Coelhos podem ajudar a desvendar o mistério do orgasmo feminino

Cientistas acreditam que o orgasmo feminino possa ter evoluído de um mecanismo para estimular a ovulação. Como tal, os coelhos podem ajudar a oferecer uma resposta a este mistério.

O orgasmo feminino continua a ser um mistério para muitos investigadores. Enquanto nos homens o orgasmo é requerido para que haja fertilização, no caso das mulheres não é necessário haver orgasmo para que esta engravide. Ainda que as relações sexuais se tenham transformado em mais do que um meio para procriar, há muitas mulheres que ainda não experienciaram um orgasmo.

várias teorias que tentam explicar a origem do orgasmo feminino. Uma sugere que é uma forma das mulheres se conectarem com os seus parceiros; outra sugere que, como o homem e a mulher partilham uma anatomia sexual, o orgasmo feminino é um subproduto do masculino; há ainda uma outra que sugere que as contrações do orgasmo feminino ajudam na fertilização do esperma.

Um estudo publicado esta segunda-feira na revista Proceedings of the National Academy of Sciences oferece uma outra alternativa. Os investigadores acreditam que o orgasmo feminino possa ter evoluído de um mecanismo para estimular a ovulação.

A Scientific American explica que humanos e grandes macacos são conhecidos por ovular espontaneamente. Contudo, para alguns animais como coelhos e gatos, a ovulação é desencadeada pelo próprio sexo. Os cientistas acreditam que um mecanismo semelhante a este pode ter levado ao desenvolvimento do orgasmo feminino.

Para testar esta ideia, foram realizados testes com coelhos. Alguns deles foram injetados com doses diárias de um medicamento antidepressivo conhecido por causar disfunção sexual em homens e mulheres. Desta forma, a investigadora Mihaela Pavlicev conseguiu perceber que as fêmeas que receberam a medicação tinham 30% menos ovulações do que o habitual.

Isto prova que o medicamento atua no sistema central nervoso dos coelhos, afetando a ovulação. Contudo, há ainda quem se mostre reticente em relação aos resultados. Julie Bakker, especialista em neuroendocrinologia na Universidade de Liège, não participou no estudo, mas defende que uma redução de 30% é muito marginal.

“Seria muito mais convincente se não houvesse ovulação”, disse Bakker.

A cientista explicou ainda que os coelhos não têm orgasmos e que, no caso deste e de outros animais, funciona quase como um interruptor de luz, no qual a estimulação masculina ativa uma reação no cérebro que desencadeia a ovulação.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Nos Estados Unidos, há uma máquina obsoleta a dificultar a resposta à pandemia. Chama-se fax

O facto de vários departamentos de saúde pública norte-americanos ainda utilizarem o fax para trocarem informação com hospitais, centros de saúde e laboratórios que realizam testes de deteção do novo coronavírus é um grande problema …

Uber passa a estar disponível em todo o país

A plataforma de transporte pode, a partir desta terça-feira, ter operadores em todo o território nacional, considerando ser um passo importante num contexto em que o turismo interno ganha relevância, no âmbito da pandemia da …

Profissionais do SNS já trabalharam oito milhões de horas extra no primeiro semestre

No primeiro semestre de 2020, contam-se mais 1,2 milhões de horas suplementares trabalhadas, sendo que só em maio a subida foi superior a 471 mil. Segundo o Jornal de Notícias, nos primeiros seis meses deste ano, …

Rui Moreira diz que não é possível prevenir festejos de adeptos do FC Porto

O presidente da Câmara Municipal do Porto disse, esta terça-feira, não ser possível tomar medidas de prevenção em relação a possíveis festejos de adeptos do FC Porto pela conquista do título, pedindo apenas que se …

Mulher assintomática provoca surto de 71 infetados na China. Bastou entrar sozinha num elevador

A passagem de uma mulher infetada com covid-19, mas assintomática, por um elevador de um edifício habitacional na China deu origem a um surto de 71 contagiados. De acordo com o estudo publicado pelo Centro de …

Detido em França um dos pedófilos da "darknet" mais procurados do mundo

A polícia francesa prendeu um suspeito de gerir portais na "darknet" que permitiram a "milhares de internautas de todo o mundo ter acesso a fotografias ou vídeos de caráter pedopornográfico", anunciou, esta segunda-feira, o Ministério …

Mais seis mortes e 233 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, esta terça-feira, mais seis mortes e 233 novos casos de infeção por covid-19 em relação a segunda-feira. Segundo o boletim diário da Direção-Geral de Saúde (DGS), dos 233 novos casos, 143 são na região …

Itália restitui a França obra de Banksy roubada do Bataclan

Itália anunciou, esta terça-feira, que vai devolver a França uma obra atribuída a Banksy, uma homenagem às vítimas dos ataques terroristas em Paris, em 2015, roubada em 2019 e encontrada numa quinta perto de Roma. Antes, …

Há corais vermelhos na costa algarvia (e vai haver multas para quem os apanhar)

Os corais vermelhos da costa portuguesa vão passar a estar protegidos por legislação pesqueira e ambiental que está a ser preparada pelo governo e coimas elevadas, anunciou o ministro do Mar. O ministro do Mar, Ricardo …

Vieira e SAD arguidos. CMVM suspende ações do Benfica

A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) suspendeu, esta terça-feira, as negociações de ações da Benfica SAD, pouco tempo depois de ter sido confirmada a existência de três arguidos por fraude fiscal, na sequência …