Celebrar o Jubileu de Isabel II foi também celebrar o corgi

Tolga Akmen / EPA

Celebrações do Jubileu de Platina do reinado de Isabel II.

“Eu adoro o jubileu. Eu adoro a rainha e eu adoro que a rainha tenha corgis”. O corgi é uma espécie de “raça oficial” de cães da rainha.

Provavelmente, algumas leitoras e alguns leitores do ZAP escolheram ler este artigo para saber o que é o corgi.

Outros já saberiam: corgi é uma raça de cão, pouco vista em Portugal. Os cães corgi são sobretudo nativos do País de Gales.

Onde o corgi é muito visto é junto da rainha Isabel II. São uma espécie de “raça oficial” da rainha, que cresceu com cães corgi à sua volta, no Palácio de Buckingham – por onde já passaram mais de 30 destes cães com pernas curtas.

Há décadas que Isabel II começou a mostrar que é uma apaixonada por cães – e isso não foi esquecido nas comemorações do seu Jubileu de Platina, que assinalou os 70 anos do seu reinado.

Num país onde há quase uma veneração pela rainha, ou idolatria, em muitos habitantes do Reino Unido, tudo que lhe diga respeito é aplaudido e também venerado.

E, por isso, o corgi passou a ser o cão mais adorado e comentado no país, indica a CBS News.

A estação norte-americana cruzou-se com exemplos no London café, onde havia mesmo cães corgi.

“Eu adoro o jubileu. Eu adoro a rainha e eu adoro que a rainha tenha corgis”, disse Francesca Shortall, com um corgi ao colo.

“É óptimo. Sinto orgulho por ser britânico”, comentou outro apaixonado pela raça de cães.

Charlotte Osten, também com o seu cão, definiu que o seu corgi iria ter o nome George (o nome do príncipe, filho de William e Catherine).

Roya Nikkhah, jornalista do Sunday Times, comentou que uma das facetas das comemorações do Jubileu de Platina era precisamente ver o “amor” de Isabel II por animais, cavalos e pelos seus corgis.

  Nuno Teixeira da Silva, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.