Há provas que ligam misteriosa doença que paralisa crianças a vírus raro

(dr) microbeworld.org

Casos de paralisia devidos à Mielite Flácida Aguda associados ao enterovírus EV-D68.

Pela primeira vez, foram encontradas provas da associação do Enterovírus D68, um vírus raro até há algum tempo, à Mielite Flácida Aguda, uma doença semelhante à poliomielite que tem afectado centenas de crianças, provocando a paralisia dos membros.

A associação entre o Enterovírus D68 (EV-D68) e a Mielite Flácida Aguda (AFM na sigla em Inglês) não é nova, mas, pela primeira vez, cientistas descobriram sinais da impressão digital do vírus no fluido espinal de pacientes afectados pela doença.

Um estudo publicado em Agosto passado já tinha detectado “sinais escassos” do ácido ribonucleico ou ARN do vírus em amostras do soro e fluído espinal em torno do Sistema Nervoso Central de pacientes diagnosticados com AFM.

Esta pesquisa identificou anti-corpos do vírus em quase 80% dos casos de AFM em comparação com a presença em apenas 30% dos pacientes saudáveis, mas lidou com uma amostra considerada muito pequena, com apenas 14 pacientes afectados pela doença e 5 pessoas saudáveis como medida de controlo.

Uma investigação mais recente, realizada por investigadores da Universidade da Califórnia, em São Francisco, nos EUA, e publicada em Outubro passado na revista científica Nature Medicine, retirou conclusões semelhantes, com a análise de 42 crianças diagnosticadas com AFM.

Estes investigadores compararam amostras dos anticorpos de enterovírus detectados nestas crianças doentes com as de 58 crianças sem o problema.

E se encontraram poucos sinais do vírus propriamente dito, “em mais de dois terços das amostras de pacientes com AFM, foram encontrados anticorpos correspondentes a proteínas pertencentes à família e género do vírus EV-D68″, constata o ScienceAlert que reporta a pesquisa.

“Em comparação, apenas 7% dos controlos apresentaram anticorpos semelhantes nos seus fluídos espinais”, acrescenta a publicação científica.

Testes adicionais confirmaram os resultados e a conclusão aponta que os “anticorpos do vírus eram muito mais propensos a estarem presentes nos sistemas nervosos dos pacientes com a condição paralisante”.

Nenhum destes estudos conseguiu detectar “o vírus em flagrante”, mas ainda assim, são “a prova mais forte” que existe até à data de que “um patogeno relativamente comum está por trás de uma epidemia que há anos confunde as autoridades de saúde”, acrescenta o ScienceAlert.

A AFM foi detectada, pela primeira vez, em 2012, nos EUA, e desde então, o número de casos aumentou.

O EV-D68 estava, habitualmente, associado a problemas respiratórios leves, mas o cenário mudou em 2014, quando se começaram a registar diversos casos de infecções respiratórias graves provocadas pelo vírus.

Um estudo em 2017, já tinha concluído que o EV-D68 pode causar paralisia em ratos, mas só agora se torna concreta a associação entre o vírus e a AFM.

Esta pista é fundamental para perceber melhor a patologia e, especialmente, como é que o vírus outrora raro e inofensivo se tornou tão perigoso.

As estatísticas indicam que menos de uma em 100 crianças infectadas pelo EV-D68 desenvolve os efeitos paralisantes da AFM. Porque é que isso sucede é outro mistério a resolver.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Teerão vai enviar caixa negra do avião abatido para a Ucrânia

O Irão vai enviar para a Ucrânia as gravações da caixa negra do avião ucraniano que abateu acidentalmente, na semana passada, para que sejam sujeitas a análises adicionais. Hassan Rezaeifer, chefe de investigações de acidentes do …

António Folha já não é treinador do Portimonense

O treinador apresentou a demissão do comando técnico do Portimonense, este sábado, depois de perder na deslocação ao lanterna-vermelha Desportivo das Aves, por 3-0. "Antes de me fazerem qualquer pergunta sobre o jogo, queria transmitir que …

Há pombos cowboys em Las Vegas (e voluntários estão a tentar salvá-los)

Por alguma razão, alguém decidiu colar chapéus vermelhos minúsculos de cowboy em pombos de Las Vegas, nos Estados Unidos. Agora, a equipa do Lofty Hopes Pigeon Rescue está a tentar salvá-los. Há uma missão para resgatar …

Youtube encaminha milhões de utilizadores para desinformação climática

Os algoritmos do YouTube estão a encaminhar milhões de utilizadores de vídeos de empresas para a desinformação sobre as alterações climáticas, através de serviços de publicidade online, de acordo com uma investigação da comunidade virtual …

Paulo Gomes é o novo presidente do Vitória de Setúbal

O ex-vice-presidente, líder da lista D, foi eleito presidente do Vitória de Setúbal para o mandato 2020-2023, com um total de 875 votos. Paulo Gomes, de 50 anos, foi o mais votado das cinco listas candidatas, …

O mercado online de leite materno está a crescer (mas pode ser mau para os bebés)

https://vimeo.com/385229063 Para os pais que querem que o seu filho beba leite materno, mas que não conseguem produzi-lo, a possibilidade de o poder comprar na Internet pode parecer uma boa solução. No entanto, este mercado não …

Regina Duarte convidada para suceder a secretário da Cultura demitido

A atriz brasileira confirmou, na sexta-feira, ter sido convidada pelo Presidente do país para liderar a Secretaria da Cultura do Governo, após a exoneração de Roberto Alvim por ter parafraseado um discurso nazi. "É isso, recebi …

Universidade de Harvard quer criar 127 novos estados nos EUA

A Harvard Law Journal, da Universidade de Harvard, publicou um plano ousado - mas, segundo os autores, completamente constitucional - para salvar a democracia: criar 127 novos e minúsculos estados. Atualmente, todos os estados dos Estados …

IL quer reduzir IVA da alimentação infantil e retirar limitação etária nas deduções do IRS

A Iniciativa Liberal apresentou, esta sexta-feira, duas propostas para reduzir o IVA da alimentação para crianças pequenas para 6% e para eliminar a limitação etária na dedução do IRS para famílias que tenham mais do …

Sintra comemora 25 anos como Património da UNESCO com mais de 200 eventos

O município de Sintra assinala os 25 anos da elevação a Património Mundial com a realização de mais de 200 eventos, nomeadamente uma exposição que reúne obras sobre o concelho desde a antiguidade à contemporaneidade. Sintra, …