/

FBI confirma que corpo encontrado é de Gabby Petito. “Homicídio”, diz médico legista

(dr) Gabby Petito / Instagram

O FBI anunciou que o corpo encontrado no domingo, num parque natural de Wyoming, nos EUA, é de Gabrielle Petito, a jovem cujo desaparecimento cativou a atenção do mundo.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Análise preliminar confirmou que os restos mortais encontrados, no passado domingo, na Floresta Nacional Bridger-Teton, no Wyoming, pertencem a Gabby Petito, a jovem de 22 anos que desapareceu durante uma viagem com o noivo.

De acordo com o FBI, o médico legista do condado de Teton considerou a morte um homicídio na análise preliminar. No entanto, “a causa da morte permanece pendente dos resultados finais da autópsia”, cita o The Guardian.

O noivo, Brian Laundrie, continua a ser considerado uma pessoa de interesse no caso. “Quem tiver qualquer informação relativa ao caso ou saiba do paradeiro do Sr. Laundrie deve contactar o FBI”, pediu o agente especial Michael Schneider.

A jovem, de 22 anos, estava desaparecida desde 11 de setembro durante uma viagem com o seu companheiro. O último contacto que os pais tiveram com ela foi quando os dois viajantes estavam na área do Parque Nacional Grand Teton, em Wyoming.

O FBI fez buscas e recolheu vários objetos na casa de Brian Laundrie, de 23 anos, que segundo a família desapareceu há uma semana, três dias após o desaparecimento da namorada ter sido comunicado.

Gabrielle Petito de 22 anos foi dada como desaparecida no início do mês. As autoridades acreditam que a jovem tenha morrido nos últimos dias de agosto.

Mensagens alarmantes

Nichole Schmidt, mãe da jovem, revelou as últimas mensagens trocadas com a filha de 22 anos e disse que o texto contém um detalhe preocupante.

Podes ajudar o Stan? Não paro de receber voicemails e chamadas perdidas”. De acordo com a mãe de Gabby, este terá sido o último contacto com a rapariga. A mensagem foi enviada no dia 27 de agosto, na altura em que as autoridades norte-americanas acreditam que Petito tenha perdido a vida.

A progenitora declarou que Gabrielle se referia ao avô, mas que não o trataria por “Stan”. A mãe garantiu que percebeu imediatamente que Gabby não estava bem e suspeitou que o SMS poderia corresponder a um pedido de ajuda codificado.

PUBLICIDADE

Depois desta mensagem, Gabrielle não fez mais nenhuma publicação nas redes sociais nem comunicou com mais nenhuma pessoa.

A polícia da Florida não descarta a hipótese de que esta tenha sido a última comunicação feita por Gabby. A mãe da jovem recebeu mais uma mensagem três dias depois, no dia 30 de agosto, mas as autoridades suspeitam que terá sido enviada por outra pessoa.

Gabby deixou o emprego para viajar em julho pelos Estados Unidos numa carrinha com o noivo, documentando a viagem no Instagram usando a hashtag #vanlife.

Há mais de duas semanas, Laundrie voltou sozinho para casa, em North Port, Flórida, com a carrinha e não deu mais explicações.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.