Dióxido de carbono na atmosfera da Terra bateu recorde em março

A concentração de dióxido de carbono (CO2) na atmosfera atingiu um nível recorde em março, mais um sinal evidente do aquecimento global, informou esta quarta-feira a agência norte-americana para os Oceanos e a Atmosfera, NOAA.

Em março, a concentração mundial média mensal do CO2 na atmosfera ultrapassou pela primeira vez o patamar das 400 partes por milhão.

A concentração de CO2 na atmosfera é medida em termos de partes por milhão, isto é, quantas moléculas de CO2 existem por milhão de moléculas de ar seco, ou seja, depois de o vapor de água ter sido removido.

“Isto era uma questão de tempo”, sublinhou o principal cientista encarregado do acompanhamento dos gases com efeito de estufa na NOAA, Pieter Tans.

Especificou que as estações de medida da agência já tinham sinalizado a ultrapassagem das 400 ppm no Ártico, na primavera de 2012, e no Havai, em 2013.

Agora, “atingir o patamar das 400 ppm no conjunto do mundo é significativo”, considerou o cientista.

O aquecimento global, resultantes dos gases com efeito de estufa, vai estar no centro da conferência que a Organização das Nações Unidas está a preparar para Paris, em dezembro.

A reunião deve conduzir a um acordo vinculativo para mais de 190 países na luta contra o aquecimento global do planeta para o limitar a dois graus centígrados em relação à era industrial.

Até à revolução industrial do século XIX e ao recurso massivo às energias fósseis, a taxa de CO2 na atmosfera não terá ultrapassado as 300 ppm durante pelo menos 800 mil anos, segundo os estudos feitos no gelo polar.

“Isto mostra que a combustão do carvão e do petróleo causou um aumento em mais de 120 ppm as concentrações de CO2 desde a era pré-industrial, metade da qual desde 1980”, pormenorizou Pieter Tans.

A Agência Internacional de Energia anunciou em 13 de março que o aumento das emissões mundiais de CO2, provenientes da combustão de energias fósseis, tinha sido interrompido em 2014, quando estabilizou no nível de 2013.

Mas estabilizar a taxa de emissões de gases com efeito de estufa é insuficiente para impedir as alterações climáticas, sublinhou Tans.

Segundo James Butler, um dirigente da NOAA, “seria preciso eliminar cerca de 80% das emissões de CO2 provenientes da combustão de combustíveis fósseis para realmente parar aumento de CO2 na atmosfera”.

Mas, explicou, “as concentrações de dióxido de carbono não vão começar a diminuir antes de reduções mais drásticas do CO2 e, mesmo depois, a diminuição as concentrações vai ser lenta”.

Os dados da NOAA mostram com efeito que a taxa média de aumento das concentrações do CO2 na atmosfera tem sido de 2,25 ppm por ano de 2012 a 2014, ou seja, o nível mais elevado alguma vez registado em três anos consecutivos.

Sinal de que a tendência continua a ser de subida, o observatório da NOAA no Havai, em Mauna Loa, continuou a medir uma taxa superior a 400 ppm em abril.

Este observatório, que data de 1958 e é a mais antiga estação de medida do mundo, registou uma taxa de CO2 de 401,3 ppm, quando em 2013 o limite das 400 ppm só foi superado em dois dias.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Plutão pode esconder um oceano líquido debaixo de uma camada de gás

Uma das características mais marcantes de Plutão é o seu coração, também conhecido como Tombaugh Regio, uma grande região de cor clara de aproximadamente 1.590 quilómetros de diâmetro. O seu lobo esquerdo, o Sputnik Planitia, é …

Selfies estão a destruir muralha romana considerada Património Mundial da UNESCO

Uma parte da antiga Muralha de Adriano, no Reino Unido, está a colapsar por causa dos turistas que procuram o local para tirar selfies. O monumento, que em 1987 foi considerado Património Mundial da UNESCO, inspirou …

Carros vão mudar mais numa década do que aquilo que mudaram num século

Embora a aparência dos carros tenha mudado nos últimos cem anos, a maneira como os conduzimos pouco ou nada mudou. Contudo, acredita-se que na próxima década, além da forma como se movimentam ser diferente, também …

São Francisco lidera ranking das cidades onde se recebe melhor

O American Dream está claramente destacado no ranking das cidades onde se recebe melhor, mas há alguns "intrusos" no meio desta lista. Das dez cidades eleitas, há apenas quatro europeias. Apenas três continentes estão representados no …

Em 30 anos, Amazónia perdeu 953 mil hectares de áreas protegidas

Nos últimos 30 anos, a Amazónia perdeu 953 mil hectares em áreas pertencentes a unidades de conservação e terras indígenas que deveriam estar preservadas. A Amazónia brasileira perdeu 953 mil quilómetros em áreas que foram desflorestadas …

Mulheres e meninas norte-coreanas forçadas a prostituir-se e a casar-se na China

Mulheres e meninas norte-coreanas são coagidas, vendidas ou raptadas na China ou traficadas diretamente da Coreia do Norte, denuncia a Korea Future Initiative. As mulheres são forçadas a casar-se, violadas e sujeitas a outros tipos …

Trump corta financiamento para centros de investigação de saúde infantil

A administração de Trump está a terminar o financiamento para uma rede de centro de investigação focados em ameaças ambientais para crianças, colocando em risco vários estudos de longa data sobre os efeitos dos poluentes …

PJ detém ex-diretor da Santa Casa de Ponte de Sor

Um antigo diretor e contabilista de uma Santa Casa da Misericórdia do distrito de Portalegre foi esta quarta-feira detido pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeitas dos crimes de peculato e participação económica em negócio, foi …

Costa diz que só soube do memorando de Tancos no dia da demissão de Azeredo

O primeiro-ministro, António Costa, diz que só soube do memorando da Polícia Judiciária Militar (PJM) sobre o assalto a Tancos no dia em que o então ministro da Defesa, Azeredo Lopes, apresentou a sua demissão. A …

Jasper Cillessen muito perto da baliza do Benfica

O guarda-redes do Barcelona Jasper Cillessen está muito perto de reforçar a baliza do Benfica, escreve o jornal Record esta quarta-feira. De acordo com o desportivo, o negócio ronda os 20 milhões de euros. O Benfica …