DGS confirma mais 21 casos de varíola dos macacos. Total nacional perto dos 300

São já 297 os casos identificados em Portugal.

A Direção-Geral da Saúde (DGS) anunciou hoje que o número total de casos de varíola-dos-macacos em Portugal é atualmente de 297, face à identificação de 21 novas infeções. Perante este aumento, Portugal passa a ser o quarto país do mundo com mais casos, apenas ultrapassado pelo Reino Unido (574), Espanha (497) e Alemanha (338).

De acordo com os esclarecimentos oficiais, todos os casos detetados em Portugal – em homens com idades compreendidas entre os 19 e os 61 anos – estão a receber acompanhamento clínico. Apesar de ser esta a realidade do contexto português, já há mulheres infetadas noutros países, sendo a tendência portuguesa justificada com a frequência de locais de exposição, como saunas para encontros sexuais ou viagens ao estrangeiro.

Tal como especificam as autoridades de saúde, a varíola dos macacos (também conhecida por monkeypox ou pela sigla VMPX) transmite-se através do contacto próximo ou toque nas lesões cutâneas provocadas pela doença. A transmissão também pode acontecer por via respiratória, mas apenas através de gotículas grandes (tosse ou espirros).

A maioria dos casos identificados em Portugal situa-se em Lisboa e Vale do Tejo.

O jornal Público escreve que esta semana a Organizaçao Mundial da Saúde vai debater se o surto da varíola dos macacos deve ser considerado uma emergência de saúde pública internacional, como resposta ao aumento do número de casos – já registados em quase 40 países.

No que respeita ao caso português, a DGS também confirmou que vai receber 2700 doses de vacinas de terceira geração, fornecidas pela Bavarian Nordic, uma farmacêutica dinamarquesa.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.