“Clima desértico do Norte de África está a saltar para Portugal”. Especialista avisa para futuro “mais inóspito e violento”

“Os jovens de hoje vão ter um mundo mais complicado, com um clima mais inóspito e mais violento”. O alerta é do presidente do Conselho Nacional do Ambiente e do Desenvolvimento Sustentável, Filipe Duarte Santos, que nota também que o “clima desértico” do Norte de África “está a saltar para o Sul da Europa”, nomeadamente para Portugal.

Em entrevista à Rádio Renascença, o especialista em alterações climáticas refere que “há uma coisa na circulação geral da atmosfera chamada a Célula de Hadley, cujo ramo descendente gera os desertos, gera o Saara, e esse ramo descendente está a avançar para Norte”. “O que acontece é que esse clima do Norte de África está a saltar para o Sul da Europa”, explica Filipe Duarte Santos.

E “uma das coisas mais preocupantes para Portugal” é “o avanço de um clima desértico que existe no Norte de África”, acrescenta o presidente do Conselho Nacional do Ambiente e do Desenvolvimento Sustentável (CNADS).

“Se falarem com as pessoas do Algarve neste momento, sobretudo com a região Leste, a situação não é famosa em termos de escassez de água“, acrescenta, como sinal desse avanço do “clima desértico”, concluindo que “os jovens de hoje vão ter um mundo mais complicado, com um clima mais inóspito e mais violento“.

Numa altura em que se realiza a Conferência da ONU sobre o Clima, em Madrid, Filipe Duarte Santos vinca a importância de conseguirmos reduzir a emissão de gases com efeito de estufa, notando que “quanto mais atrasarmos essa diminuição das emissões globais, maior será o aumento da temperatura”.

“A situação não tem estado a melhorar, porque as emissões de gases com efeito de estufa têm aumentado, em vez de diminuir, a uma média de 1,5% por ano nos últimos 10 anos”, refere.

“As pessoas podem pensar que um grau de aumento da temperatura média da atmosfera à superfície é pouco, mas tem consequências muito grandes, porque a energia necessária para conseguir esse aumento é gigantesca e isso tem consequências, sobretudo, na frequência e intensidade dos fenómenos extremos”, alerta.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, já avisou também que “estamos num buraco profundo e continuamos a cavar“.

Filipe Duarte Santos nota que “há metodologias” que podem reverter a actual tendência e ajudar a salvar o planeta, mas que “exigem um investimento muito considerável“. Esse esforço “não é só dos políticos e dos governantes”, já que todos devemos fazer “um pequeno sacrifício” para fazer “esta transição energética dos combustíveis fósseis para as energias renováveis”, constata o especialista.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Gatos não se importam de comer pessoas mortas (e há um estudo que mostra como o fazem)

Uma nova investigação analisou como é que dois gatos selvagens se alimentaram de cadáveres humanos. Os animais mostraram preferência por corpos específicos ao longo de vários dias. No Forensic Investigation Research Station, no estado norte-americano do …

"Árvores dinossauro". Bombeiros australianos conseguiram salvar floresta pré-histórica

Os bombeiros australianos conseguiram salvar dos incêndios uma floresta com árvores pré-históricas localizada no sudeste do país, anunciou o Governo. Em causa estão árvores da espécie Wollemia nobilis, vulgarmente conhecidas como Pinheiro de Wollemi, que se …

Príncipe Harry e Meghan renunciam aos títulos da realeza

O Palácio de Buckingham anunciou, este sábado, um acordo em que o príncipe Harry e a sua mulher renunciaram aos respetivos títulos, abandonando os deveres enquanto membros seniores da família real do Reino Unido e …

Polaris Slingshot chega ao mercado com um sistema de transmissão inovador

A nova versão do Polaris Slingshot vem equipado com um sistema de transmissão que mescla a condução do manual com o conforto do automático. Para quem não conhece o Polaris Slingshot, apresentado pela primeira vez em …

Turistas estão a invadir Hallstatt, a aldeia austríaca que terá inspirado "Frozen"

Considerado Património Mundial pela UNESCO desde 1997, Hallstatt, na Áustria, possui apenas 778 moradores e tem uma sequência de casas em estilo alpino. Em 2010, antes do lançamento do primeiro filme da Disney, "Frozen", a cidade …

Teerão vai enviar caixa negra do avião abatido para a Ucrânia

O Irão vai enviar para a Ucrânia as gravações da caixa negra do avião ucraniano que abateu acidentalmente, na semana passada, para que sejam sujeitas a análises adicionais. Hassan Rezaeifer, chefe de investigações de acidentes do …

António Folha já não é treinador do Portimonense

O treinador apresentou a demissão do comando técnico do Portimonense, este sábado, depois de perder na deslocação ao lanterna-vermelha Desportivo das Aves, por 3-0. "Antes de me fazerem qualquer pergunta sobre o jogo, queria transmitir que …

Há pombos cowboys em Las Vegas (e voluntários estão a tentar salvá-los)

Por alguma razão, alguém decidiu colar chapéus vermelhos minúsculos de cowboy em pombos de Las Vegas, nos Estados Unidos. Agora, a equipa do Lofty Hopes Pigeon Rescue está a tentar salvá-los. Há uma missão para resgatar …

Youtube encaminha milhões de utilizadores para desinformação climática

Os algoritmos do YouTube estão a encaminhar milhões de utilizadores de vídeos de empresas para a desinformação sobre as alterações climáticas, através de serviços de publicidade online, de acordo com uma investigação da comunidade virtual …

Paulo Gomes é o novo presidente do Vitória de Setúbal

O ex-vice-presidente, líder da lista D, foi eleito presidente do Vitória de Setúbal para o mandato 2020-2023, com um total de 875 votos. Paulo Gomes, de 50 anos, foi o mais votado das cinco listas candidatas, …