Nove comissários europeus alvo de pedidos de informação adicionais do PE

Nove comissários designados para o futuro executivo comunitário, entre os quais a portuguesa Elisa Ferreira, foram alvo de pedidos de informação adicionais feitos esta quinta-feira pelo Parlamento Europeu (PE), por dados incompletos ou contraditórios, informaram fontes parlamentares à Lusa.

Fontes parlamentares ouvidas hoje pela agência Lusa indicaram que, além de Elisa Ferreira, a comissão de Assuntos Jurídicos do PE enviou questões para outros oito comissários europeus designados para o executivo de Ursula von der Leyen, que não tiveram assim, nesta primeira fase, aval da assembleia europeia.

No caso de Elisa Ferreira, as questões prenderam-se com o facto de Elisa Ferreira deter ações no grupo Sonae, o que significa que a antiga vice-governadora do Banco de Portugal terá de as vender.

Elisa Ferreira, que no próximo executivo comunitário fica com a pasta da Coesão e Reformas, é casada com Fernando Freire de Sousa, presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N), entidade responsável pela aplicação de fundos comunitários.

Esta situação foi abordada pela comissão de Assuntos Jurídicos do PE, mas os eurodeputados optaram por não levantar questões sobre tal, considerando não haver conflito de interesses.

A comissão de Assuntos Jurídicos esteve reunida esta manhã à porta fechada à margem da sessão plenária do Parlamento Europeu, na cidade francesa de Estrasburgo, por mais de duas horas.

O encontro serviu para avaliar “conflitos de interesses potenciais ou reais dos comissários indigitados” pela presidente eleita do executivo comunitário, Ursula von der Leyen, como constava da ordem de trabalhos.

Os eurodeputados analisaram, assim, as declarações de interesses financeiros apresentadas pelos comissários, avaliando se estes documentos estavam ou não completos e se, do seu conteúdo, era possível inferir conflitos de interesses.

Após esta análise, os membros da comissão de Assuntos Jurídicos decidiram enviar pedidos de esclarecimentos a alguns dos comissários, entre os quais Elisa Ferreira, por considerarem, então, que as declarações de interesses apresentadas continham informações incompletas ou contraditórias, explicaram as mesmas fontes à Lusa.

Os nove comissários alvo de pedidos de informação adicionais – cujos nomes não foram revelados pelas fontes parlamentares – têm agora de responder à comissão de Assuntos Jurídicos até dia 25 de setembro, próxima quarta-feira.

Já até dia 27 de setembro, os eurodeputados da comissão de Assuntos Jurídicos analisam tal resposta e tomam uma decisão, que é remetida à comissão encarregue de ouvir cada comissário que, no caso de Elisa Ferreira, é a de Desenvolvimento Regional.

A audição à comissária portuguesa indigitada está marcada para as 18h30 de dia 2 de outubro, em Bruxelas, e contará também com a presença dos eurodeputados das comissões parlamentares de Orçamentos e de Assuntos Económicos e Monetários.

Elisa Ferreira, 63 anos, será a primeira mulher portuguesa a integrar o executivo comunitário.

Para a futura Comissão Europeia foram designados, ao todo, 26 comissários, já que o Reino Unido, que tem previsto deixar o bloco europeu a 31 de outubro, na véspera da entrada em funções do novo executivo, não designou candidato.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Rui Rio vence segunda volta. Líder reeleito quer "estabilidade, lealdade e unidade"

O presidente social-democrata, Rui Rio, afirmou hoje que espera poder “trabalhar com estabilidade e lealdade”, recusou que o PSD esteja “partido” e vincou estar “a iniciar o momento para marcar a unidade” no partido. O líder …

Gatos não se importam de comer pessoas mortas (e há um estudo que mostra como o fazem)

Uma nova investigação analisou como é que dois gatos selvagens se alimentaram de cadáveres humanos. Os animais mostraram preferência por corpos específicos ao longo de vários dias. No Forensic Investigation Research Station, no estado norte-americano do …

"Árvores dinossauro". Bombeiros australianos conseguiram salvar floresta pré-histórica

Os bombeiros australianos conseguiram salvar dos incêndios uma floresta com árvores pré-históricas localizada no sudeste do país, anunciou o Governo. Em causa estão árvores da espécie Wollemia nobilis, vulgarmente conhecidas como Pinheiro de Wollemi, que se …

Príncipe Harry e Meghan renunciam aos títulos da realeza

O Palácio de Buckingham anunciou, este sábado, um acordo em que o príncipe Harry e a sua mulher renunciaram aos respetivos títulos, abandonando os deveres enquanto membros seniores da família real do Reino Unido e …

Polaris Slingshot chega ao mercado com um sistema de transmissão inovador

A nova versão do Polaris Slingshot vem equipado com um sistema de transmissão que mescla a condução do manual com o conforto do automático. Para quem não conhece o Polaris Slingshot, apresentado pela primeira vez em …

Turistas estão a invadir Hallstatt, a aldeia austríaca que terá inspirado "Frozen"

Considerado Património Mundial pela UNESCO desde 1997, Hallstatt, na Áustria, possui apenas 778 moradores e tem uma sequência de casas em estilo alpino. Em 2010, antes do lançamento do primeiro filme da Disney, "Frozen", a cidade …

Teerão vai enviar caixa negra do avião abatido para a Ucrânia

O Irão vai enviar para a Ucrânia as gravações da caixa negra do avião ucraniano que abateu acidentalmente, na semana passada, para que sejam sujeitas a análises adicionais. Hassan Rezaeifer, chefe de investigações de acidentes do …

António Folha já não é treinador do Portimonense

O treinador apresentou a demissão do comando técnico do Portimonense, este sábado, depois de perder na deslocação ao lanterna-vermelha Desportivo das Aves, por 3-0. "Antes de me fazerem qualquer pergunta sobre o jogo, queria transmitir que …

Há pombos cowboys em Las Vegas (e voluntários estão a tentar salvá-los)

Por alguma razão, alguém decidiu colar chapéus vermelhos minúsculos de cowboy em pombos de Las Vegas, nos Estados Unidos. Agora, a equipa do Lofty Hopes Pigeon Rescue está a tentar salvá-los. Há uma missão para resgatar …

Youtube encaminha milhões de utilizadores para desinformação climática

Os algoritmos do YouTube estão a encaminhar milhões de utilizadores de vídeos de empresas para a desinformação sobre as alterações climáticas, através de serviços de publicidade online, de acordo com uma investigação da comunidade virtual …