Crianças que brincam com telemóveis e tablets dormem menos

 

Um estudo publicado na Scientific Reports indica que cada hora que as crianças com idades compreendidas entre os seis meses e os três anos passam a utilizar aparelhos electrónicos pode significar 15 minutos a menos de sono.

Ao mesmo tempo, a investigação também revelou que brincar com esse tipo de tecnologia ajuda a desenvolver habilidades motoras mais rapidamente.

O estudo foi realizado pela Birkbeck, que faz parte da Universidade de Londres, com 715 pais de crianças com até três anos de idade.

Os especialistas perguntaram com que frequência é que os bebés brincavam com smartphones e tablets e também detalhes do padrão de sono das crianças.

Concluiu-se que 75% das crianças usavam aparelhos do tipo diariamente – essa percentagem era de 51% entre crianças de seis e 11 meses, e de 97% entre crianças de 25 e 36 meses de idade.

As crianças que brincam com esse tipo de aparelhos dormem menos à noite e mais durante o dia. E, de um modo geral, contabilizam 15 minutos a menos de sono para cada hora que passam a utilizar tablets ou smartphones.

Um dos investigadores que participou do estudo, Tim Smith, afirma que o tempo de sono perdido não é muito quando se dorme um total de 10, 12 horas por dia, “mas cada minuto importa no desenvolvimento infantil por causa dos benefícios do sono”.

As conclusões do estudo não são definitivas, mas Smith diz que a investigação indica que as tecnologias “touch” podem estar associadas a problemas de sono.

Mas afinal, crianças devem, ou não brincar com aparelhos electrónicos interactivos?

“É muito complicado responder a isso agora. A ciência ainda está imatura, estamos realmente atrasados em relação à tecnologia e é muito cedo para fazer afirmações definitivas”, diz Smith.

Segundo o especialista, a melhor aposta é manter as mesmas regras usadas para estabelecer o tempo que as crianças passam em frente à televisão. Isso significa que os pais devem impor limites para o uso de telemóveis e tablets, assegurando que o conteúdo seja adequado à idade e evitando que o uso seja feito antes da hora de dormir.

“Como é o primeiro estudo a investigar as associações entre o sono e o uso de tecnologias touch, trata-se de uma investigação oportuna”, afirma Anna Joyce, especialista em desenvolvimento cognitivo da Universidade de Coventry, na Inglaterra.

“Com base nestas descobertas e no que sabemos através de outros estudos, talvez valha a pena limitar o uso de outros aparelhos electrónicos nas horas anteriores ao momento que a criança vai para a cama dormir”, completa Joyce.

Mas, para a investigadora, “até que se saiba como é que este tipo de tecnologias afeta o sono, esses aparelhos não devem ser banidos por completo”.

ZAP // BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Crédito ao consumo atingiu recorde de 7,6 mil milhões em 2019

O montante dos novos créditos ao consumo aumentou 7,1% em dezembro do ano passado, face ao mesmo mês do ano anterior, para 667,954 milhões de euros. De acordo com o os dados divulgados pelo Banco de …

Hamas engana soldados israelitas com fotografias de mulheres

Dezenas de soldados israelitas foram alvo de um ataque informático do Hamas, que usou fotografias de mulheres para infetar os seus telemóveis. De acordo com a BBC, o tenente-coronel Jonathan Conricus afirmou que os soldados receberam …

"Navio fantasma" dá à costa na Irlanda depois de mais de um ano à deriva

Um "navio fantasma" abandonado, que esteve mais de um ano à deriva, apareceu agora na costa de Ballycotton, uma vila costeira no condado de Cork, na Irlanda. Segundo o Irish Post, o navio MV Alta, de 77 metros …

12.º caso suspeito de coronavírus em Portugal deu negativo

O mais recente caso suspeito de coronavírus deu negativo, anunciou, esta terça-feira, a Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com a Direção-Geral da Saúde, citada pelo jornal online Observador, a criança regressada da China que foi …

Vinte governadores brasileiros assinam carta com críticas a Bolsonaro

Vinte dos 27 governadores do Brasil subscreveram esta terça-feira uma carta dirigida ao Presidente do país, Jair Bolsonaro, que acusam de falta de diálogo, criticando também algumas das suas declarações públicas. "Recentes declarações de Jair Bolsonaro …

Super Bock e Sagres aliam-se em campanha contra o racismo

As duas marcas de cerveja aliaram-se numa campanha contra o racismo, depois do episódio ocorrido, no passado domingo, com Moussa Marega, no Estádio D. Afonso Henriques. "Contra o racismo, não há rivais" é o mote da …

Conselho de Disciplina abre processo disciplinar ao Vitória de Guimarães

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou, esta terça-feira, a abertura de um processo disciplinar ao Vitória de Guimarães, devido aos insultos racistas a Moussa Marega. O avançado do FC Porto recusou-se …

Pinto da Costa confirma fim da carreira de Casillas. E diz que episódio com Marega é um caso de polícia

O presidente do FC Porto confirmou, esta terça-feira, o fim da carreira do guarda-redes espanhol, que anunciou a intenção de se candidatar à presidência da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF). O dirigente portista falou aos …

Águias-de-Bonelli encontradas mortas no Douro Internacional

Duas águias-de-Bonelli jovens foram encontrados mortas no Douro Internacional, após terem sido marcadas com emissores GPS em 2018 e 2019, anunciaram na segunda-feira técnicos ligados a um projeto ibérico de salvaguarda destas aves. "O facto de …

Governo ficou perto da promessa de contratar 5000 doutorados

A anterior legislatura ficou a apenas 49 contratos de cumprir a meta estabelecida pelo ministro da Ciência, Tecnologia e Educação Superior. De acordo com o jornal Público, a promessa do ministro da Ciência, Manuel Heitor, de …