Coliseu esgotado para recordar Grândola Vila Morena

Wikimedia

Monumento de homenagem a Zeca Afonso em Grândola

Monumento de homenagem a Zeca Afonso em Grândola

O concerto ‘Cantar Grândola, 40 anos depois’, agendado para sexta-feira e que evocará o espectáculo realizado no Coliseu de Lisboa a 29 de Março de 1974, já está esgotado, segundo a organização.

Mais de vinte artistas portugueses e espanhóis sobem ao palco do Coliseu de Lisboa para recordar o I Encontro da Canção Portuguesa, que aconteceu há quarenta anos, naquela sala de Lisboa, e onde se entoou a canção ‘Grândola, Vila Morena’, de José Afonso.

De acordo com Vítor Sarmento, da Associação José Afonso, entidade organizadora do evento, a procura superou as expectativas e o Coliseu de Lisboa esgotou há pelo menos três dias.

“No dia do espectáculo [em 1974], a censura avisara a Casa de Imprensa, organizadora do evento, de que eram proibidas as representações de ‘Venham Mais Cinco’, ‘Menina dos Olhos Tristes’, ‘A Morte Saiu à Rua’ e ‘Gastão Era Perfeito’. Curiosamente, a ‘Grândola‘ era autorizada”, recorda a Associação José Afonso.

Militares do Movimento das Forças Armadas estariam entre a assistência, e viriam a escolher aquela música de Zeca Afonso – gravada para o álbum “Cantigas do Maio” (1971) – para senha da revolução, em parceria com os responsáveis do antigo programa radiofónico Limite, que a transmitiu, na madrugada de 25 de Abril de 1974.

Além de Zeca Afonso, nesse espectáculo participaram Adriano Correia de Oliveira, José Carlos Ary dos Santos, Carlos Paredes, Fernando Alvim, Fernando Tordo, José Jorge Letria e José Barata Moura.

Quarenta anos depois, o elenco será diferente, com mais de vinte artistas, a maioria portugueses, como Sérgio Godinho, Júlio Pereira, Amélia Muge, João Afonso, António Victorino d’Almeida e Luiz Avellar, Filipe Raposo, Francisco Fanhais, Zeca Medeiros.

A eles juntam-se ainda Manuel Freire e Carlos Alberto Moniz, que estiveram há 40 anos no coliseu, e os espanhóis Antonio Portanet, autor de ‘Vals en las ramas’ e ‘Noche de quatro lunas’ e Esther Merino, que já participou no Festival de Flamenco de Lisboa.

Em declarações à agência Lusa em Fevereiro passado, Manuel Freire recordou esse concerto emblemático como “uma coisa bastante vibrante, ver o coliseu completamente cheio a cantar aquela música”.

“Andávamos com o Zeca, conhecíamos a música, mas não tínhamos a pequena ideia de que aquilo ia acontecer [no Coliseu]”, recordou.

O músico recorda que havia recomendações para “não levantar muitas ondas porque a polícia de choque estaria à saída” do Coliseu, mas “as mensagens eram cifradas e as pessoas estavam já treinadas para as decifrar”.

‘Cantar Grândola, 40 anos depois’ é organizado pela Associação José Afonso em colaboração com a Casa da Imprensa.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Paços de Ferreira 0-5 Benfica | Seferovic “parte tudo” na Capital do Móvel

Na noite deste sábado, o Benfica somou o sétimo triunfo consecutivo no campeonato, ao golear o Paços de Ferreira por 5-0, num embate relativo à 26.ª jornada do campeonato. A equipa de Jorge Jesus, que acabou …

Após terramotos e deslizamentos, a "cidade moribunda" de Itália ainda resiste no topo de uma montanha

Chamar-se a si mesmo de "Cidade Moribunda" pode não parecer a melhor forma de atrair turistas, mas Civita, em Itália, aprendeu a viver com o facto de estar a morrer. Há vários séculos, a cidade …

"Alexa, estou com calor." Já é possível controlar o ar condicionado de um Lamborghini apenas com a voz

A Amazon está a dar um grande passo na indústria automóvel ao integrar a Alexa no Huracán EVO da Lamborghini, não apenas para fazer perguntas, mas dando ao assistente virtual a capacidade de controlar as …

Nova tecnologia pode enviar luz solar para o subsolo

Investigadores da Universidade Tecnológica de Nanyang, na Singapura, inventaram um novo dispositivo que pode ajudar o país a iluminar a sua crescente infraestrutura subterrânea. A Singapura é um dos países que tem apostado cada vez mais …

Livro lança "caça ao tesouro" a urna de ouro oferecida por Inglaterra a França antes da Entente Cordiale

Um novo enigma literário está prestes a chegar às estantes de livros com uma recompensa incomum. Pistas em "The Golden Treasure of the Entente Cordiale" podem levar leitores no Reino Unido e França a um …

Para evitar casos de burnout, LinkedIn deu uma semana de férias aos quase 16 mil funcionários

O LinkedIn decidiu dar uma semana de férias (remunerada), que começou esta segunda-feira, a todos os seus funcionários espalhados pelo mundo. O objetivo? Desconectar, recarregar baterias e prevenir casos de burnout.  "Queríamos ter a certeza de …

Pequenos nadadores-robô curam-se a si próprios (e em movimento)

Uma equipa de investigadores da American Chemical Society desenvolveu pequenos robôs nadadores que conseguem curar-se a si mesmos magneticamente. O tecido vivo pode curar-se autonomamente de muitos ferimentos, mas fornecer habilidades semelhantes a sistemas artificiais, como …

Tondela 0-2 FC Porto | Missão cumprida com serviços mínimos

Missão cumprida. O FC Porto fez poupanças no jogo com o Tondela, mas levou os três pontos para casa, graças a um triunfo por 2-0. Os “dragões” foram claramente superiores no primeiro tempo, marcaram por Toni …

Portugal pode atingir linha vermelha dos 120 novos casos por 100 mil habitantes em dois meses

Portugal pode atingir uma taxa de incidência de de 120 casos por 100 mil habitantes daqui a dois ou mais meses se se mantiver o atual ritmo de crescimento deste indicador. Esta é a conclusão de …

Akon ainda não construiu a "Wakanda da vida real", mas o Uganda já lhe está a dar terrenos para a segunda

O artista de R&B Akon ainda não concretizou a sua visão ambiciosa de uma cidade “futurística” alimentada por uma criptomoeda chamada “Akoin” e construída num terreno que lhe foi dado pelo governo senegalês. Contudo, o …