Descoberta de cientistas portugueses permite entender melhor formação das galáxias

ESO/WFI; MPIfR/ESO/APEX/A.Weiss et al.; NASA/CXC/CfA/R.Kraft et al.

Imagem de Centaurus-A composta com as imagens de três instrumentos a operar a comprimentos de onda diferentes

Investigadores do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA) fizeram novas descobertas que permitem compreender melhor a natureza e a formação do núcleo das galáxias espirais, como a Via Láctea, “um enigma de longa data na astronomia extragalática”.

“O conhecimento atual mostrava a existência de dois tipos de bojo (conjunto de estrelas encontrado no núcleo da maioria das galáxias espirais): os bojos clássicos e os pseudo-bojos”, disse à Lusa a investigadora do IA Iris Breda, uma das responsáveis pelo estudo, em conjunto com Polychronis Papaderos.

Segundo a teoria vulgarmente aceite, referida pela cientista, os bojos clássicos foram formados antes do disco e são compostos por estrelas antigas, com cerca de dez mil milhões de anos, enquanto os pseudo-bojos são formados muito lentamente a partir do disco, ao longo da evolução da própria galáxia.

Estes dois cenários, indicou o IA em comunicado, implicam que bojos clássicos e pseudo-bojos tenham “propriedades radicalmente diferentes”. No entanto, apesar de inúmeros estudos realizados nos últimos anos, “este contraste acentuado nunca foi observado”, refere a nota informativa.

Os resultados deste trabalho do IA, publicado o mês passado na revista científica Astronomy & Astrophysics, revelam “fortes indícios” de que os dois tipos diferentes de bojos “não resultam de processos distintos”, contrariando a teoria de formação que prevalecia até à data.

Research Gate

Iris Breda é investigadora do Departamento de Física e Astronomia da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto

“Ao estimar as propriedades de uma amostra muito representativa de galáxias espirais, a teoria até à data estudada indicava que devíamos encontrar propriedades que se agregassem em dois tipos completamente diferentes”, indicou Iris Breda, também investigadora da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP).

Contudo, o que a equipa encontrou “foi uma continuidade clara e significativamente forte em qualquer uma das propriedades medidas nos bojos”, o que “contradiz fortemente o modelo dos dois cenários distintos de formação”.

“A evolução do bojo é influenciada por uma mistura de processos rápidos e lentos, cuja importância é governada pela massa e densidade de cada galáxia”, contou a cientista.

As conclusões demonstram que “o tempo de formação de bojos é inversamente proporcional à massa total da galáxia: nas galáxias massivas, a formação do núcleo acontece nos primeiros quatro mil milhões de anos, enquanto nas de menor massa a formação ainda está a decorrer, a um ritmo lento”, explicou ainda Iris Breda.

Para a obtenção destes resultados, o grupo analisou 135 galáxias, o que equivale a aproximadamente meio milhão de espectros, de modo a ter resolução suficiente para verificar a história de formação estelar do disco e do núcleo, separadamente.

A equipa recorreu a ferramentas computacionais e a um instrumento desenvolvido no âmbito do projeto espanhol CALIFA, que permite registar simultaneamente milhares de espetros por galáxia, produzindo assim uma visão tridimensional das estrelas e gás ionizado de cada galáxia, acrescenta o comunicado.

ZAP // Lusa / IASTRO

PARTILHAR

RESPONDER

Ativistas do Greenpeace pendurados no edifício da União Europeia

Cerca de 30 ativistas do Greenpeace escalaram esta quinta-feira em protesto o edifício da União Europeia, em Bruxelas, onde decorre o Conselho Europeu e será discutido o combate ao aquecimento global. Depois de chegarem num carro …

"Fui muito feliz". Gaitán admite que gostava de voltar ao Benfica

O internacional argentino, que saiu do Benfica há três anos, admitiu em entrevista que gostava de voltar a jogar pelos encarnados. "Claro que gostaria, fui muito feliz no Benfica, senti-me muito confortável no clube. Mas também …

Harvey Weinstein perto de chegar a acordo de 22 milhões de euros com vítimas

O produtor, acusado de vários casos de abusos sexuais a atrizes e funcionárias, terá chegado a um acordo de 22 milhões de euros com 30 atrizes que o processaram. O acordo exige a aprovação do tribunal …

"A minha militância é já longa, nunca tive padrinhos" na política, diz Miguel Pinto Luz

O candidato à liderança do Partido Social Democrata (PSD), Miguel Pinto Luz, disse que o financiamento para a campanha vem de si próprio e de outros militantes. Afirmou que não recusa apoios de quem quer …

Nu num cavalo branco e de saltos altos. Retrato de Emiliano Zapata gera indignação no México

Centenas de manifestantes invadiram o Palácio de Belas Artes do México, na passada terça-feira, por causa de um retrato do general Emiliano Zapata (1879-1919), considerado um herói revolucionário no país. A obra, pintada pelo artista …

Felipe VI designa Sánchez como candidato a formar o próximo Governo

O Rei de Espanha designou, esta quarta-feira, em Madrid, o secretário-geral do PSOE e primeiro-ministro em funções como candidato a chefe do próximo Governo, anunciou a presidente do Parlamento. "Sua majestade o Rei [...] comunicou-me a …

No Porto, há um painel publicitário que recicla tanto ar como 230 árvores

O painel publicitário da Volvo, instalado na fachada de um prédio entre a Avenida da Boavista e a Rua 5 de Outubro, no Porto, é mais do que publicidade. A tela ajuda a reciclar o …

Governo recua e deixa cair proposta sobre perda de férias em caso de baixa prolongada

O Governo recuou e deixou cair a proposta apresentada aos sindicatos que previa que os funcionários públicos mais antigos que estivessem de baixa prolongada perdessem dias de férias, disse esta quarta-feira o líder da Fesap, …

Marta Temido recusa ser "refém" de Centeno e anuncia maior concentração de Urgências até ao verão de 2020

"Eu nunca me senti refém [de Mário Centeno]. Tenho alguma dificuldade nessa leitura. Este reforço de meios também permitirá injetar mais confiança no sistema e criar respostas. Mas não considero que tenho estado refém do …

IVA da luz. Proposta do Governo foi afastada há um ano porque "não tinha enquadramento legal"

Em 2018, o Bloco de Esquerda apresentou a proposta da taxa reduzida do IVA da luz para um primeiro escalão de consumo. O Governo não fez o pedido a Bruxelas - como fez agora -, …