/

Arqueólogos descobrem suposta corte do primeiro imperador chinês

Weibo

Pedaço de uma relíquia descoberta em Qin Xianyang

Uma equipa de arqueólogos acredita ter descoberto aquele que foi o palácio de Qin Shi Huang, fundador da dinastia Qin e o primeiro imperador da China. O edifício foi desenterrado na província de Xianxim, no noroeste da China.

Com base em recriações do local, estima-se que a área do telhado tinha cerca de 1.000 metros quadrados.

“O que foi evacuado desta vez é de grande escala e alto nível. Está localizado num local que provavelmente era usado para fins administrativos. Pode-se dizer que provavelmente foi considerado um dos locais mais importantes do sítio arqueológico”, disse Zhang Ying, professor de arqueologia na Universidade Norman Xianxim, em declarações ao Global Times.

“Os locais administrativos do governo frequentemente tinham um significado ritual ou simbólico, e podem nem sempre ter sido para o trabalho do quotidiano. Imagine, se o espaço para trabalho fosse muito grande, as pessoas teriam que falar umas com as outras com grandes distâncias entre elas. Então, não seria um bom ambiente para comunicação, não é?”, disse, por sua vez, Xu Yitao, professor especializado em arquitetura arqueológica na Escola de Arqueologia e Museologia da Universidade de Pequim.

Ainda assim, os investigadores não têm a certeza de que “a corte foi exatamente o que agora assumimos ser o local administrativo”, já que não foram encontradas provas sólidas que o confirmem.

Investigação posterior revelou que as outras áreas no sítio arqueológico foram divididas em três distritos – Gong, Shu e Guo – por trincheiras artificiais e pelo ambiente natural.

No distrito de Guo foram encontrados destroços de um antiga casa semicavernosa, um depósito de armazenamento e um poço de água.

O sítio da cidade de Qin Xianyang data entre o final do Período dos Reinos Combatentes e a Dinastia Qin. Um total de 15.168 metros quadrados do local foi escavado até agora.

  Daniel Costa, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE