Descoberto exoplaneta gigante de órbita bizarra. É “diferente de todos os outros”

Uma equipa de astrónomos detetou um enorme planeta fora do Sistema Solar (exoplaneta) com uma órbita excêntrica, de acordo com o Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech), nos Estados Unidos. 

De acordo com o portal Space.com, o exoplaneta (HR 5183 b) é três vezes maior do que Júpiter e gira numa órbita bizarra e oval em torno da sua estrela.

“Este planeta é diferente dos planetas do nosso Sistema Solar, mas, mais do que isso, é diferente de quaisquer outros exoplanetas que tenhamos descoberto até agora”, afirmou uma das autoras do estudo, Sarah Blunt, citada em comunicado do Caltech.

Além das suas enormes dimensões, o novo mundo agora descoberta tem a maior parte da sua órbita afastada da sua estrela-mãe, ao contrário do que acontece com os planetas do Sistema Solar. O HR 5183 b aproxima-se brevemente da sua estrela, em um movimento de “fisgado”, voltando depois para a “vizinhança” de seu sistema planetário.

O período total da sua órbita é estimado entre 45 e 100 anos terrestres.

“Este planeta passa a maior parte do tempo a vaguear pela parte externa do sistema planetário da sua estrela nesta órbita altamente excêntrica. Depois, começa a acelerar e faz um slingshot [espécie de fisga] em torno da sua estrela”, explica o professor de Astronomia do Caltech Andrew W. Howard.

Devido à sua “assinatura tão distinta“, explicaram os cientistas, o movimento fisgado indica que se trata de um “planeta real”, mesmo que os astrónomos não tenham conseguido observado toda a sua órbita.

Por norma, os planetas costumam adotar órbitas circulares. Para um planeta ter uma órbita tão excêntrica como o HR 5183 b, é possível que algo catastrófico tenha ocorrido. O mais palusível, de acordo com o Space.com, é que tenha ocorrido uma colisão com um outro planeta com uma massa comparável.

“Este planeta recém-descoberto teria entrado como se se tratasse de uma bola de demolição”, afirmou Howard, que diz suspeitar que o planeta tenha derrubado qualquer corpo que estivesse no seu caminho para fora do Sistema Solar.

A descoberta, que será em breve publicada na revista científica especializada The Astronomical Journal, mostra quão diferentes outros sistemas planetários podem ser.

“Este planeta recém-descoberto é outro exemplo de um sistema que não se parece com o nosso Sistema Solar, possuindo características notáveis que tornam o nosso Universo incrivelmente rico na sua diversidade”, rematou Howard.

 

 

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Sempre aprendendo! Pensava que a maior parte das órbitas eram elípticas! Também nunca tinha visto chamar a uma órbita que parece ser parabólica, “movimento de fisgado”!

  2. Creio ter entendido a metáfora que o autor usou no texto.
    Sempre que um corpo celeste se aproxima do Sol, duas situações podem acontecer:
    1º caso – ao aproximar-se, a força gravitacional exercida pelo sol é tão forte que esse corpo é “sugado” para dentro do Sol. Isto é o que acontece com alguns cometas e muitos asteroides.
    2º caso – ao aproximar-se do Sol, a força gravitacional exercida pelo sol não consegue “sugar” esse corpo. Para lhe ser assim resistente, forçosamente tem de ser um astro bastante corpulento, como um planeta, por exemplo.
    No entanto, quando um corpo celeste não cai na fornalha solar, apesar de conseguir resistir, a sua órbita sofre sempre uma influência. Ao aproximar-se do sol – fase do periélio – a velocidade do corpo sofre uma aceleração, (por ser puxado ou atraído). Assim, bastante acelerado, consegue contornar o sol numa curva bastante fechada. Nesta fase, a sua órbita faz lembrar o “ângulo” interno de uma fisga.
    Ultrapassado esse tempo crítico de dupla atração gravitacional, o planeta desacelera e retoma a sua velocidade normal, continuando tranquilamente o seu movimento de translação, isto é, passa a submeter-se apenas à ação gravitacional exercida pela sua Estrela.
    Assinado: Maria da Maia

  3. Será que já é este o tal “Planeta X”??
    Será este o Nibiru, o planeta dos deuses que nos criaram??
    Finalmente, a NASA começa a levantar um pouco o véu, porque acredito que já sabem da existência deste Planeta há muito tempo.
    Ao que consta, o nosso Sistema Solar não está a aproximar-se apenas deste planeta que pertence a outro sistema solar, cuja estrela principal, possivelmente, deve ser a estrela gémea do nosso Sol.
    Há rumores de que nos aproximamos de – pelo menos – mais uns dois ou três gigantões….
    Será que é por este motivo que andam a queimar – controladamente – todas as florestas do Planeta???
    A ver vamos… Aguardemos o desenrolar das notícias.
    Assinado Maria da Maia

  4. Estranho, geralmente planetas assim começariam a fundir o hidrogênio em hélio é virar um “segundo sol”, o que daria no fim desse sistema solar o geraria um sistema binário de “orbitaçao”.

    Outra coisa que poderia acontecer dessa estrela é virar um “Júpiter quente”. Isso acontece quando uma estrela com massa semelhante ou maior que a de Júpiter se desprende de sua órbita é vai rumo ao sol, assim engolindo todos em seu caminho. Isso não acontece em nosso sistema solar porque temos saturno. Pelo fato dele ser muito massivo, ele consegue segurar Júpiter

RESPONDER

Plano Outono-Inverno prevê hospitais covid free, testes rápidos e task-force para doentes não-covid

O Plano de Outono-Inverno do Ministério da Saúde foi divulgado esta segunda-feira. O documento será revisto a cada dois meses. O Plano da Saúde para o Outono-Inverno, divulgado esta segunda-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS), revela …

Cientistas já sabem como é que raro tipo sanguíneo ajuda a prevenir a malária

Um raro tipo sanguíneo, encontrado apenas em algumas partes da África Oriental, parece proporcionar uma resistência natural à malária. Cientistas pensam ter descoberto como é isto possível. Em 2017, depois de terem analisado milhares de genomas no …

"Nem mais um tostão". Rio defende nova auditoria ao Novo Banco (e vai votar a favor do projeto do BE)

O presidente do PSD sugeriu que seja realizada uma auditoria ao Novo Banco por uma instituição pública como o Tribunal de Contas (TdC) e disse estar disponível para aprovar a proposta de comissão de inquérito …

O propósito do sono muda repentinamente quando somos crianças

Uma equipa de investigadores identificou uma mudança repentina no propósito pelo qual precisamos de dormir. A alteração foi verificada, na mesma altura, em animais. A razão pela qual precisamos de dormir pode variar de acordo com …

“Desrespeito e mentira”. Rui Moreira ameaça levar UEFA a tribunal após cancelamento da Supertaça europeia

O presidente da Câmara do Porto ameaçou recorrer à justiça para reclamar os prejuízos causados pela decisão da UEFA de não realizar a final da Supertaça europeia de futebol na cidade, acusando aquela instituição de …

Eis os quatro mundos mais promissores de albergar vida alienígena

Marte, Europa, Encélado e Titã são, de acordo com as descobertas científicas, os mundos mais promissores de albergar vida alienígena. A biosfera da Terra contém todos os ingredientes conhecidos necessários para a vida como a conhecemos. …

O Ciclo Solar 25 vai afetar a vida na Terra (e a NASA explica como)

A cada 11 anos, o Sol inicia um novo ciclo solar, marcado por períodos de violentas erupções e explosões magnéticas. Em dezembro de 2019, teve início um novo ciclo solar. Na semana passada, a NASA e …

Criada para prevenir a guerra, a ONU enfrenta um mundo profundamente polarizado

Criada após a Segunda Guerra Mundial para evitar novos conflitos, a Organização das Nações Unidas (ONU) comemora esta segunda-feira o 75.º aniversário, num mundo polarizado que enfrenta uma pandemia, conflitos regionais, uma economia em declínio …

Mulher cai de carro em movimento enquanto grava vídeo para o Snapchat

Uma mulher, que ocupava o lugar do passageiro de um carro em movimento, caiu numa auto-estrada enquanto filmava um vídeo para a rede social Snapchat, no Reino Unido. Segundo a CNN, a mulher estava pendurada na …

Nos Estados Unidos, a venda de discos em vinil ultrapassou a de CD pela primeira vez desde 1986

Pela primeira vez desde 1986, as vendas de discos de vinil ultrapassaram as vendas de CD nos Estados Unidos em 2020. Os números foram apresentados na semana passada pela Associação Americana da Indústria de Gravação, …