Mulher que doou os seus órgãos transmitiu cancro a 4 pessoas

Quatro pessoas que receberam órgãos do mesmo doador desenvolveram posteriormente cancro da mama, revelou um novo estudo. O caso, que remota a 2007, representa uma situação extremamente rara.

Rins, pulmões, fígado e coração foram retirados de um mesmo dador para serem implantados em quatro recetores diferentes e todos acabaram por ter cancro da mama depois da operação, segundo um estudo publicado em abril no American Journal of Transplantation.

Os quatro doentes desenvolveram metástases e três acabaram por morrer. O quarto doente conseguiu sobreviver depois de os médicos terem voltado a remover um dos rins doados e após ser submetido a múltiplos tratamentos.

A dadora, uma mulher holandesa de 53 anos que morreu na sequência de um ataque cerebral em 2007, não tinha nenhum problema médico conhecido, nem muito menos lhe foi diagnosticado qualquer tumor maligno nos seus órgãos.

O autor do estudo, o professor de Nefrologia na Universidade de Amesterdão, Frederike Bemelman, qualificou o caso como “extremadamente raro“. “Há sempre um pequeno risco. [Mas] também há uma pequena probabilidade de que algo aconteça durante o  processo”, comentou o especialista.

“Este é o primeiro caso de transmissão de cancro da mama como resultado de um transplante de órgãos de um único dador que afetou quatro pacientes. Nenhum estudo anterior detetou um intervalo tão longo entre o transplante e a manifestação do tumor”.

Um caso “excecional”

De acordo com o El País, o primeiro recetor afetado foi uma mulher de 42 anos que recebeu ambos os pulmões e foi diagnosticada com cancro da mama com metástases já em outros órgãos, apenas 16 meses após a operação.

Uma análise de ADN determinou que as células tumorais que acabaram por matar a mulher eram provenientes dador. Face a isto, a Eurotrasplant reportou o caso em janeiro de 2010.

O recetor do rim esquerdo também morreu da doença em 2013. Pouco depois, em 2014, a mulher transplantada com o fígado do doador faleceu. A recetora foi alertada para a presença do tumor em 2011, mas recusou-se a remover o órgão.

Um homem de 32 anos, que recebeu o outro rim, também foi alertado sobre a situação. E, neste caso, o órgão foi removido, a doença foi tratada e consegui sobreviver – dos quatro transplantados, este foi o único sobrevivente.

O recetor do coração morreu cinco meses depois da operação devido a uma infeção. Em todos os recetores, foram detetados nas células tumorais marcadores de ADN que coincidiam com o perfil genético da doadora.

A transmissão de uma neoplasia – cancro – após um transplante de um órgão acontece apenas cerca de cinco vezes em 10.000 intervenções e na maioria dos casos a tecnologia disponível não permite que seja detetada antes da doação.

A Diretora de Serviços Médicos da Organização Internacional de Transplantes, Elisabeth Coll, afirmou à agência EFE que “estes casos infelizes acontecem excecionalmente, porque são impossíveis de serem detetados antes”.

“Antes de se fazer um transplante de qualquer órgão são realizados todos os testes possíveis para descartar qualquer transmissão neoplásica”, salientou a responsável.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Onde está “A dadora foi alertada para a presença do tumor em 2011, mas recusou-se a remover o órgão.” deveria estar “recetora” em vez de “dadora” (já que a dadora tinha falecido em 2007).

  2. Creio que deverá de ter havido negligência médica, pois é da responsabilidade dos mesmos determinar se os órgãos estão perfeitos para transplante.
    É apenas a m/opinião.

    • Neste caso fizeram todos os exames e não foi detectando cancro na doadora, aliás a doadora nunca desenvolveu cancro.
      Não se pode responsabilizar os médicos porque não houve negligência, é uma situação muito rara mas possível de acontecer.

RESPONDER

Morreu o antigo jogador do Sporting Maurício Hanuch. Tinha 43 anos

O argentino Maurício Hanuch, ex-futebolista do Sporting, morreu esta terça-feira, aos 43 anos, vítima de doença prolongada. Numa nota divulgada no seu site site, os leões manifestam o seu pesar pela morte do antigo jogador, Maurício …

Cientistas conseguiram controlar as decisões de macacos através de estimulação cerebral

Ondas ultrassónicas de alta frequência, destinadas a regiões cerebrais específicas, podem mesmo influenciar o comportamento dos macacos. O cérebro é um órgão muito difícil de tratar. Além de a grande maioria dos medicamentos ter vários efeitos …

Raios cósmicos podem ter desempenhado um papel fundamental na origem da vida

A influência dos raios cósmicos no início da vida na Terra pode explicar a preferência da natureza pela estrutura das moléculas biológicas. Dois investigadores da Universidade de Stanford, nos EUA, sugerem que a interação entre proto-organismos …

Astrónomos descobrem um novo tipo de asteróide perto de Júpiter (e tem uma misteriosa cauda)

Uma equipa de astrónomos descobriu um novo tipo de asteróide com uma cauda semelhante à de cometa que orbita perto de Júpiter num enxame de rochas espaciais chamado Troianos. O LD2 2019, como é conhecido, desafia …

A estrela mais próxima do Sistema Solar não está sozinha. Há um planeta a orbitá-la

Uma equipa internacional, composta por vários investigadores do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA) conseguiu, através do espetrógrafo ESPRESSO, confirmar a existência do planeta que orbita a estrela mais próxima do Sistema Solar, …

App deteta sinais de anemia. Basta fotografar a pálpebra com o smartphone

Uma equipa de cientistas desenvolveu um novo software capaz de tornar o diagnóstico de doenças do sangue muito mais simples, usando a câmara de um smartphone para avaliar os níveis de hemoglobina. A hemoglobina é uma …

O monumento mais alto do cemitério de Nova Orleães conta uma história de vingança e mesquinhez

Com 24 metros de altura, o Monumento Moriarty é o mais alto no cemitério Metairie de Nova Orleães, nos Estados Unidos. A sua construção conta uma história de mesquinhez: o memorial foi uma desculpa para …

FBI detém membro de um dos mais perigosos e lucrativos grupos de hackers

O FBI deteve recentemente um alegado membro de um dos mais temidos grupos de piratas informáticos do mundo, conhecido como Fin7. O grupo é suspeito de ataques informáticos que levaram a uma receita ilícita estimada em …

Artista gráfico faz reconstrução facial de Henrique VII de Inglaterra

Um artista gráfico fez uma reconstrução ultrarrealista de Henrique VII, Rei de Inglaterra entre 1485 e 1509. De acordo com o site Live Science, Matt Loughrey produziu a imagem de Henrique VII a partir da sua …

Marcelo promulga diploma que permite festa do Avante! (mas deixa recados ao Governo)

O Presidente da República promulgou, esta terça-feira, o diploma do parlamento sobre proibição de festivais e espetáculos de natureza análoga até 30 de setembro devido à covid-19, mas com reparos sobre "a garantia do princípio …