Professores lamentam desconhecer conteúdos da telescola

Os diretores escolares lamentam o facto de os conteúdos programáticos das aulas transmitidas pela televisão para os alunos do Ensino Básico continuarem desconhecidos dos professores.

O 3.º período começa esta terça-feira com ensino à distância para os alunos que, desde 16 de março, deixaram de ter aulas presenciais por decisão do Governo como forma de conter a disseminação do novo coronavírus.

Durante as férias da Páscoa, os professores realizaram reuniões de avaliação para atribuir as notas aos alunos, que chegaram por e-mail ou correio, mas também estiveram a preparar o novo período que contará com o apoio de matérias transmitidas diariamente pela RTP Memória.

“Para os professores poderem organizar melhor as aulas, era importante saber quais os conteúdos programáticos que serão exibidos na televisão” a partir de 20 de abril, sublinhou Filinto Lima, presidente da Associação Nacional de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas (ANDAEP), em declarações à Lusa.

Filinto Lima lembrou que, até ao momento, o Ministério da Educação divulgou apenas a grelha e o calendário das aulas que a RTP Memória vai transmitir para os alunos do 1.º ao 9.º anos.

Os diretores escolares acreditam que a maioria dos docentes vai utilizar esta ferramenta de apoio, que terá maior impacto junto dos cerca de 50 mil alunos que não têm Internet ou equipamentos para poder assistir às aulas à distância.

Filinto Lima saudou também o recente anúncio feito pelo primeiro-ministro de lançar um novo programa digital para os estudantes.

Até lá, famílias e alunos têm contado com o trabalho realizado pelas escolas mas também por outras entidades públicas e privadas, como as empresas de informática que já distribuíram computadores ou tablets.

“Muitas juntas de freguesia também têm feito chegar a casa das famílias os exercícios dados pelos professores em formato papel”, lembrou Filinto Lima.

O representante dos diretores escolares acredita que o 3.º período vai correr melhor do que o final do 2.º período, em que escolas e famílias começaram a tentar adaptar-se à nova realidade imposta pela propagação da covid-19.

Também Manuel Pereira, presidente da Associação Nacional de Dirigentes Escolares (ANDE), acredita que o 3.º período vai correr melhor, lembrando que neste momento os professores estão novamente a entrar em contacto com as famílias e os alunos.

“Esta primeira semana de aulas será essencialmente de planificação do trabalho do 3.º período. Serão precisos alguns dias para acertar agulhas”, contou à Lusa Manuel Pereira, explicando que os docentes terão de definir estratégias e planos de trabalho com os alunos.

Para Manuel Pereira, este novo período de aulas não poderá ter um ritmo de trabalho tão intenso como foram as aulas antes da Páscoa: “Estamos todos a trabalhar em maratona, estamos todos a trabalhar em articulação e com muita tolerância”.

Nestas novas tarefas das escolas está também a missão de encontrar os alunos que não respondem às tentativas de contacto dos professores.

É um processo complicado, mas estamos a trabalhar para que nenhum aluno fique para trás. Temos todos os casos perfeitamente identificados e estamos a tentar encontrar solução para todos. Caso a caso”, garantiu.

O presidente da ANDE reconhece que no final do 2.º período também aconteceram situações de famílias que não foram contactadas pelos seus professores.

“Há um conjunto de alunos que não foi contactado e nestes casos pedimos aos pais que contactem as escolas, que estão abertas e preparadas para tentar perceber o que se passa e resolver os casos. Estamos a tentar fazer o nosso melhor, mas é preciso perceber que estes são problemas que se resolvem caso a caso”, contou Manuel Pereira.

Esta terça-feira recomeçam as aulas dos alunos do 1.º ao 12.º ano de escolaridade, que representam a maioria dos mais de dois milhões de crianças e jovens que estão em casa.

Numa altura de incerteza em relação à data de regresso, o primeiro-ministro, António Costa, deixou apenas uma certeza: “Há uma decisão tomada e definitiva. O ensino básico não terá aulas presenciais até ao final do ano letivo”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Depois da nega de Costa, associações da Cultura foram recebidas por Marcelo

O Presidente da República reuniu-se, esta terça-feira, com representantes das associações e promotores de espetáculos, que expressaram as dificuldades que o setor atravessa, como a obrigatoriedade de testagem para a realização de eventos. "Estivemos em Belém …

Portugal regista três mortes e o maior número de casos desde fevereiro

Portugal registou nas últimas 24 horas três mortes associadas à covid-19, 1.497 novos casos de infeções confirmadas - o maior número desde 24 de fevereiro - e uma diminuição nos internamentos em enfermaria e cuidados …

PAN quer proibir animais de companhia acorrentados e em varandas

O PAN quer proibir os donos de animais de companhia de os acorrentarem permanentemente ou os colocarem em varandas por largos períodos de tempo, através de um projeto de lei entregue hoje na Assembleia da …

IGAI abre processo ao protesto do Movimento Zero. Manifestante fez a saudação fascista

A Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) anunciou, esta terça-feira, que abriu um processo administrativo à manifestação dos elementos das forças de segurança que pertencem ao Movimento Zero, tendo pedido informações à Polícia de Segurança Pública …

Iniciativa Liberal garante que sardinhada de S. João é um “jantar como outro qualquer”

O evento foi divulgado ontem no Facebook mas acabou por ser retirado ao fim da tarde da página do partido para não gerar “más interpretações”. Ao contrário do “Arraial Liberal”, que se realizou em Lisboa, …

Membros do comando saudita que assassinou Khashoggi foram treinados nos EUA

Os quatro membros do comando que matou o jornalista saudita Jamal Khashoggi, em 2018, terão recebido formação paramilitar nos Estados Unidos. O jornal norte-americano The New York Times noticiou, na terça-feira, que quatro membros do comando …

Homem de etnia cigana morre após polícia pressionar joelho no seu pescoço. Caso já é comparado ao de Floyd

O caso ocorreu na República Checa. Um homem de etnia cigana morreu depois de um polícia ter pressionado o joelho sobre o seu pescoço durante vários minutos. A vítima, Stanislav, de 40 anos, viria a …

Relatório dos Sistemas de Saúde arrasa gestão da pandemia

O Relatório de Primavera 2021, do Observatório Português dos Sistemas de Saúde, critica a gestão da pandemia em Portugal, salientando que "não estamos a aprender ainda, com a experiência da pandemia, aquilo que seria necessário …

Líderes independentistas catalães já começaram a sair da prisão

Os nove líderes independentistas catalães que receberam o indulto do Governo espanhol começaram, esta quarta-feira, a sair das prisões onde se encontravam. A ex-presidente do parlamento regional Carme Forcadell foi a primeira a abandonar o estabelecimento …

Afinal, Bruxelas não vai restringir conteúdos britânicos na TV e no streaming

A Comissão Europeia desmentiu o facto de estar a ser preparada uma alteração legislativa para restringir a difusão de conteúdos audiovisuais produzidos no Reino Unido na programação das estações televisivas ou nas plataformas de streaming …