Consumo excessivo de sal pode afetar as células imunitárias

Um novo estudo mostra que comer demasiado sal pode reduzir a quantidade de energia que as células do nosso sistema imunitário podem produzir, impedindo-as de funcionar normalmente.

Há muito tempo que o consumo excessivo de sal é associado a diferentes problemas de saúde: pressão arterial alta, maior risco de ter um acidente vascular cerebral (AVC), insuficiência cardíaca, osteoporose, cancro do estômago e doenças renais.

“É claro que a primeira coisa em que se pensa é no risco cardiovascular. Mas vários estudos já mostraram que o sal também pode afetar as células imunitárias de várias formas”, disse, em comunicado, Markus Kleinewietfeld, professor associado da Universidade Hasselt, na Bélgica, e um dos autores do estudo.

De acordo com o site Live Science, há alguns anos, cientistas descobriram que grandes concentrações de sal no sangue podem afetar diretamente o funcionamento de um grupo de células do sistema imunitário conhecidas como monócitos, que são os precursores dos chamados fagócitos (que identificam e devoram patógenos e células infetadas ou mortas).

No novo estudo, publicado a 28 de abril na revista científica Circulation, a equipa conduziu uma série de experimentos para perceber como. Em primeiro lugar, os investigadores analisaram monócitos de cobaias e de humanos, tendo descoberto que, em três horas de exposição a altas concentrações de sal, as células imunitárias produziram menos energia, ou trifosfato de adenosina (ATP).

Mais especificamente, os cientistas perceberam que altas concentrações de sal inibem um grupo de enzimas, conhecido como complexo II, na reação em cadeia que produz ATP, o que leva a mitocôndria a produzir menos este nucleotídeo. Com menos ATP (e menos energia), os monócitos amadureceram em fagócitos de aparência anormal.

Segundo o mesmo site, a equipa descobriu que estes fagócitos invulgares eram mais eficazes a combater infeções. No entanto, isto não é necessariamente uma boa notícia, já que uma maior resposta imunitária pode levar a mais inflamação no corpo, o que, por sua vez, pode aumentar o risco de doenças cardíacas.

Depois, a investigação conduziu várias experiências em voluntários sendo que, numa delas, participantes saudáveis do sexo masculino tomaram, diariamente, um suplemento de sal de seis mil miligramas (quase três vezes a dose recomendada) durante duas semanas. Noutro teste, um grupo de participantes comeu uma pizza inteira, que continha 10 mil miligramas de sal.

Os cientistas concluíram que, depois de comer a pizza, as mitocôndrias destes voluntários produziram menos energia, mas este efeito não durou muito. Oito horas depois, análises ao sangue mostraram que já estavam a funcionar normalmente.

“Isto é uma coisa boa. Se tivesse sido uma alteração mais prolongada, teríamos ficado preocupados com o facto de as células não receberem energia suficiente durante um longo período de tempo”, explicou Dominik Müller, outro dos autores do estudo.

Porém, a equipa não conseguiu perceber ao certo se as mitocôndrias são afetadas a longo prazo se uma pessoa fizer uma dieta rica em sal de forma consistente. Os investigadores esperam agora entender se este mineral pode ter impacto noutras células, porque as mitocôndrias existem em quase todas as células do corpo humano.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Sonho que se tornou pesadelo". Fernando Santos admite mudanças no onze

O selecionador Fernando Santos disse hoje que Portugal vai carimbar a passagem aos ‘oitavos’ de final do Euro2020 e admite fazer mudanças na equipa para o encontro da derradeira jornada do Grupo F, com a …

Cientistas descobriram dois novos tipos de células cerebrais em ratos

Cientistas descobriram dois novos tipos de células gliais, um tipo de células do sistema nervoso central que dá suporte ao cérebro, em ratos. De acordo com o site EurekAlert!, investigadores da Universidade de Basileia, na Suíça, …

As bactérias intestinais podem influenciar a gravidade de um AVC

Uma equipa de investigadores da Cleveland Clinic, nos Estados Unidos, descobriu uma nova associação cérebro-intestino que está a surpreender a comunidade científica. Os resultados do estudo mostram como um metabólito produzido por bactérias intestinais pode amplificar …

O icónico Tamagotchi está de volta, mas desta vez em forma de smartwatch

No ano em que se celebram os 25 anos do Tamagotchi, surge uma nova versão do icónico brinquedo. O Smart é um Tamagotchi na forma de um relógio inteligente, para se usar no pulso. O …

Rã com olhos vermelhos descoberta no Equador. Chama-se Led Zeppelin

Os seus olhos vermelhos cativaram os investigadores, que decidiram batizar de Led Zeppelin uma nova espécie de rã terrestre descoberta no Equador. A Pristimantis ledzeppelin foi descoberta pelos equatorianos David Brito e Carolina Reyes, cientistas do …

Itália 1 - 0 País de Gales | “Azzurri” vencem mas galeses apuram-se

Imparável! Com o apuramento para os “oitavos” já no bolso, a Itália entrou em campo com nada mais, nada menos do que oito mexidas em relação à equipa que tinha iniciado o último jogo, frente …

Casa de banho do século XII encontrada em bar de tapas em Sevilha

Recentemente, um grupo de trabalhadores encontrou uma casa de banho do século XII dentro de um bar de tapas espanhol. A descoberta está a ajudar a perceber como era a vida em Sevilha na época. No …

Suíça 3 - 1 Turquia | Seferovic e Shaqiri “abrem o livro”

A Suíça venceu de forma categórica a Turquia por 3-1, afastou os turcos da prova e terminou o Grupo A no terceiro lugar, com quatro pontos, esperando agora pelo final da fase de grupos para …

Presidente eleito do Irão promete governo "revolucionário e anticorrupção"

O Presidente eleito do Irão, o clérigo ultraconservador Ebrahim Raissi, prometeu hoje formar um governo "trabalhador, revolucionário e anticorrupção", aludindo ao estrito cumprimento dos princípios do sistema teocrático do país. Num comunicado, Raissi apresentou-se como “um …

Na Coreia do Norte, um pacote de café pode chegar aos 80 euros

Residentes norte-coreanos dizem que uma pequena embalagem de chá preto ou um pacote de café podem chegar aos 60 e 80 euros, respetivamente. Esta semana, o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, reconheceu que o …