Afinal, comer muitos ovos não aumenta o colesterol e não faz mal ao coração

O consumo de ovos não está, afinal, relacionado com o aumento do risco cardiovascular, nem tão pouco contribui para o aumento do chamado “mau” colesterol. É a conclusão de uma nova investigação que contraria as recomendações para o consumo moderado de ovos que são feitas um pouco globalmente.

A investigação realizada por cientistas da Universidade de Sidney, na Austrália, conclui que comer até 12 ovos por semana não aumenta os riscos cardiovasculares em pessoas com pré-diabetes ou diabetes tipo 2.

Na pesquisa, que foi publicada no American Journal of Clinical Nutrition, analisaram-se os efeitos para a saúde do consumo de 12 ovos por semana durante um ano, alargando o período de outra investigação que tinha tido as mesmas conclusões e que se tinha desenrolado durante três meses.

No primeiro estudo, os participantes foram divididos em dois grupos, um consumindo 12 ovos por semana e outro consumindo menos de dois ovos por semana, e todos com a missão de manterem o mesmo peso corporal. Os investigadores não detectaram alterações nos respectivos marcadores de risco cardiovascular ao fim de três meses.

Esses mesmos participantes foram depois desafiados a enveredarem por uma dieta para perda de peso durante mais três meses, mantendo o mesmo consumo de ovos. Durante mais seis meses, completando um ano de investigação, os participantes mantiveram a dieta de alto ou baixo consumo de ovos, sendo acompanhados pelos investigadores.

Nenhum dos grupos revelou, em qualquer momento, mudanças em termos de riscos cardiovasculares, conseguindo perdas de peso equivalentes, independentemente de consumirem mais ou menos ovos.

A investigação teve em conta dados como o colesterol, os níveis de açúcar e a pressão arterial, não notando diferenças significativas entre o elevado ou o menor consumo de ovos.

“Apesar dos diferentes conselhos em torno dos níveis de segurança do consumo de ovos para as pessoas com pré-diabetes e diabetes tipo 2, a nossa pesquisa indica que as pessoas não precisam de se abster de comer ovos se estes forem parte de uma dieta saudável”, constata o investigador Nick Fuller, que liderou o estudo, em declarações ao Live Science.

Fuller destaca que uma “dieta saudável” recomenda “a substituição de gorduras saturadas (como a manteiga) por gorduras monoinsaturadas e polinsaturadas (tais como o abacate e o azeite)”.

“Enquanto os ovos são eles próprios ricos em colesterol dietético – e as pessoas com diabetes tipo 2 tendem a ter níveis superiores do colesterol “mau” da lipoproteína de baixa densidade (LDL) -, este estudo suporta pesquisas já existentes que mostram que o consumo de ovos tem poucos efeitos nos níveis do colesterol no sangue das pessoas que os consomem”, afiança ainda o investigador.

Fuller realça que os resultados da pesquisa são relevantes porque os ovos podem contribuir até para a saúde das pessoas.

“Os ovos são uma fonte de proteínas e de micro-nutrientes que podem apoiar uma série de factores dietéticos e de saúde, incluindo ajudar a regular a ingestão de gordura e de hidratos de carbono, a saúde dos olhos e do coração, vasos sanguíneos saudáveis e gravidezes saudáveis”, conclui o cientista da Universidade de Sidney.

ZAP //

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Há sempre algum inteligente a descobrir a pólvora. A vir desdizer o que todos andam a dizer há décadas. Sobretudo com estudos de 3 meses!.. Não.. Não faz mal ao coração. Só estoira com o figadeira.

  2. Shocking (not). Já se sabia há muito isto, os vegetarianos estao a prejudicar a propria saude e mais grave a saude dos filhos ao imporem-lhes uma nutricao desiquilibrada e insuficiente, pior que isso com o apoio do BE nas cantinas das escolas

  3. E claro, os especialistas que andaram anos e anos a alertar para o perigo do ovo, a prejudicar e a enganar as pessoas, desaconselhando um alimento altamente nutritivo, por ignorância ou até por malícia, não lhes vai acontecer nada, vão continuar com os seus curriculozinhos intocáveis.

  4. A classe médica e muitos doutorados em cultura de vida servem pequenas doses de informação, e portanto se eu quiser ter ovos no supermercado irei gritar bem alto aos canais de informação e a todos que eles (os ovos) não fazem muito bem a saúde, coisa e tal, e assim elimino logo metade da concorrência e o preço mantem-se por baixo. Felizmente a inteligência não foi distribuída igual por todos, e ainda bem, senão a formiga já tinha extinto o bicho Homem.

  5. lol 1 estudo que diz o que vocês gostam de ouvir e vocês ficam todos contentes =P Não sejam crentes. Primeiro, o que o estudo diz é que um grupo não é pior do que outro, isso não quer dizer que sejam ambos bons. Têm que ler nas entrelinhas ;] E segundo por o pessoal em dieta de perda de peso se calhar teve mais impacto do que os ovos. Onde está o grupo de controlo? Leiam o estudo e nao se aventurem demais com 1 notícia

  6. Afinal este estudo foi financiado pela Australian Egg Corporation Heheh Vejam o estudo completo (DOI 10.1093) e leiam logo na primeira página. Não sejam fantoches das industrias, pensem por vocês mesmos.

RESPONDER

Nobel da Física diz que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra

Didier Queloz disse, este sábado, estar convencido de que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra, razão pela qual está "zangado" com alguns argumentos do cofundador da Tesla, Elon Musk. Os suíços …

Ford está a reciclar palha de café do McDonald's. Quer transformá-la em peças de carro

https://vimeo.com/377768195 A Ford está a fabricar peças de carro através de palha de café reciclada do McDonald's. A iniciativa contribui para a redução da pegada ecológica e do desperdício alimentar. O combate às alterações climáticas cabe um …

Comité da ONU preocupado com condições das prisões em Portugal

As condições de detenção, a sobrelotação das prisões, o alegado uso da força e outros abusos contra pessoas pertencentes a grupos raciais e étnicos são as principais preocupações do Comité da ONU contra a Tortura …

Cientistas identificaram organismo que prospera ao comer meteoritos

O micróbio Metallosphaera sedula tem uma propensão para comer minerais. E não estamos a falar de granito ou giz, mas de rochas muito mais especiais como meteoritos. Segundo o Science Alert, uma equipa internacional de cientistas …

Médicos estrangeiros em Portugal atingem o valor mais alto da última década

O número de médicos estrangeiros registados em Portugal atingiu, em 2019, o valor mais elevado da última década, situando-se em 4192, mais 9,1% face a 2009, revelam dados da Ordem dos Médicos (OM). A maioria dos …

O único carro-avião do mundo vai ser vendido em leilão

O Taylor Aerocar, aquele que é o único carro-avião legalizado em todo o mundo, vai a leilão no início do próximo ano. Este modelo da marca data do ano de 1954. Se é um apaixonado por …

Marcha pelo Clima. Polícia espanhola deteve duas pessoas com facas e martelos

A Polícia Nacional de Espanha deteve, na sexta-feira, duas pessoas que pretendiam perturbar a manifestação pelo clima em Madrid, tendo apreendido vários materiais, como facas e martelos. Um homem e uma mulher foram detidos e enviados …

Reflexão, ritual ou mundo idealizado. Um Natal sem filmes, não é Natal

Se é daquelas pessoas que passa a noite da Natal com uma chávena na mão, meias nos pés e um filme na televisão, saiba que não está sozinho. Nesta altura do ano, os filmes tornam-se …

Musk ilibado depois de ter chamado "pedófilo" a mergulhador no resgate da gruta da Tailândia

O magnata fundador da Tesla, Elon Musk, foi absolvido na sexta-feira no processo por difamação movido pelo espeleólogo britânico Vernon Unsworth, que alegava ter sido chamado de pedófilo. Após cerca de uma hora de deliberações, o …

Luzes nas redes de pesca? Os golfinhos e as tartarugas agradecem

A implementação de luzes nas redes de pesca reduz a probabilidade de tartarugas marinhas e de golfinhos serem apanhados por acidente. Luzes LED nas redes de pesca eliminariam a "captura acidental" de tartarugas marinhas em mais …