Comissão Eleitoral rejeita candidatura de opositor número 1 de Putin

varfolomeev / Flickr

O líder da oposição russa, Alexei Navalny.

A Comissão Eleitoral russa rejeitou, esta segunda-feira, a candidatura de Alexei Navalny às presidenciais de 18 de março devido a uma condenação antiga.

O opositor número um do Kremlin, Alexei Navalny, viu a sua candidatura às presidenciais rejeitada pela Comissão Eleitoral russa. O ativista russo entregou a sua candidatura este domingo, consciente de que a antiga condenação por desvio de fundos poderia prejudicar a sua corrida às presidenciais.

Esta segunda-feira, a Comissão Central de Eleições da Rússia anunciou que a candidatura de Navalny foi rejeitada devido a essa mesma condenação. Em fevereiro, Navalny foi condenado a cinco anos de pena suspensa por desvio de fundos em 2009. A comissão eleitoral já havia alertado o líder da oposição que não poderia candidatar-se até 2028.

Navalny e os seus apoiantes consideram que esta condenação é politicamente motivada. De acordo com o Jornal de Negócios, Navalny afirmou, em debates públicos anteriores à decisão, que “estes casos foram fabricados para não me deixarem candidatar às presidenciais”.

Em reação à decisão, Navalny pediu aos eleitores que boicotem a ida às urnas. “Apenas Putin e os candidatos escolhidos pessoalmente por ele – aqueles que não representam qualquer ameaça – concorrem”, disse Navalny, afirmando que “este processo não é uma eleição”.

Segundo a lei eleitoral russa, para ser nomeado, Navalny precisa que um grupo de pelo menos 500 eleitores manifestem o apoio à sua candidatura. O opositor garante ainda que irá recorrer da decisão do Tribunal e prossegue a campanha eleitoral na esperança de poder enfrentar o chefe do Kremlin nas presidenciais, marcadas para março de 2018.

Vladimir Putin, que anunciou os seus planos de concorrer como candidato independente às eleições, deverá ser proposto como candidato através de uma iniciativa popular esta terça-feira. Apesar dos problemas de corrupção e do nível de pobreza que permanece muito alto, as pesquisas preveem uma grande vitória de Putin.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Estado de emergência devido a novo derrame de combustível no Círculo Polar Ártico

As autoridades russas declararam o estado de emergência na localidade de Tukhard, na Sibéria, devido ao derramamento de 44,5 toneladas de combustível num lago, naquele que é o segundo desastre ecológico no Círculo Polar Ártico …

Bélgica inclui Alentejo e Algarve na zona laranja com "maior vigilância"

Os viajantes que entrem na Bélgica oriundos do Alentejo e do Algarve serão sujeitos a “maior vigilância” devido à pandemia da covid-19, segundo o site do Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) belga, que não especifica …

Infetado detido em Miranda do Douro por desrespeitar confinamento obrigatório

A GNR deteve em Miranda do Douro um homem, de 26 anos, por não respeitar o confinamento obrigatório que lhe foi decretado pela autoridade de saúde pública naquele concelho do distrito de Bragança. "O homem encontrava-se …

Sudão aprova criminalização da mutilação genital feminina

O Conselho Soberano, a mais alta autoridade do Sudão, aprovou a criminalização da mutilação genital feminina (MGF), uma prática muito antiga que continua generalizada no país, anunciou o Ministério da Justiça. O Conselho Soberano, composto por …

Andrzej Duda reeleito Presidente da Polónia

O chefe de Estado polaco venceu a segunda volta das eleições Presidenciais com 51,21% dos votos, derrotando o liberal Rafal Trzaskowski, anunciou, esta segunda-feira, a Comissão Eleitoral. Segundo a Comissão Eleitoral, Andrzej Duda conseguiu a reeleição …

Manifestantes criticam escolha de Macron para o Ministério do Interior. Ministro é acusado de violação

Ativistas dos direitos das mulheres protestaram, em França e no estrangeiro, contra a nomeação do novo ministro do Interior, acusado de violação, e do ministro da Justiça, que ridicularizou o movimento #MeToo. Ativistas dos direitos das …

Cinco meses depois, chefes de diplomacia da UE voltam a reunir-se em Bruxelas

A reunião contempla temas como o impacto da pandemia, a situação na Líbia, Hong Kong e na Venezuela, as relação da União Europeia com a Índia e África e o Processo de Paz do Médio …

Há 12 países que conseguiram escapar à pandemia

Tendo em conta os casos registados e comunicados oficialmente pelas autoridades, há 12 países no mundo que não registam qualquer caso de infeção. Segundo a universidade norte-americana Johns Hopkins, a covid-19 chegou a 188 países, mas, …

"Prisioneira em casa" há 4 meses. Algarvia já fez 14 testes e não se livra do coronavírus

A algarvia Tânia Poço está infectada com o novo coronavírus há quatro meses. Nesta altura, já não tem sintomas de covid-19, mas os testes que tem feito continuam a assinalar a presença do vírus naquele …

Mais duas mortes e 306 novos casos em Portugal

Portugal regista, esta segunda-feira, mais duas mortes e 306 novos casos de infeção por covid-19 em relação a domingo. Segundo o boletim diário da Direção-Geral de Saúde (DGS), dos 306 novos casos (aumento de 0,7%), 254 são …