Cratera gigante (a primeira em 100 anos) descoberta na Lua

Purdue University

As bordas da cratera foram fortemente alteradas, tornando-a irreconhecível.

As bordas da cratera foram fortemente alteradas, tornando-a irreconhecível.

Uma cratera de 200 quilómetros de diâmetro foi descoberta na Lua por uma sonda da NASA e identificada por astrónomos americanos.

Os resultados da descoberta foram apresentados durante a 46ª Conferência de Ciência Lunar e Planetária, em Woodlands, no Texas. A nova cratera foi baptizada “Amelia Earhart“, em honra da pioneira aviadora que desapareceu no Oceano Pacífico em 1937.

“Eu diria que esta é a primeira descoberta de uma nova cratera lunar em mais de 100 anos”, afirmou Jay Melosh, um dos investigadores envolvidos no projecto, à BBC.

A descoberta foi feita enquanto os investigadores procuravam provas da existência de estruturas ocas abaixo da superfície da Lua, conhecidas como tubos de lava ou cavernas vulcânicas.

“Provavelmente, a cratera foi formada antes do Mare Serenitatis, um mar lunar onde há uma cratera, ou seja, há mais de 3 milhões de anos“, explica Jay Melosh, “mas parece ter ficado coberta por restos da formação do mar, que também destruíram a borda da cratera”.

“Ninguém até agora tinha conseguido identificar esta cratera, precisamente por ter a sua borda destruída – e nós próprios não a teríamos reconhecido se não fosse pela diferença de gravidade no local, que indica claramente uma enorme anomalia circular”, acrescenta Melosh.

JPL / NASA

A missão Grail usou duas pequenas sondas para mapear o campo gravitacional da Lua

Os resultados forma obtidos pela análise dos dados da missão Grail, da NASA, que usou duas pequenas sondas para medir as variações do campo gravitacional da Lua.

Estas medições permitiram obter uma ideia aproximada da estrutura interna do satélite, uma vez que, dependendo da sua topografia, uma dada região lunar regista uma aceleração da gravidade própria.

De acordo com os dados obtidos pelos cientistas, poderá haver mais 12 crateras por identificar. No entanto, as suas marcas foram eliminadas pelos impactos dos mares ou pelas partículas expelidas por crateras maiores.

NASA / Wikimedia

Amelia Earhart à frente do  Lockheed Electra em que desapareceu, em 1937

Amelia Earhart à frente do Lockheed Electra em que desapareceu, em 1937

A descoberta resultou do trabalho dos astrónomos Rohan Sood, Loic Chappaz e Jay Melosh, da Universidade de Purdue, nos Estados Unidos.

A cratera foi baptizada de Amelia Earhart, em homenagem à primeira mulher a fazer a travessia do Oceano Atlântico num voo a solo, em 1932.

Earhart foi membro do conselho académico da Universidade de Purdue desde 1935 até ao seu desaparecimento, em 1937.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Lampard despedido do Chelsea. Clube já escolheu o novo treinador

O despedimento de Frank Lampard estará por horas. O Chelsea já escolheu Thomas Tuchel como novo treinador. O antigo treinador do PSG vai assumir funções assim que possível. Frank Lampard foi despedido do Chelsea esta segunda-feira. …

Arqueólogos descobrem suposta corte do primeiro imperador chinês

Uma equipa de arqueólogos acredita ter descoberto aquele que foi o palácio de Qin Shi Huang, fundador da dinastia Qin e o primeiro imperador da China. O edifício foi desenterrado na província de Xianxim, no …

Portugal perde com a França e diz adeus ao Mundial de andebol

A seleção portuguesa de andebol falhou o apuramento para os quartos de final do Mundial, no Egito, ao perder por 32-23 com a França, em encontro da terceira jornada do Grupo III da Ronda Principal. Portugal, …

Garcia de Orta com taxa de ocupação de 309%. Intensivos do Hospital da Luz no limite

O Hospital Garcia de ​​​​​​​Orta, em Almada, estava, este domingo, com uma taxa de ocupação de 309% relativamente ao que previa o plano de contingência. O Hospital da Luz, em Lisboa, continua a debater-se com …

Governo manda preparar aulas à distância. Há 700 escolas para filhos de trabalhadores de serviços essenciais

O Ministério da Educação já deu instruções aos estabelecimentos de ensino para começarem a preparar as aulas à distância. Enquanto isso, há cerca de 700 escolas de acolhimento disponíveis para receber os filhos de trabalhadores …

Cientistas perceberam finalmente como é que as borboletas voam

Há muito tempo que os cientistas se questionam como é que as borboletas voam. Isto porque, em comparação com outros animais, têm asas invulgarmente curtas, largas e grandes em relação ao tamanho do seu corpo. Mas …

Se as Legislativas fossem agora, PS ganhava com 35%. Chega em terceiro

Uma sondagem da Universidade Católica para a RTP, no dia das eleições Presidenciais, mostra que, se as Legislativas fossem agora, o PS ganharia com 35% das intenções de voto. Se as eleições Legislativas tivessem sido este domingo, …

Santana Lopes deixa Aliança, partido que fundou em 2018

O fundador e ex-presidente da Aliança, Pedro Santana Lopes, desfiliou-se do partido que fundou em 2018, justificando que “chegou o momento” de sair, anunciou aquela força política. “A Comissão Executiva do Aliança tomou conhecimento no domingo …

Ministro da Defesa infetado. Tem sintomas ligeiros

O Ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, "testou positivo à covid-19", informou este domingo o Ministério da Defesa Nacional. É o oitavo membro do Governo a ficar infetado. João Gomes Cravinho está infetado com covid-19. …

Relógios inteligentes podem detetar indícios de covid-19 (antes de haver qualquer sintoma)

Os smartwatches, ou relógios inteligentes, e as pulseiras de fitness podem ser capazes de detetar uma infeção pelo vírus SARS-COV-2, antes de a doença começar a manifestar-se. Uma equipa de investigadores do Monte Sinai descobriu, recentemente, …