Comer gelado ao pequeno-almoço torna-nos mais inteligentes

Um cientista japonês descobriu que comer um gelado ao pequeno-almoço melhora o estado de alerta e o desempenho mental.

Ao longo do estudo, Yoshihiko Koga, da Universidade de Kyorin, em Tóquio, especialista em psicofisiologia, levou a cabo ensaios clínicos nos quais reuniu um grupo de pessoas que comeu um gelado de manhã, com outras pessoas que não o fizeram.

Em seguida, os indivíduos realizaram vários exercícios mentais num computador e, segundo Koga, as pessoas que comeram um gelado apresentaram tempos de reação mais rápidos e melhores capacidades de processamento de informação.

A monitorização da atividade cerebral dos participantes revelou um aumento nas ondas alfa de alta frequência, que estão ligadas a níveis elevados de alerta e diminuição da irritação mental, destaca o Telegraph.

Para eliminar possibilidade de que as reações dos sujeitos tenham resultado do aumento dos níveis de alerta devido apenas à baixa temperatura do gelado, Koga repetiu a experiência com água fria.

Os participantes que beberam água fria mostraram uma maior agilidade e capacidade mental, mas em níveis claramente mais baixos do que entre os indivíduos que começaram o dia com um gelado.

Esta não é a primeira vez que um estudo sugere que uma sobremesa calórica traz benefícios ao ser consumida de manhã: uma investigadora da Universidade de Telavive, em Israel, descobriu que comer bolo de chocolate ao pequeno-almoço pode ajudar as pessoas a perder peso.

Segundo a cientista Daniela Jakubowicz, evitar doces pode criar um vício psicológico a longo prazo. Além disso, ingerir chocolate, bolachas e hidratos de carbono ao pequeno-almoço ajuda a diminuir o desejo por pratos calóricos durante o dia.

O psicofisiólogo Yoshihiko Koga, que procura encontrar uma ligação entre os alimentos e os processos físicos, vai continuar a investigação para conseguir descobrir qual é o ingrediente específico do gelado que está a desencadear este “impulso matinal“.

No entanto, existe ainda a possibilidade de os sentidos melhorarem apenas pelas emoções positivas que o produto desencadeia.

Por agora, este estudo é a desculpa perfeita para quem sempre desejou comer um delicioso gelado logo pela manhã – mas talvez seja melhor não contar ao seu nutricionista.

BZR, ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

PSD e CDS dão as mãos para ganhar a Madeira (e fecham a porta ao Chega)

Esta quarta-feira, o PSD e o CDS fecharam a porta ao Chega no acordo de coligação autárquica na Madeira, que ambos os partidos assinaram no Funchal. No início deste mês, o líder do PSD/Madeira Miguel Albuquerque …

"Milagre da multiplicação". Cientistas conseguiram tornar a luz ainda mais brilhante

Uma equipa de cientistas descobriu um fenómeno que aumenta a intensidade da luz emitida por um componente em nanoescala em mais de mil vezes, em relação ao que a teoria afirma ser possível. Os cientistas observaram …

Revelados novos segredos sobre o exoplaneta mais quente já descoberto

Um estudo revela novos segredos sobre o exoplaneta mais quente já descoberto, que supera os 4.700ºC e é considerado um "Júpiter quente". Descoberto em 2016, o longínquo Kelt-9 b, situado a 650 anos-luz da Terra, é …

Comer muitas refeições takeaway pode aumentar a probabilidade de morte

Comer demasiadas vezes refeições takeaway pode afetar negativamente a saúde das pessoas. Isto porque, muitas vezes, a comida em causa é fast food. A pandemia de covid-19 veio intensificar a adoração das pessoas pelas refeições takeaway. …

Fezes de morcego ajudam a decifrar o passado da humanidade

Uma equipa de investigadores australianos usou fezes de morcego para ajudar a entender uma parte do passado dos nossos ancestrais. Para perceber melhor como é que artefactos antigos são alterados pelo sedimento em que estão enterrados …

"É como fogo". Dezenas de pessoas morreram na República Dominicana após ingestão de álcool ilegal

Depois de dezenas de pessoas morreram por intoxicação nas últimas semanas, as autoridades da República Dominicana acabaram por fechar várias lojas de bebidas alcoólicas. As lojas de bebidas clandestinas situavam-se sobretudo na capital, Santo Domingo, mas …

Eis AlphaDog, a resposta da China para o cão-robô norte-americano Spot

A empresa de tecnologia Weilan, sediada em Nanjing, na China, desenvolveu o AlphaDog, um cão-robô que usa sensores e inteligência artificial (IA) para realizar uma série de aplicações, incluindo entrega de encomendas e orientação para …

E se a vacina contra a covid-19 se chamasse Trumpcine? O "sir" sugeriu e Donald Trump gostou

No fim de semana passado, durante um encontro do Comité Nacional Republicano, o ex-Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que alguém sugeriu que as vacinas disponíveis contra a covid-19 deveriam receber o seu nome. …

O custo da paz mundial é bastante inferior ao custo da guerra

Um recente relatório do Instituto de Economia e Paz (IEP) conclui que o custo dos países com a violência é bem superior ao custo com a paz mundial. O Instituto de Economia e Paz estima que, …

Malta vai pagar aos turistas que visitarem a ilha durante o verão

Numa altura em que pandemia não tem dado tréguas ao setor do turismo, Malta anunciou um conjunto de medidas com o objetivo de encorajar os viajantes a visitarem o país e a ficarem hospedados nos …