Conteira: a planta dos Açores que veio para substituir o plástico

Innovation Green Azores / Facebook

Tigela feita a partir de componentes da conteira

Um grupo de investigadores da Universidade dos Açores está a explorar a possibilidade de utilizar a conteira — uma planta invasora —, como substituição ao plástico descartável.

O projeto usa componentes da conteira — que existe em abundância no arquipélago —, para recriar utensílios do quotidiano que possam ser alternativas sustentáveis ao plástico descartável.

“É um dois em um: estamos a encontrar uma solução para combater uma praga e, ao mesmo tempo, a criar valor para solucionar outros problemas”, explica Telmo Eleutério, um dos membros do grupo, ao jornal Público.

Visto que a planta hedychium gardnerianum ameaça a vegetação da região, o grupo de investigadores procurou descobrir de que forma a planta podia ser útil. “Percebemos que tinha todas as capacidades necessárias para substituir o plástico descartável”, conta Telmo.

Efraimstochter / Pixabay

O grupo de investigadores usa o caule e folhas da conteira para criar produtos descartáveis.

“É uma transformação do caule e das folhas, de forma a que sejam prensadas e mudadas em objetos de utilidade corrente, como pratos, copos e talheres, que continuarão a ser descartáveis, mas depois serão biodegradáveis“, explica Roberto Amorim à RTP Açores.

Em 2014, Roberto Amorim levou a ideia até à Universidade dos Açores, dando início ao projeto. Contudo, só em 2018 com o devido financiamento, é que conseguiram prosseguir com mais testes e ensaios.

Até agora, o grupo desenvolveu protótipos de copos, pratos e tigelas, já que a aposta é nos materiais de descarte rápido. “Em geral, um copo permite duas ou três utilizações e um prato cerca de quatro ou cinco”, revela Telmo.

A deterioração do material demora 45 a 90 dias num ambiente fechado. O material serve ainda como adubo natural, fertilizando a terra. Segundo Telmo Eleutério, no prazo de dois anos os produtos vão dar entrada no mercado.

“Podemos criar equilíbrio, valorizar os recursos endógenos e olhar de outra maneira para os recursos naturais que não são vistos com o potencial que podem vir a ter”, explica o açoriano.

Prototypes looking good! #éfeitodeconteira

Publicado por Innovation Green Azores em Terça-feira, 7 de maio de 2019

Além dos pratos, copos e tigelas, o grupo de investigadores também está a trabalhar num outro projeto que tem como objetivo a criação de uma embalagem específica a partir da conteira: as cuvetes para congelados de carne.

A conteira, originária do Himalaia, tem várias flores amarelas e estiletes vermelhos compridos. Segundo a Gulbenkian, a planta é tolerante a vários tipos de solo e pode atingir entre 2 a 4 metros de altura.

DR, ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

O Ciclo Solar 25 vai afetar a vida na Terra (e a NASA explica como)

A cada 11 anos, o Sol inicia um novo ciclo solar, marcado por períodos de violentas erupções e explosões magnéticas. Em dezembro de 2019, teve início um novo ciclo solar. Na semana passada, a NASA e …

Criada para prevenir a guerra, a ONU enfrenta um mundo profundamente polarizado

Criada após a Segunda Guerra Mundial para evitar novos conflitos, a Organização das Nações Unidas (ONU) comemora esta segunda-feira o 75.º aniversário, num mundo polarizado que enfrenta uma pandemia, conflitos regionais, uma economia em declínio …

Mulher cai de carro em movimento enquanto grava vídeo para o Snapchat

Uma mulher, que ocupava o lugar do passageiro de um carro em movimento, caiu numa auto-estrada enquanto filmava um vídeo para a rede social Snapchat, no Reino Unido. Segundo a CNN, a mulher estava pendurada na …

Nos Estados Unidos, a venda de discos em vinil ultrapassou a de CD pela primeira vez desde 1986

Pela primeira vez desde 1986, as vendas de discos de vinil ultrapassaram as vendas de CD nos Estados Unidos em 2020. Os números foram apresentados na semana passada pela Associação Americana da Indústria de Gravação, …

Mourinho espera ganhar sem jogar

Tottenham iria defrontar o Leyton Orient mas também no Reino Unido há jogos de futebol em causa por causa do coronavírus. O encontro entre Leyton Orient e Tottenham, relativo à terceira eliminatória da Taça da Liga …

A máfia italiana tem uma nova arma de recrutamento: o TikTok

Os jovens membros da Camorra, organização criminosa aliada à máfia siciliana, estão a recorrer ao TikTok para divulgar o seu estilo de vida e recrutar novos membros. Em maio, um vídeo foi publicado no TikTok que …

Os três segredos para ter um bom sistema imunológico são gratuitos, avisa Fauci

Manter o sistema imunológico saudável é um dos fatores-chave para lidar com a covid-19, o que não implica necessariamente a toma de suplementos vitamínicos. Há uns tempos, quando confrontado com o facto de a atriz Jennifer …

Pinguim encontrado morto no Brasil com uma máscara inteira no estômago

Um espécime de pinguim-de-Magalhães (Spheniscus magellanicus) foi encontrado morto numa popular praia brasileira e a autópsia ao corpo revelou que o animal tinha no seu estômago uma máscara de proteção facial N95. O animal foi …

Trump quer restabelecer sanções ao Irão. ONU rejeita apoiar posição norte-americana

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, disse que somente apoiará a restituição de sanções ao Irão, exigidas pelos Estados Unidos (EUA), se receber luz verde do Conselho de Segurança. Numa carta dirigida …

Designer holandês desenvolve "caixão vivo" feito com fibras de fungos

Um corpo humano pode demorar cerca de uma década a decompor-se dentro de um caixão. Com o Living Cocoon, o tempo é reduzido para dois ou três anos. Bob Hendrikx, biodesigner fundador da Loop, desenvolveu e …