Criar humanos “perfeitos” e “em série” era um dos objetivos de Jeffrey Epstein, acusado de tráfico sexual de menores

Rovena Rosa/ Agência Brasil

O multimilionário Jeffrey Epstein, acusado de tráfico sexual de menores, violação e abuso sexual de um número ainda não determinado de vítimas, queria criar uma espécie de nova raça humana disseminando o seu ADN através da procriação “em série” com mulheres que levaria para o seu terreno no Novo México.

Jeffrey Epstein falou a várias pessoas sobre o caso e quatro delas contaram ao New York Times que este mantinha conversas com cientistas sobre o seu sonho e sobre o fascínio com o “transhumanismo”: o aperfeiçoamento da espécie humana através da tecnologia, da engenharia genética e da inteligência artificial, revelou o Expresso na quarta-feira.

O interesse de Jeffrey Epstein em ciência no geral é conhecido. O diário norte-americano elencou vários episódios em que o ex-investidor organizou festas, incluindo em ilhas que detinha, especialmente para alguns dos seus cientistas preferidos, a quem prometia financiamento para programas de investigação em troca de conselhos que o pudessem ajudar a reproduzir-se múltiplas vezes e, assim, criar uma raça superior.

No início dos anos 2000, contou a alguns cientistas, e a amigos do ramo da banca de investimento, sobre a intenção de utilizar a sua mansão como base para a experiência de inseminar mulheres com o seu esperma, de acordo com dois cientistas e um consultor que o ouviram na altura.

De acordo com o Expresso, Jeffrey Epstein não fazia muito segredo do seu objetivo. O consultor disse ao New York Times que o multimilionário falava do plano a muitos homens de negócios. Um dos cientistas referiu que o mesmo partilhou estas ideias à mesa de um jantar na sua casa, em Nova Iorque.

Jaron Lanier, considerado o pai da realidade virtual, disse que, num desses jantares, Jeffrey Epstein disse a uma cientista (que se apresentou como sendo da NASA) que o plano era ter 20 mulheres em gestação de cada vez. Essas festas serviam para procurar mulheres bonitas e com carreiras, e convencê-las a terem filhos seus.

Os críticos do “transhumanismo” consideram esta ala da ciência uma espécie de eugenia dos tempos modernos, um campo onde, através da modificação genética, pode criar-se seres sem doenças, com altos níveis de inteligência ou sem imperfeições físicas.

Em 2011, uma associação de solidariedade social criada por Jeffrey Epstein doou 20 mil dólares à Worldwide Transhumanist Association, hoje Humanity Plus. Na Internet, o grupo diz querer “influenciar profundamente uma nova geração de pensadores que não tenha medo de levar a Humanidade ao próximo nível”.

Mais 100 mil dólares foram doados para pagar pelo salário de Ben Goertzel, vice-presidente da Humanity Plus. Agora, este diz não querer falar de Jeffrey Epstein de todo. “As coisas que leio são profundamente perturbadoras e vão muito além das manias que eu achava que ele tinha”, comentou por e-mail, ao New York Times.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Fenómeno extremo ameaça corais na Grande Barreira na Austrália. E já matou quase metade

A Grande Barreira de Coral da Austrália pode estar a enfrentar a terceira "descoloração" no espaço de cinco anos, fenómeno provocado por um aumento da temperatura das águas do mar. Como avançou o Expresso, este fenómeno …

Trump critica cerimónia dos Óscares, "Parasitas" e Brad Pitt

O Presidente norte-americano criticou a cerimónia dos Óscares, esta quinta-feira, nomeadamente a atribuição do prémio de Melhor Filme para o sul-coreano "Parasitas" e ainda o ator Brad Pitt. Na noite desta quinta-feira, num comício em Colorado …

Paris lança número de emergência para fazer frente à crise de percevejos

O Governo francês lançou uma campanha, esta quinta-feira, para fazer frente à crise de percevejos que se instalou em Paris. Segundo a agência France-Press, citada pelo The Guardian, casas e hotéis da capital francesa estão a …

"Radical chique" e "ressentido". Filho de Paulo Branco pode ter sido o pivot do escândalo sexual em França

Juan Branco, o filho do produtor de cinema Paulo Branco, é o homem do momento em França. O advogado de 30 anos saltou para as luzes dos média no âmbito da divulgação do vídeo sexual …

Alcochete. "Se Mustafá estivesse lá aquilo não tinha acontecido"

O arguido Emanuel Calças disse, esta sexta-feira, em tribunal que, se Mustafá estivesse com o grupo que invadiu a academia do Sporting, "aquilo não tinha acontecido". "Tenho a certeza de que se o Mustafá estivesse presente …

Coronavírus ameaça o têxtil português (mas também é uma "oportunidade")

O sector têxtil nacional está ameaçado e pode parar a produção já em Março. Tudo devido à falta de matéria-prima que vem da China e que se deve à epidemia do novo coronavírus. A "situação …

Governo diz que prejuízo da TAP "não foi um desvio qualquer" e que já devia ter tido lucro em 2018 e 2019

O ministro das Infraestruturas disse, esta sexta-feira, que o orçamento que a comissão executiva da TAP apresentou ao Conselho de Administração para 2018 e 2019 previa lucro e que o prejuízo de 105,6 milhões "não …

João Lourenço duplica valor de subsídio de antigos Presidentes de Angola

O Presidente angolano, João Lourenço, duplicou o valor do subsídio de fim de mandato pago a antigos chefes de Estado, mas cortou outras regalias, nomeadamente a nível da segurança e quadro de pessoal. O decreto-presidencial 32/20, …

FC Porto castigado com um jogo à porta fechada

O FC Porto foi punido com um jogo à porta fechada, esta sexta-feira, devido a "um ato de ofensa corporal a agente desportivo" na final da Taça de Portugal. A punição aplicada pelo Conselho de Disciplina …

Cientistas condenam teorias da conspiração sobre a origem do surto do coronavírus

Um grupo de 27 cientistas da área de saúde pública condenou, através de um comunicado, o fluxo de histórias e um artigo científico que sigerem que um laboratório em Wuhan, na China, pode ser a …