Descoberta nova espécie de peixe-lua gigante (e “ilusionista”)

Marianne Nyegaard / Murdoch University

Investigadora marinha Marianne Nyegaard com exemplar da nova espécie de peixe-lua gigante

Com cerca de 3 metros de comprimento e quase duas toneladas de peso, é espantoso como é que esta nova espécie de peixe-lua gigante só agora foi descoberta.

Este peixe-lua ilusionista, assim baptizado por ter andado “escondido” durante séculos, é nativo do Oceano Pacífico e foi descoberto pela bióloga marinha Marianne Nyegaard, da Universidade Murdoch, em Perth, na Austrália.

A investigadora começou a analisar amostras de ADN de peixes-lua para a sua tese, em 2013. Na altura, havia apenas três espécies conhecidas, mas as suas análises indiciaram que poderia haver uma quarta, explica a Universidade Murdoch em comunicado.

Marianne Nyegaard passou os quatro anos seguintes a viajar pelos mares em busca dessa nova espécie enigmática.

“Encontrar este peixe e armazenar espécimes para estudos é um pesadelo logístico devido à sua natureza elusiva e ao enorme tamanho, por isso a pesquisa do peixe-lua é difícil”, constata a investigadora citada pela Universidade, admitindo também que foi uma “aventura desafiante, mas fantástica“.

Baptizada Mola tecta ou peixe-lua ilusionista, a nova espécie encontra-se nas águas da Nova Zelândia, ao longo da costa sudeste da Austrália e no mar da África do Sul e do sul do Chile, explico o artigo publicado no Zoological Journal of the Linnean Society.

A espécie é parecida com as Mola mola e Mola ramsayi, mas sem as protuberâncias, inchaços e saliências que surgem na cabeça destas.

“A sua barbatana traseira está separada numa parte superior e noutra inferior, com um pequeno pedaço de pele flexível que denominamos de “dobra traseira”, a ligar as partes”, explica Marianne Nyegaard num artigo no The Conversation, onde conta a sua “aventura” científica.

A investigadora divulga no artigo um vídeo feito em águas chilenas que mostra o peixe-lua ilusionista, mas que é indevidamente identificado como a espécie Mola mola que pode ser vista no Oceanário de Lisboa.

“Esta nova espécie é a primeira adição ao género Mola em 130 anos“, acrescenta ainda Marianne Nyegaard.

A investigadora revela que o processo de confirmação de que se trata mesmo de uma nova espécie levou os investigadores a consultar publicações que reportam aos anos de 1950, “algumas das quais incluíam descrições de tritões e monstros marinhos fantásticos”.

SV, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Governo ignorou recomendação parlamentar na auditoria feita ao Novo Banco

Mário Centeno e António Costa ignoraram a recomendação aprovada em Parlamento na sua auditoria ao Novo Banco. Os socialistas defendem que seria inconstitucional avaliar o desempenho do Banco de Portugal. Uma proposta do PSD aprovada em …

Avarias param 9 das 20 novas ambulâncias do INEM

Só entraram em serviço em abril, mas as novas ambulâncias do INEM já estão a dar problemas. Dos 20 novos veículos, apenas 11 estão a circular normalmente. As sirenes e as luzes desligam-se em andamento e …

Máfias e milícias responsáveis por incêndios da Amazónia, conclui relatório

As queimadas associadas aos desmatamento da Amazónia resultam em grande parte da ação violenta de redes criminosas, conclui um relatório da Human Rights Watch. Divulgado esta terça-feira, um relatório da Human Rights Watch conclui que as …

Benfica lança-se à 'Champions' com Lage a admitir mexer no ataque

O Benfica estreia-se hoje diante dos alemães do Leipzig na edição 2019/20 da Liga dos Campeões de futebol, competição em que tentará ultrapassar os 'fracassos' das duas anteriores épocas, nas quais foi eliminado na fase …

Itália. Matteo Renzi abandona o Partido Democrata e anuncia formação de novo partido

O ex-primeiro-ministro italiano Matteo Renzi anunciou que vai deixar o Partido Democrata (PD), do qual era secretário-geral, para criar a sua própria formação, mas garantiu que o grupo continuará a apoiar o Governo de Giuseppe …

Tribunal Arbitral reduz suspensão de Neymar na Champions

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) reduziu a suspensão imposta pelo Comité de Disciplina da UEFA de três para dois jogos a Neymar. O Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) decidiu esta terça-feira reduzir a suspensão imposta …

Jerónimo admite "um ou outro descontente" interno e ataca arrivismo do PAN

Jerónimo de Sousa admitiu haver militantes descontentes com a participação na denominada "geringonça", embora frisando que o sentimento geral é de satisfação, e atacou algumas posições do PAN, defendendo que "Os Verdes" são o verdadeiro …

Brexit. Juncker recorda a Johnson que cabe ao Reino Unido apresentar propostas

O presidente da Comissão Europeia recordou na segunda-feira ao primeiro-ministro britânico que cabe ao Reino Unido apresentar "soluções legalmente operacionais" e compatíveis com o Acordo de Saída, reiterando a disponibilidade europeia para apreciar se estas …

"Quem manda nas seleções são os agentes, para valorizar jogadores, interesses"

Carlitos relembra a altura em que foi chamado à seleção de sub-21 pela mão do empresário José Veiga. O antigo jogador do Benfica diz que "quem manda nas seleções são os agentes". Aos 37 anos, Carlitos …

Ataque às refinarias. Arábia Saudita e EUA apontam o dedo ao Irão

A Arábia Saudita e os Estados Unidos deixaram a entender que o Irão está por detrás do ataque de sábado que atingiu as principais instalações petrolíferas sauditas. O Governo de Teerão nega, apontando o dedo …