Dados meteorológicos do Curiosity sugerem existência de salmoura em Marte

JPL-Caltech / MSSS / NASA

 O instrumento REMS (Rover Environmental Monitoring Station) do rover Curiosity inclui um sensor de temperatura e um sensor de humidade, montados no mastro do rover. Um dos pequenos braços do REMS pode ser aqui visto à esquerda do mastro.

O REMS (Rover Environmental Monitoring Station) do rover Curiosity inclui um sensor de temperatura e um sensor de humidade, montados no mastro do rover. Um dos pequenos braços do REMS pode ser aqui visto à esquerda do mastro.

As condições meteorológicas e do solo marciano medidas pelo rover Curiosity, em conjunto com um tipo de sal encontrado à superfície, podem sugerir a existência de salmoura durante algumas noites.

Os percloratos identificados no solo marciano pela missão Curiosity, e anteriormente pelo módulo de aterragem Phoenix, têm propriedades de absorção de vapor de água da atmosfera e baixam a temperatura de solidificação da água.

Este tem sido, desde há anos, o mecanismo proposto para a possível existência de salmouras momentâneas a latitudes mais altas em Marte, apesar das atuais condições frias e secas do Planeta Vermelho.

Os novos cálculos têm por base dados de temperatura e humidade recolhidos durante mais de um ano marciano pelo Curiosity. Indicam que as condições no local quase-equatorial do rover são favoráveis à formação de pequenas quantidades de água salgada durante algumas noites do ano, secando novamente durante o nascer-do-Sol.

As condições deverão ser ainda mais favoráveis a latitudes maiores, onde as temperaturas mais frias e mais vapor de água podem resultar numa maior humidade relativa mais frequente.

“A água líquida é um requisito para a vida como a conhecemos, e um alvo das missões de exploração de Marte,” afirma o autor principal do estudo, Javier Martin-Torres, do Conselho Espanhol de Investigação e da Universidade de Tecnologia de Lulea, na Suécia, membro da equipa científica do Curiosity.

“As condições perto da superfície atual de Marte são pouco favoráveis à vida microbiana como a conhecemos, mas a possibilidade de salmoura em Marte tem implicações mais amplas para a habitabilidade e para os processos geológicos relacionados com a água.”

Os dados meteorológicos do artigo publicado na revista Nature Geosciences foram recolhidos pelo instrumento REMS (Rover Environmental Monitoring Station) do Curiosity, construído pela Espanha, e inclui um sensor de humidade relativa e um sensor de temperatura do solo.

“Nós não detetámos salmouras, mas o cálculo da possibilidade da sua existência na Cratera Gale, durante algumas noites, atesta o valor das medições constantes e ao longo de todo o ano, medições estas que o REMS está a fornecer,” comenta Ashwin Vasavada, cientista do projeto Curiosity do JPL da NASA em Pasadena.

A missão do Curiosity é a primeira a medir a humidade relativa na atmosfera marciana perto da superfície e a temperatura do solo a todos os momentos do dia e durante todas as estações do ano marciano.

Nos 12 meses que se seguiram à aterragem de agosto de 2012, o Curiosity encontrou indícios de leitos antigos (rios e lagos) com mais de 3 mil milhões de anos, que forneciam condições favoráveis para a vida microbiana.

Agora, o rover está a examinar uma montanha em camadas dentro da Cratera Gale em busca de dados acerca de como essas condições ambientais passadas poderão ter evoluído.

CCVAlg

PARTILHAR

RESPONDER

Costa preocupado com desconfinamento. Concelhos de risco dão dores de cabeça

Com a terceira fase de desconfinamento aí à porta, o Governo ainda tem dúvidas sobre o que fazer, mantendo algumas pontas soltas. A maior preocupação incide nos conselhos onde há mais casos. Durante a reunião do …

Para prevenir acidentes, China inaugura o primeiro semáforo para camelos do mundo

Autoridades do norte da China inauguraram este domingo o que dizem ser o primeiro sinal de trânsito para camelos do mundo perto da cidade de Dunhuang, província de Gansu. O semáforo para camelos entrou em operação …

PRR terá mecanismo de fiscalização no Parlamento. PSD quer bazuca durante a presidência portuguesa da UE

O ministro do Planeamento, Nelson Souza recebeu nesta terça-feira, os partidos com assento parlamentar e as deputadas não inscritas para conversas bilaterais sobre o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR). Trata-se da chamada "bazuca" que virá …

Ministro da Saúde austríaco demite-se por falta de apoio na gestão da pandemia

O ministro da Saúde de Áustria, Rudolf Anschober, anunciou esta terça-feira a sua demissão, devido à falta de apoio na gestão da crise pandémica, cessando funções na próxima segunda-feira. "A situação é dramática nos serviços de …

OMS quer suspender venda de mamíferos selvagens vivos em mercados de alimentos

A Organização Mundial de Saúde defende a suspensão da venda de mamíferos selvagens vivos nos mercados de alimentos para evitar a propagação de doenças, avança a AFP. "Os animais, especialmente os selvagens, são a fonte de …

“Frescura, juventude e capacidade“. Coligação improvável em Penafiel junta PS e partido de Tino de Rans

O PS e o partido RIR, liderado pelo ex-candidato presidencial Vitorino Silva, formaram a coligação Penafiel Unido, que vai concorrer às autárquicas em Penafiel, distrito do Porto, com Paulo Araújo Correia como cabeça de lista, …

Marcelo, IL e Chega querem avanço do desconfinamento. PSD pede travão nos concelhos de maior risco

Marcelo Rebelo de Sousa ouviu os partidos ao longo desta tarde. A renovação de mais um Estado de Emergência está na mira, mas há quem não concorde. O Presidente da República começou por receber o Iniciativa …

MP "não nos ligava patavina. Zero", disse major Vasco Brazão

O major Vasco Brazão, ex-porta-voz da Polícia Judiciária Militar (PJM), disse esta terça-feira ao coletivo de juízes do Tribunal de Santarém que o Ministério Público (MP) não "ligava patavina" à investigação e às diligências sobre …

Especialista alerta que uso de máscara aumentou doenças da voz

A otorrinolaringologista Clara Capucho alertou que o uso de máscaras imposto pela pandemia da covid-19 aumentou o número de patologias da voz, sobretudo nos aparelhos vocais dos portugueses. O alerta da coordenadora da Unidade de Voz …

Tóquio2020. Missão portuguesa deve ser vacinada para diminuir "insegurança" dos atletas

O presidente do Comité Olímpico de Portugal (COP), José Manuel Constantino, deseja que a Missão portuguesa aos Jogos Olímpicos Tóquio2020 seja vacinada, quanto antes, considerando que a demora cria "insegurança" entre os atletas e restante …