Especialistas preocupados com propagação da “doença dos cervos zombie” aos humanos

(CC0/PD) Markus B / pexels

Os cervos afectados podem parecer saudáveis. Os sintomas só se manifestam nos estágios finais da doença

Em 24 estados dos EUA e províncias do Canadá foram registados casos de caquexia crónica em cervos, alces e veados, informou o Centro para Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, CDC. Esta doença neurológica mortal é também conhecida como doença de cervos “zombie”.

Os cervos dos Estados Unidos e do Canadá estão a morrer. Uma enfermidade neurológica, a caquexia crónica, transforma cervos, alces e veados numa espécie de zombies. Segundo o The New York Post, o transtorno afeta o cérebro e a medula espinal, provocando perda de peso e coordenação, bem comportamento agressivo dos animais.

Identificada pela primeira vez no fim da década de 1960 num cervo do Colorado, a caquexia crónica está a espalhar-se lentamente para outros locais, e atualmente já foi registada em 251 condados e 24 estados dos Estados Unidos. O CDC revelou que a doença já atingiu o Canadá, a Noruega, Finlândia e Coreia do Sul.

Mesmo que não se conheçam ainda casos desta condição mortal entre seres humanos, alguns especialistas estão a manifestar a preocupação de que possa atingir-nos também. Cientistas da Universidade de Minnesota suspeitam mesmo que a doença pode vir a tornar-se um problema de saúde pública.

Michael Osterholm, especialista desta universidade, sustenta que “é provável que nos próximos anos se documentem casos de seres humanos com caquexia crónica, ligados ao consumo de carne contaminada”. Segundo Osterholm, o número de tais casos poderia ser significativo, para além de eventos isolados.

O especialista comparou a doença com a encefalopatia espongiforme bovina, conhecida também como doença das vacas loucas, realçando que durante algum tempo as pessoas não acreditavam que esta enfermidade pudesse espalhar-se entre os seres humanos.

Os cientistas acreditam que a caquexia crónica se transmite através da presença de proteínas especiais, chamadas priões, nos fluídos corporais, produzidas pela saliva, sangue ou urina, e que podem permanecer no ambiente durante muito tempo.

Segundo The New York Post, estudos anteriores mostraram que primatas não humanos, como os macacos, podem contrair a doença através da alimentação ou pelo contacto com o cérebro ou fluidos corporais de um animal infectado. Não há vacina ou cura para a doença, e os seus sintomas podem aparecer apenas um ano após a contaminação.

ZAP // Sputnik News / NYPost / CDC

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Vaticano destitui ex-cardeal dos Estados Unidos por acusações de abusos sexuais

A Congregação para a Doutrina da Fé expulsou do sacerdócio o ex-cardeal e arcebispo emérito de Washington Theodore McCarrick depois de este ser acusado de abusos sexuais de menores e seminaristas, anunciou o Vaticano. Num comunicado, …

Maré de água suja atingiu a já debilitada Grande Barreira de Coral

Um enorme manto de água poluída oriunda das recentes inundações que se registaram no nordeste da Austrália penetrou em partes da já debilitada Grande Barreira de Coral, o maior recife de coral do mundo. Estas camadas …

É oficial: Pedro Marques é o cabeça-de-lista socialista às europeias

O atual ministro do Planeamento e das Infra-estruturas, Pedro Marques, é o cabeça de lista dos socialistas às eleições europeias. Era uma notícia já avançada por vários órgãos de comunicação social e hoje António Costa confirmou-a. …

Governo espanhol aprova ordem de exumação de Franco

O Governo espanhol aprovou a ordem para exumar o ditador Francisco Franco do seu atual lugar de enterro, o monumento do Vale dos Caídos, medida à qual a família ainda se opõe. Os familiares de Franco …

Sonda da NASA aperta órbita em preparação para a missão Marte 2020

A missão MAVEN (Mars Atmosphere and Volatile Evolution) da agência espacial norte-americana, já com 4 anos, está a embarcar numa nova campanha para apertar a sua órbita em torno de Marte. A operação vai reduzir …

Trump precisa de oito milhões de dólares para o muro e a Casa Branca explica onde os vai buscar

A Casa Branca identificou esta sexta-feira os fundos federais que serão utilizados pela administração de Donald Trump para conseguir financiar a construção do muro na fronteira com o México. O Presidente norte-americano declarou esta sexta-feira estado …

Desativação de bomba da II Guerra Mundial paralisa e evacua Paris

Mais de mil moradores e trabalhadores evacuados, comboios urbanos, nacionais e internacionais cancelados, estradas fechadas, rotas de autocarro desviadas e pelo menos uma estação de metro encerrada em Paris. Também o bairro de porte de La …

Pouco se sabe sobre a morte de Khashoggi. Mas há um homem que diz ter muito para contar

Neste momento, as informações aparecem a conta-gotas. Foi a estratégia usada pelas autoridades turcas, desde o primeiro momento, para gerir a forma como revelaram informações sobre o assassinato de Jamal Khashoggi. Khashoggi morreu dentro do consulado …

Enfermeiros marcam greve nacional para 8 de março

A Associação Sindical Portuguesa dos Enfermeiros (ASPE) vai decretar greve nacional para dia 8 de março, para permitir a participação dos profissionais numa marcha em homenagem à enfermagem que está programada para Lisboa. O anúncio foi …

Octogenário espanhol usava bancos portugueses para lavar dinheiro

Duas agências bancárias situadas no Porto e em Valença do Minho foram usadas por um narcotraficante espanhol para lavar o dinheiro que ganhava com a venda de estupefacientes e ainda no contrabando de tabaco. Uma investigação …