Comboio humanitário retirou-se de Ghouta sem ter entregue toda a ajuda

(dv) Syrian Arab Red Crescent / EPA

Comboio humanitário entra em Ghouta

O comboio de ajuda humanitária que entrou esta segunda-feira no feudo rebelde de Ghouta oriental, perto de Damasco, capital da Síria, retirou-se ao início da noite sem ter entregue toda a carga, distribuída “no meio de bombardeios”, informou a ONU.

“Está a acontecer agora. O comboio humanitário com destino a Goutha oriental está a retirar-se de Douma quase nove horas depois. Entregámos o máximo de ajuda possível no meio dos bombardeios”, escreveu na rede social Twitter Sajjad Malik, representante da Agência das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR). O responsável acrescentou que os civis estão a ser “mantidos reféns de uma situação trágica”.

Os 46 camiões com ajuda médica e alimentos para cerca de 27.500 pessoas, segundo o Departamento de Coordenação dos Assuntos Humanitários da ONU (OCHA), foram o primeiro comboio humanitário a entrar no enclave desde o lançamento, a 18 de fevereiro, da operação militar do regime que já matou mais de 700 civis, de acordo com uma organização não-governamental.

“O comboio humanitário teve que abreviar sua missão, quando nove camiões ainda não tinham sido descarregados”, disse à agência France Press um funcionário local da Duma. De acordo com Linda Tom, do escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA) em Damasco, os confrontos e os bombardeios continuaram durante o descarregamento da ajuda.

Um ataque aéreo atingiu Douma enquanto o comboio ainda estava na cidade, assegurou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

A ONU recebeu as autorizações necessárias para distribuir ajuda para “70.000 pessoas” e um segundo comboio humanitário está previsto para quinta-feira.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Greve dos enfermeiros. “Não posso garantir” que não haja pessoas a morrer, diz bastonário

Miguel Guimarães, bastonário da Ordem dos Médicos, esteve na segunda-feira reunido com vários diretores clínicos de hospitais afetados pela greve dos enfermeiros da área cirúrgica. À saída, foi questionado: "Pode garantir que não haja doentes a …

Buscas na Inspecção-Geral de Finanças após denúncias de subornos e toupeiras

Inspectores da Unidade de Combate à Corrupção da Polícia Judiciária (PJ) estão a realizar buscas na Inspecção-Geral de Finanças (IGF) em Lisboa, e em instalações dos ministérios das Finanças e da Defesa e também da …

Empresa que facturou 16 milhões tem sede num casebre sem luz

Uma empresa que facturou 16 milhões de euros em 2012 tem como sede uma casa em ruínas, sem electricidade e quase sem janelas, em Mira. Suspeita-se da ligação a uma fraude fiscal com a exportação …

Bruno de Carvalho suspeito de tirar meio milhão de euros ao Sporting

Duas avultadas transferências de dinheiro, que saíram do Sporting a 24 de junho, estão sob suspeita. Estão em causa cerca de meio milhão de euros que terão sido pagos a duas construtoras. Não se sabe exatamente …

Voyager 2 da NASA já entrou no espaço interestelar

Pela segunda vez na história, um objeto feito pelo homem alcançou o espaço entre as estrelas. A sonda Voyager 2 da NASA saiu da heliosfera - a bolha protetora de partículas e campos magnéticos criada …

Bombeiros não informaram Proteção Civil de 50% das ocorrências

O corte de relações entre os bombeiros voluntários e a Proteção Civil está a fazer-se sentir. Os bombeiros não informaram a Proteção Civil de 50% das ocorrências no país. A Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) …

Funcionários públicos que continuem no ativo depois dos 70 não vão perder dinheiro

Os trabalhadores da Função Pública com mais de 70 anos que queiram continuar a trabalhar e, que para isso tenham a autorização do Estado, vão passar a receber, além do salário a que têm direito, …

Viagens podem obrigar deputados a entregar novas declarações de rendimentos

Os deputados podem ter de alterar as declarações de rendimentos para incluírem o reembolso das despesas de transporte como “rendimentos do trabalho”. A notícia foi avançada esta manhã pelo Diário de Notícias e surge depois de, …

Portugal já não deve ao FMI. Pagamento antecipado poupa 100 milhões de euros

O ministro das Finanças, Mário Centeno, anunciou que Portugal concretiza esta segunda-feira o pagamento do total da dívida ao Fundo Monetário Internacional (FMI), com a liquidação de 4,7 mil milhões de euros. Numa conferência de imprensa …

37% dos portugueses rezam diariamente. Somos o 9º país mais religioso da Europa

Portugal é um dos países mais religiosos da Europa, ocupando a nona posição, à frente de Itália (13.º) e de Espanha (16.º), com 44% da população a afirmar a sua crença absoluta em Deus. Estes dados …