, a nível mundial, apenas 30% dos investigadores são do sexo feminino.

O Guardian relaciona estes números a fenómenos sociais mais profundos, como o facto de pais e professores não incentivarem as raparigas a estudar disciplinas do campo das Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática – conhecidas como STEM, da sigla em inglês -, mesmo sem se aperceberem deste estigma.

L’Oreal recupera estes resultados precisamente no contexto da campanha #ChangeTheNumbers, que tem como protagonista Elizabeth Blackburn, Nobel da Medicina em 2009, e aponta para um objetivo a longo prazo de aumentar o pequeno número de mulheres no clube de vencedores do Nobel científicos – que atualmente compõe apenas 3% do total de galardoados -, o que pode ser atingido apenas se mais raparigas enveredarem por carreiras científicas.

“Eu mesma tive que ultrapassar preconceitos ao longo da minha carreira“, afirmou a investigadora no lançamento da campanha, na semana passada. “Parece-me essencial participar neste movimento para alargar fronteiras de forma mais significativa”.

Aline Flor, ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Especialistas preveem mais birras e frustrações nas crianças durante o novo confinamento

A falta das brincadeiras e da socialização, aliadas a um aumento da exposição aos ecrãs, podem originar mais birras, desentendimentos e frustrações das crianças e jovens que regressam a casa para um novo confinamento, asseguram …

Musk oferece prémio de 100 milhões por tecnologia para capturar carbono

Elon Musk lançou um novo desafio: O CEO da Tesla e da SpaceX vai oferecer um prémio de 100 milhões de dólares a quem projetar uma tecnologia eficaz de captura de carbono. Elon Musk sabe que, …

PSP multou 406 pessoas (e deteve 16) este fim de semana

A PSP deteve, durante o passado fim de semana, 16 pessoas e multou 406 por incumprimento do dever geral de recolhimento, num total de 621 operações de fiscalização. Dos detidos, “dez foram por desobediência ao …

SpaceX envia recorde de 143 satélites e cinzas humanas num único foguete

A SpaceX enviou no domingo um recorde de 143 satélites num único foguete, como parte do novo programa de carga partilhada entre empresas a um custo mais baixo, entre elas a funerária Celestis, que mandou …

Viagens de residentes caíram 84,8% para fora e 18,5% em Portugal no 3.º trimestre de 2020

As viagens turísticas de residentes em Portugal diminuíram 84,8% com destino ao estrangeiro e 18,5% em território nacional, no terceiro trimestre de 2020, em termos homólogos, divulgou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE). Segundo as …

Santander encerrou 60 balcões em 2020 e prevê fechar mais 30 até março

O Santander encerrou 60 balcões em 2020 e estima fechar mais cerca de 30 este trimestre, numa adaptação ao modelo de negócio que diz obrigatória para sobreviver. A Comissão Executiva do Santander, que assina a carta enviada …

Instituto Pasteur interrompe desenvolvimento de vacina

O Instituto Pasteur anunciou esta segunda-feira ter parado o desenvolvimento do seu principal projeto de vacina contra a covid-19, porque os primeiros ensaios demonstraram ser menos eficaz do que se esperava. Um outro agente francês, o …

Maduro anuncia "gotas milagrosas" 100% eficazes contra a covid-19

Este domingo, o Presidente venezuelano Nicolás Maduro apresentou um suposto medicamento desenvolvido no país que descreveu como "gotas milagrosas", 100% eficazes contra a covid-19. O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, apresentou este domingo umas gotas que …

Associação de Juízes pede urgência na aprovação de lei sobre suspensão de prazos processuais

A Associação Sindical dos Juízes Portugueses (ASJP) pediu esta segunda-feira ao Governo e ao parlamento a "maior urgência" na aprovação da proposta de lei que determina a suspensão dos prazos nos processos judiciais não urgentes. Segundo …

Marisa Matias e João Ferreira ficam sem subvenção pública

As candidaturas de João Ferreira e Marisa Matias não vão receber a subvenção pública para financiar as suas campanhas eleitorais, uma vez que ficaram abaixo dos 5%, a fasquia imposta pela lei para ter acesso …