Coca-Cola responde a Ronaldo: “Toda a gente tem direito às suas preferências”

John Thys / AFP

Depois de Cristiano Ronaldo ter afastado duas garrafas de Coca-Cola durante uma conferência de imprensa, a marca respondeu ao jogador, dizendo que “toda a gente tem direito às suas preferências de bebidas”.

Numa conferência de imprensa de antevisão ao Hungria-Portugal, Cristiano Ronaldo afastou duas garrafas de Coca-Cola que estavam à sua frente, em cima da mesa, e sugeriu às pessoas que bebessem água.

“Água, bebam água”, disse o internacional português.

O ECO avançou, esta terça-feira, que, na última sessão, as ações da marca caíram mais de 1%. Quando a bolsa de valores abriu na Europa, cada ação valia cerca de 46,28 euros, mas, meia hora depois do gesto, passou a valer 45,55 euros.

Mas é errado associar o gesto do capitão português à queda das ações da Coca-Cola. Afinal, a desvalorização já vinha muito de trás.

https://twitter.com/goal/status/1404716751988928515

O Mais Futebol analisou a evolução do valor das ações da marca de bebidas, em conjunto com o analista Filipe Garcia, e percebeu que o gesto de Cristiano Ronaldo foi às 14h43. Ora, a bolsa de Nova Iorque (onde a Coca-Cola está cotada) abriu às 14h30 de Portugal continental e já em queda, com um valor muito inferior ao de fecho na sexta-feira.

O diário desportivo detalha que, na sexta-feira, as ações fecharam a valer 56,1 dólares e abriram, na segunda-feira, a valer cerca de 55,7 dólares. Poucos minutos depois, tinham caído para 55,4 dólares. As 14h45, já estavam a valer apenas cerca de 55,3 dólares.

O mais surpreendente é que, de acordo com a análise do Mais Futebol, os minutos que se seguiram ao gesto de Ronaldo tiveram uma variação praticamente inexpressiva. A partir das 19h30, as ações da Coca-Cola até têm uma ligeira recuperação.

Apesar de ser incorreto associar o gesto na conferência de imprensa à queda bolsista, Filipe Garcia admite que a atitude do jogador ” teve repercussão mediática fora da esfera ibérica junto da comunidade financeira”.

Esta terça-feira, um “porta-voz” da marca disse, citado pelo Daily Mail, que “aos jogadores é oferecida água, assim como Coca-Cola e Coca Zero, à chegada às nossas conferências de imprensa”, mas “toda a gente tem direito às suas preferências no que se refere a bebidas”.

Segundo o Tribuna Expresso, a UEFA também reagiu esta terça-feira ao sucedido: sem a Coca-Cola, seria impossível “organizar um torneio com tanto sucesso para jogadores e adeptos” como o Europeu 2020 de futebol.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Homicídio com 32 anos resolvido com a menor amostra de ADN de sempre

Um caso de homicídio ocorrido há 32 anos, que muitos consideraram impossível de ser resolvido, foi finalmente desvendado (e tudo graças à amostra de ADN mais pequena de sempre usada para decifrar um caso). De acordo …

Braços robóticos controlados remotamente podem vir a realizar cirurgias delicadas

Um equipa de investigadores está a trabalhar para eliminar movimentos rígidos nos braços robóticos, de modo a torná-los mais ágeis. O objetivo é que no futuro estes possam empilhar pratos ou até realizar cirurgias delicadas. Os …

Alemão foi forçado a remover estátua do pai por esta se parecer com Hitler

Um alemão foi obrigado a retirar uma figura de madeira de um cemitério, que seria para homenagear o seu falecido pai, por ter semelhanças com o antigo ditador nazi. As autoridades do município de Weil im …

Podcast evita morte de um condenado (seis vezes)

Curtis Flowers foi julgado seis vezes pelo mesmo promotor de justiça. Um programa de investigação mudou o seu destino. O promotor continua a acreditar que Curtis é culpado. A própria equipa responsável pelo 60 Minutes, programa …

EUA venderam álbum único dos Wu-Tang Clan (que pertencia a Martin Shkreli)

O álbum do grupo Wu-Tang Clan, confiscado em 2018 ao antigo gestor de fundos Martin Shkreli, também conhecido como "o empresário mais odiado do mundo", foi agora vendido pelo Governo norte-americano. Num comunicado divulgado esta terça-feira, …

Bezos ofereceu 1,7 mil milhões de euros à NASA para entrar na corrida da próxima viagem à Lua

O empresário norte-americano ofereceu 1,7 mil milhões de euros à NASA numa tentativa de reacender a batalha espacial entre a sua empresa, a Blue Origin, e a do "rival" Elon Musk, a SpaceX. De acordo com …

Clientes com certificado digital válido impedidos de entrar em restaurantes

Estão a ser reportados vários casos de clientes que, ao apresentarem o certificado digital para poderem entrar num restaurante, não conseguem fazê-lo porque o documento está a ser considerado inválido pelos dispositivos eletrónicos. Segundo a rádio …

Covid-19 trouxe "paranoia" ao mercado

Diretor do Norwich City, da Premier League, acha que os responsáveis por alguns clubes não sabem bem o que estão a fazer nos últimos tempos. O Norwich City iria jogar contra o Coventry City, num encontro …

Israel cria "task force" para reverter boicote da Ben & Jerry's na Cisjordânia

Israel criou uma task force para pressionar a empresa de gelados norte-americana Ben & Jerry's e a sua proprietária, Unilever, a reverterem a decisão de boicotar a ocupação israelita na Cisjordânia. "Precisamos de aproveitar os 18 …

Violência armada. 430 mortos na última semana nos EUA e 2021 pode ser dos piores anos de sempre

Só na semana passada registaram-se cerca de 430 mortos e mais de 1000 feridos associados a tiroteios, num ano que está a ser marcado pelo aumento da violência armada nos Estados Unidos. O ano passado foi …