Crescimento do emprego jovem pode explicar redução de candidatos ao Superior

O ministro do ensino superior defendeu nesta quarta-feira que a redução de candidatos ao ensino superior “não é uma situação alarmante”, mas apenas reveladora de um novo padrão de estudantes que preferem começar a trabalhar e prosseguir estudos mais tarde.

O número de candidatos ao ensino superior diminuiu 5,6% em relação ao ano passado, sendo menos de 50 mil os estudantes que procuraram uma vaga na primeira fase do concurso nacional que terminou na terça-feira.

Segundo dados da Direção-Geral do Ensino Superior, candidataram-se 49.624 alunos ao ensino superior, o que representa uma diminuição de quase três mil pessoas em relação ao ano anterior, quando foram entregues 52.580 candidaturas.

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior lembra que também houve uma redução de 2.702 alunos que terminaram o secundário e realizaram exames nacionais, menos 3%.

“Não é uma situação alarmante, de forma alguma, até pode ser um bom sinal de dinamismo económico”, disse o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, em declarações à Lusa.

O ministro falvaa num novo padrão de estudantes do ensino superior, em relação ao qual Portugal “ainda não tem muita experiência”, mas que é comum no país do norte da Europa, e que se traduz num adiar da entrada num curso superior, dando preferência a ganhar experiência profissional antes de o fazer.

Segundo números destacados pelo ministro, entre 2015 e 2017, quando o país começou a dar sinais de retoma económica, com reflexos no mercado de trabalho, o número de jovens com menos de 24 anos que entrava no mercado de trabalho apenas com o ensino secundário concluído cresceu de cerca de 120 mil jovens para mais de 165 mil, o que são, para Manuel Heitor, “números consideráveis”.

“Sabe-se que isto está associado à procura de emprego em setores como o turismo e outros que empregam ainda com baixas qualificações. Isto não tem nenhum problema se considerarmos como em muitas outras zonas europeias de grande dinamismo económico que eles voltam a estudar mais tarde”, disse o ministro.

Da nova “relação complexa” entre a redução alunos candidatos ao ensinos superior à saída do secundário e o crescimento do emprego jovem deve resultar um “compromisso coletivo” entre instituições de ensino superior e empregadores que responda a um novo perfil de estudante.

E que, por um lado, “esta situação leve as empresas a facilitar o prosseguimento de estudos superiores por jovens já no mercado de trabalho, e por outro lado, leve as instituições de ensino superior a adaptar a sua oferta a este novo tipo de aluno, oferecendo mais cursos pós-laborais, por exemplo”, explicou o ministro.

Não é nenhum drama, exige é uma relação nova entre instituições e empregadores”.

Manuel Heitor referiu ainda em relação ao número de candidatos à 1.ª fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior, hoje divulgado, que, sobretudo o ensino politécnico, deve reforçar a aposta na captação de alunos que terminam o ensino secundário por vias profissionalizantes.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Califórnia já tem uma estrada pavimentada com plástico

O que parece uma estrada comum é agora a mais recente novidade na cidade de Oroville, na Califórnia. A nova construção junta uma tecnologia que mistura garrafas de plástico com asfalto. Por cada quilómetro de …

Mais de mil operacionais combatem cinco grandes fogos em Portugal

Mais de 1100 operacionais e 16 meios aéreos estão a combater, esta quinta-feira, os cinco maiores incêndios rurais em território continental, concentrados sobretudo na região Centro, de acordo com dados da Proteção Civil. Segundo o site …

Coca-Cola financiou estudos científicos que minimizaram o papel das bebidas açucaradas na obesidade, revela investigação

A Coca-Cola terá financiado com milhões de dólares vários estudos científicos que minimizaram o impacto das bebidas açucaradas na obesidade. A conclusão é de uma investigação publicada na revista médica Public Health Nutrition, que conta …

André Ventura vai pedir suspensão temporária do mandato no Parlamento

O deputado do Chega vai pedir, em setembro, a suspensão do mandato parlamentar até fevereiro do próximo ano para se dedicar às campanhas eleitorais da região dos Açores e das Presidenciais. Em declarações à agência Lusa, …

Governo abre concursos para 800 novos técnicos especializados nas escolas

As escolas vão poder contratar mais de 800 novos técnicos especializados, um reforço de recursos humanos "englobado nas medidas excecionais de organização e funcionamento das escolas para o próximo ano letivo". "As escolas vão poder contratar …

Macron em Beirute: "Se não houver reformas, Líbano continuará a afundar-se"

O Presidente francês chegou, esta quinta-feira, a Beirute, no Líbano. É o primeiro chefe de Estado a visitar o país depois das explosões que destruíram parte da capital.  Emmanuel Macron aterrou no Líbano, esta quinta-feira, e …

"Eu disparei". Neonazi alemão confessa ter matado autarca Walter Lübcke

Um neonazi alemão confessou hoje em tribunal ter matado o autarca Walter Lübcke em 2019, homicídio que chocou o país e fez ressurgir o debate sobre a violência de extrema-direita na Alemanha. "Eu disparei" sobre Walter …

Há 16 anos que não havia tão pouca água na albufeira do Alqueva

É preciso recuar ao ano de 2004 para encontrar uma altura em que esta albufeira tenha tido menos água do que agora, que corresponde apenas a 63,8% do seu nível de pleno armazenamento. De acordo com …

CTT passam de lucros a prejuízos de dois milhões de euros

Os CTT registaram, no primeiro semestre deste ano, prejuízos de dois milhões de euros, o que compara com lucros de nove milhões de euros em igual período de 2019. "O resultado líquido foi de -2 milhões …

Equipa do ciclista em estado grave vai apresentar queixa-crime contra o rival

O diretor da equipa Deceuninck-Quick Step confirmou, esta quinta-feira, que vai apresentar uma queixa-crime contra o ciclista Dylan Groenewegen, face à sua responsabilidade na grave queda de Fabio Jakobsen no Tour da Polónia. "Confirmo as mensagens …