Crocodilos que vivem em caverna inóspita parecem estar a evoluir para uma nova espécie

No Gabão, crocodilos estão a viver num local que não parece muito hospitaleiro: o sistema de cavernas de Abanda, escuro e quente, com fumo nauseabundo e fezes de morcego por todo o lado.

“Parece lama líquida, mas não é”, explica o especialista em cavernas Olivier Testa. Misturado com água, esses resíduos de morcegos transformam-se numa piscina viscosa. “É um ambiente extremamente difícil”, completa o herpetologista Matthew Shirley.

Testa e Shirley fazem parte de uma equipa de pesquisa atualmente a estudar esses crocodilos. Os cientistas acham que os animais estão a evoluir para uma nova espécie, a fim de viver de forma mais adaptada às inóspitas cavernas.

Crocodilos-anões são encontrados acima do solo em todo o território do Gabão, mas a população que habita as cavernas desenvolveu uma assinatura genética única e incomparável.

A dupla recolheu amostras de sangue de diversos indivíduos de Abanda. Cerca de 100 a 200 provavelmente vive nas 10 a 12 cavernas diferentes do sistema, mas distinguir os crocodilos na escuridão é difícil.

Eventualmente, os investigadores conseguiram obter amostras de sangue de 30 a 40 indivíduos diferentes. Além disso, também recolheram amostras de sangue de cerca de 200 crocodilos terrestres da mesma região africana.

Sequenciando o ADN de cada população, a equipa de pesquisa descobriu que os crocodilos da caverna possuíam um haplótipo único – um grupo de genes que passa uma geração e é herdado por apenas um dos pais.

“Como resultado desse isolamento e do facto de que poucos indivíduos entram ou saem da caverna, eles estão no processo de se tornarem uma nova espécie. Se isso vai acontecer em breve ou não ninguém sabe”, argumentou Shirley.

Os cientistas já tinham observado diferenças físicas e comportamentais na população que vive nas cavernas em 2016, descritas num artigo publicado na revista “African Journal of Ecology”.

Os crocodilos foram encontrados pela primeira vez em 2008 pelo arqueólogo Richard Oslisly. Não sabemos exatamente há quanto tempo os animais vivem na caverna.

Shirley estima que isso aconteceu há pelo menos alguns milhares de anos, quando alguns crocodilos entraram lá à procura de abrigo ou comida. Várias centenas de gerações são necessárias para desenvolver tal assinatura genética única, e crocodilos-anões podem viver por 50 a 100 anos.

Ao contrário dos crocodilos-anões que habitam o solo e alimentam-se de peixes e crustáceos, a população das cavernas come principalmente morcegos. Na verdade, essa pode ser uma das razões pelas quais originalmente migraram para o sistema de cavernas.

Há dezenas de milhares de morcegos lá. Quando os investigadores analisaram o conteúdo estomacal dos crocodilos, encontraram esqueletos e pele de morcego misturados com grilos.

Alguns dos grandes crocodilos machos também são alaranjados, mas é difícil que essa seja uma mutação genética – é provavelmente resultado da imersão nas fezes de morcego. Os resíduos desses animais são compostos em grande parte de ureia, logo, as poças de pH altamente básico podem “tingir” os animais.

Em populações pequenas como esta, a diversidade genética é uma preocupação. A endogamia pode levar a doenças e defeitos congénitos. Shirley teoriza que um pequeno número de indivíduos vindos de fora da caverna acabem por lá chegar a cada geração.

Além da incrível descoberta do que pode ser uma população geneticamente única, estudar os crocodilos que vivem em Abanda pode auxiliar os cientistas a entender como é que os animais se adaptam a ambientes inóspitos.

Os crocodilos são animais naturalmente diurnos, que dependem da luz solar para regular o seu metabolismo. A maioria dos crocodilos de Abanda fica sem luz solar durante décadas.

Ainda há muito para aprender sobre esta espécie e a sua evolução. Um artigo científico sobre os animais ainda está a ser preparado.

ZAP // HypeScience / NatGeo

PARTILHAR

RESPONDER

Parece o "Batmóvel", é movido a energia solar e pode ser produzido em massa

A Aptera Motors está a preparar-se para lançar o primeiro automóvel movido a energia solar a ser produzido em massa até ao final do ano. A Aptera Motors, uma empresa norte-americana, apresentou recentemente o primeiro carro …

George Floyd. Minneapolis ia contratar influencers para combater desinformação durante julgamento de Derek Chauvin

A cidade de Minneapolis, nos Estados Unidos, planeava contratar seis influencers para ajudar a partilhar informações durante o julgamento de Derek Chauvin, o ex-polícia acusado de assassinar George Floyd. De acordo com a CNN, o plano …

Imagens revelam que a Coreia do Norte oculta local onde armazena armas nucleares. EUA planeiam agir

As imagens de satélite mostram que a Coreia do Norte tomou medidas para ocultar uma instalação, que as agências de inteligência dos EUA acreditam estar a ser usada para armazenar armas nucleares. A situação fez …

Antigo primeiro-ministro italiano Matteo Renzi recebeu envelope com duas balas

O antigo chefe do governo italiano Matteo Renzi recebeu, esta quarta-feira, um envelope com duas balas no interior, uma ameaça imediatamente denunciada por toda a classe política. O envelope foi entregue diretamente na sede do Senado, …

Polícia do Capitólio alerta para ameaça de nova invasão já esta quinta-feira

A polícia do Capitólio, responsável pela segurança do Congresso dos Estados Unidos, alertou para a ameaça de uma milícia invadir a sede do Congresso na quinta-feira, com ligações a uma teoria de conspiração. A agência …

Oito feridos em esfaqueamento na Suécia. Polícia fala em terrorismo

Um homem esfaqueou, esta quarta-feira, um grupo de pessoas na vila de Vetlanda, na Suécia. Há pelo menos oito feridos, que foram transportados para o hospital, e as autoridades policiais suspeitam de um “ataque terrorista”. O …

China testa moeda digital nacional nas principais cidades

A mudança para a moeda digital dá aos governos mais controle sobre o seu dinheiro. É o que procura a China, onde o Executivo está a testar a eCNY, lançada em 2020, em cidades como …

TdC dá luz verde a Linha Rosa e prolongamento da Amarela do Metro do Porto

O Tribunal de Contas (TdC) deu luz verde às empreitadas de construção da Linha Rosa do Metro do Porto e de prolongamento da linha Amarela até Vila d’ Este, em Gaia, disse esta quarta-feira à …

Presidência Trump deixou democracia dos EUA ao nível do Panamá e da Roménia

Um novo recuo de direitos políticos e liberdades no final da presidência de Donald Trump deixou os Estados Unidos ao nível da Roménia e do Panamá, segundo a organização não-governamental Freedom House. No último ano da …

Na visita histórica ao Iraque, Papa vai encontrar cidades devastadas pelo Daesh

O Papa Francisco chega ao Iraque, esta sexta-feira, onde vai visitar várias cidades que foram destruídas pelo grupo terrorista Estado Islâmico (EI). A maioria da população cristã concentra-se no norte do país. "Estamos a correr contra o …