Criar humanos “perfeitos” e “em série” era um dos objetivos de Jeffrey Epstein, acusado de tráfico sexual de menores

Rovena Rosa/ Agência Brasil

O multimilionário Jeffrey Epstein, acusado de tráfico sexual de menores, violação e abuso sexual de um número ainda não determinado de vítimas, queria criar uma espécie de nova raça humana disseminando o seu ADN através da procriação “em série” com mulheres que levaria para o seu terreno no Novo México.

Jeffrey Epstein falou a várias pessoas sobre o caso e quatro delas contaram ao New York Times que este mantinha conversas com cientistas sobre o seu sonho e sobre o fascínio com o “transhumanismo”: o aperfeiçoamento da espécie humana através da tecnologia, da engenharia genética e da inteligência artificial, revelou o Expresso na quarta-feira.

O interesse de Jeffrey Epstein em ciência no geral é conhecido. O diário norte-americano elencou vários episódios em que o ex-investidor organizou festas, incluindo em ilhas que detinha, especialmente para alguns dos seus cientistas preferidos, a quem prometia financiamento para programas de investigação em troca de conselhos que o pudessem ajudar a reproduzir-se múltiplas vezes e, assim, criar uma raça superior.

No início dos anos 2000, contou a alguns cientistas, e a amigos do ramo da banca de investimento, sobre a intenção de utilizar a sua mansão como base para a experiência de inseminar mulheres com o seu esperma, de acordo com dois cientistas e um consultor que o ouviram na altura.

De acordo com o Expresso, Jeffrey Epstein não fazia muito segredo do seu objetivo. O consultor disse ao New York Times que o multimilionário falava do plano a muitos homens de negócios. Um dos cientistas referiu que o mesmo partilhou estas ideias à mesa de um jantar na sua casa, em Nova Iorque.

Jaron Lanier, considerado o pai da realidade virtual, disse que, num desses jantares, Jeffrey Epstein disse a uma cientista (que se apresentou como sendo da NASA) que o plano era ter 20 mulheres em gestação de cada vez. Essas festas serviam para procurar mulheres bonitas e com carreiras, e convencê-las a terem filhos seus.

Os críticos do “transhumanismo” consideram esta ala da ciência uma espécie de eugenia dos tempos modernos, um campo onde, através da modificação genética, pode criar-se seres sem doenças, com altos níveis de inteligência ou sem imperfeições físicas.

Em 2011, uma associação de solidariedade social criada por Jeffrey Epstein doou 20 mil dólares à Worldwide Transhumanist Association, hoje Humanity Plus. Na Internet, o grupo diz querer “influenciar profundamente uma nova geração de pensadores que não tenha medo de levar a Humanidade ao próximo nível”.

Mais 100 mil dólares foram doados para pagar pelo salário de Ben Goertzel, vice-presidente da Humanity Plus. Agora, este diz não querer falar de Jeffrey Epstein de todo. “As coisas que leio são profundamente perturbadoras e vão muito além das manias que eu achava que ele tinha”, comentou por e-mail, ao New York Times.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Porteiro recua e diz que errou em mencionar Bolsonaro no caso Marielle

O porteiro do condomínio onde o Presidente brasileiro tem casa recuou na informação cedida anteriormente à polícia, admitindo que errou ao citar o nome de Jair Bolsonaro no caso do homicídio da vereadora Marielle Franco. De …

Peixes, pássaros e humanóides. Revelados mais 140 geóglifos de Nazca no Peru

Foram descobertos 142 novos geóglifos, que representam pessoas, animais e outros seres, nas famosas linhas na superfície de Nazca e dos seus arredores no Peru. Localizados principalmente a oeste da Pampa de Nazca, estes novos geóglifos …

Sem-abrigo morta a tiro no Brasil após pedir esmola

Uma mulher sem-abrigo foi morta no sábado, em Niterói, no estado brasileiro do Rio de Janeiro, quando pedia esmola a um transeunte, que disparou sobre ela. O crime, que ocorreu no sábado, foi filmado por câmaras …

Polícias saem à rua para reivindicar promessas do Governo. Chega e mais seis partidos vão ao protesto

Elementos das forças de segurança (PSP e GNR) manifestam-se esta quinta-feira, em Lisboa, para pressionarem o novo Governo a cumprir as reivindicações da classe e as promessas do anterior Executivo. Sob o lema “tolerância zero”, a …

Homens ficam mais stressados quando esposas ganham quase tanto como eles

https://vimeo.com/374392301 Um novo estudo sugere que o homem fica mais stressado quando a mulher ganha mais do que 40% do rendimento do casal. Em sentido contrário, ficam menos ansiosos quando a esposa ganha menos do que …

Estratégia Nacional para Sem-Abrigo prevê que ninguém fique na rua mais de 24 horas

A atual Estratégia Nacional para a Integração das Pessoas em Situação de Sem-Abrigo está assente num modelo de intervenção em que ninguém fique na rua por mais de 24 horas e um conhecimento permanente do …

Protesto nacional de quinta-feira na Colômbia leva governo a encerrar fronteiras

A Colômbia é esta quinta-feira palco de um protesto nacional convocado por sindicatos e movimentos sociais, que levou as autoridades a adotarem várias medidas preventivas, designadamente o encerramento das fronteiras. O objetivo do Governo é assegurar …

Na Austrália, há cobras que saltam (e os cientistas querem saber porquê)

Cientistas da Virgínia, no Estados Unidos, descobriram na Austrália uma espécie de cobra comum das árvores que é capaz de saltar entre galhos e folhas. Tratam-de das cobras de árvores australianas da espécie Dendrelaphis, espécimes …

Entomólogo diz que há "abelhas" em Marte (e tem provas)

Enquanto os cientistas tentam encontrar vida em Marte com experiências no terreno, como a sonda Curiosity, o entomólogo William Romoser, professor emérito na Universidade do Ohio, nos Estados Unidos, afirma que já temos provas da …

Luas de Neptuno dançam de forma única e perpétua

De acordo com uma investigação publicada recentemente, mesmo para os padrões selvagens do Sistema Solar exterior, as órbitas estranhas das duas luas mais interiores de Neptuno não têm rival. Especialistas em dinâmica orbital estão a chamar …