Detetados misteriosos sinais de rádio de galáxia a 1.500 milhões de anos-luz

OzGrav, Swinburne University of Technology

Uma equipa de cientistas do Canadá detetou sinais de rádio provenientes de uma galáxia a 1.500 milhões de anos-luz de distância da Terra.

As rajadas rápidas de rádio, impulsos de energia com duração de apenas alguns milissegundos, são um dos fenómenos mais bizarros do Universo. Estas rajadas foram descobertas pela primeira vez em 2007 e a sua origem continua a ser um autêntico mistério para os cientistas.

Os investigadores do Canadian Hydrogen Intensity Mapping Experiment (CHIME) um radiotelescópio do Observatório Astrofísico de Rádio Dominion, na Colúmbia Britânica, Canadá, captaram 13 destes sinais, incluindo um que se repete regularmente. Os sinais detetados são explosões rápidas de rádio (FRBs), que consistem em impulsos rápidos e brilhantes.

Apesar de, ao longo dos anos, terem sido detetadas 60 rajadas rápidas de rádio, esta é apenas a segunda vez na história que é detetado um sinal repetitivo, adianta o Independent. “O repetidor“, como foi batizado, e os outros 12 sinais têm a frequência de rádio mais baixa alguma vez detetada, mas são também os mais brilhantes.

“Até agora, havia apenas um FRB repetido conhecido. Saber que há um outro sugere que pode haver mais por aí. E com mais repetidores e mais fontes disponíveis para estudo, somos capazes de entender esses enigmas cósmicos – de onde vêm e o que os causa”, afirmou Ingrid Stairs, membro do CHIME.

Ainda não há certezas quanto à origem do sinal, o que propicia várias especulações. Desta forma, há teorias que apontam para uma região particularmente turbulenta da galáxia ou uma explosão de estrelas.

Ao The Guardian, o ​​​​​​​professor Avi Loeb, do instituto Harvard-Smithsonian,confessou que está convencido que poderá ser uma transmissão de civilizações alienígenas lançada no espaço e que, para já, não se podem excluir hipóteses. Apesar disso, as causas permanecem desconhecidas.

Os investigadores identificaram 13 explosões no período de três semanas e pelo menos sete apresentavam uma frequência de 400 MHz. No entanto, admite-se que o aparelho tenha deixado passar algumas com uma frequência mais baixa.

“Qualquer que seja a origem destas ondas de rádio, é interessante ver a amplitude de frequência que podem produzir”, afirmou Arun Naidu, investigador da Universidade de McGill.

Os autores do artigo, publicado recentemente na Nature, defendem que a existência de dois sinais repetidos sugere que existirá uma “população substancial” de sinais repetidos, e também ajuda os cientistas a entender o que os diferencia dos sinais únicos, fornecendo mais dados sobre a sua origem.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Covid-19. Perda de olfato e paladar pode durar até cinco meses

A perda dos sentidos do olfato e do paladar pode durar até cinco meses depois da infeção por covid-19, segundo um estudo preliminar dado a conhecer esta terça-feira, sendo os resultados definitivos apresentados em abril, …

Na Florida, duas mulheres disfarçaram-se de idosas para serem vacinadas contra a covid-19

Na Florida, duas mulheres disfarçaram-se de idosas para conseguirem receber a segunda dose da vacina contra a covid-19, mas foram "apanhadas". De acordo com a CBS News, duas mulheres foram "apanhadas" a tentar obter as segundas …

O Rei Leão. Teoria que nasceu no TikTok sugere que Mufasa foi vítima de canibalismo

Christian Jones, um fã do filme de animação O Rei Leão, partilhou no TikTok uma teoria intrigante sobre a história da Disney. No filme O Rei Leão, o leão patriarca Mufasa é assassinado e substituído pelo seu …

Gérard Depardieu indiciado por violação e agressão sexual

Gérard Depardieu foi acusado de "violação" e "agressão sexual" de uma jovem atriz e bailarina em Paris, atos que terão ocorrido nos dias 7 e 13 de agosto de 2018. O ator francês Gérard Depardieu foi …

Uma experiência artística imersiva. Abriu em Las Vegas um supermercado psicadélico

A mercearia mais excecional dos Estados Unidos já abriu. O Omega Mart baseia-se numa experiência artística imersiva, criada pela empresa de artes e entretenimento Meow Wolf, e está agora oficialmente aberto no complexo de artes …

A imensa erupção do Etna surpreendeu até quem estuda vulcões

Há mais de uma semana que o vulcão Etna tem vindo a expelir lava, cinzas e rochas vulcânicas. Aquele que é considerado o vulcão mais ativo da Europa foi o protagonista dos últimos dias na …

Fotógrafo descobre raro pinguim amarelo na Geórgia do Sul

O pinguim amarelo foi fotografado na Geórgia do Sul, em dezembro de 2019, e as fotografias do animal estão agora a correr o mundo. Especialistas estão divididos sobre a causa desta condição rara. Este raro pinguim …

Portugal em destaque na Reuters. "Enfermeiros querem salários, não aplausos"

"Exaustos na luta contra a covid-19, enfermeiros portugueses querem salário, não aplausos." Este é o título da peça da Reuters, publicada esta quarta-feira. Correspondentes da agência Reuters traçaram o cenário vivido atualmente pelos enfermeiros portugueses, que …

Chegou o Mate X2. O novo dobrável da Huawei muda a forma de guardar o ecrã

O novo smartphone da Huawei é dobrável. Porém, o X2 conta com mudanças na forma de dobrar e está equipado com uma nova dobradiça com design multidimensional. O equipamento vai chegar ao mercado chinês a …

"Dare mighty things." Detetives da Internet acreditam ter desvendado a mensagem secreta do paraquedas da Perseverance

A Internet, disfarçada de detetive, encontrou uma mensagem secreta no paraquedas que ajudou a Perseverance a pousar em Marte. Sem lupa nem gabardina: o mundo está concentrado na jornada do rover da NASA e os detetives …