Nova lei da violência no Desporto. Claques ficam sem cadeiras nos estádios

Bruno Cantini / Atlético

A nova lei da violência no Desporto, já aprovada no Parlamento, prevê que as claques fiquem em zonas específicas dos estádios sem cadeiras. A lei vai alterar comportamentos dos adeptos de todos os clubes, mas só entra em vigor a partir da temporada 2020/21.

A nova lei da violência no Desporto prevê que as claques fiquem em zonas específicas dos estádios sem cadeiras. Esta nova lei, já aprovada no Parlamento, aguarda agora a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

Além desta medida, a lei inclui também um aumento das multas aos grupos organizados de adeptos (GOA) e aos clubes, com a hipótese de serem aplicados jogos à porta fechada.

Segundo avança o Correio da Manhã, há ainda outras alterações importantes, como a definição de uma zona especial de permanência de adeptos, espaço onde têm de estar todos aqueles que quiserem, por exemplo, exibir tarjas com dimensões superiores a 1 metro de largura por 1 metro de comprimento.

A utilização de tambores e megafones fica também limitada a estas zonas, onde apenas podem estar os GOA ou adeptos que, individualmente, estiverem registados e tiverem um cartão de adepto. De acordo com o diário, o registo passa a ser feito na Autoridade para a Prevenção e o Combate à Violência no Desporto, organismo recém-criado e cuja sede é inaugurada esta segunda-feira em Viseu.

O Benfica é o único dos três grandes que não tem qualquer claque legalizada e, segundo o CM, está contra o registo destes adeptos e prepara-se para defender a inconstitucionalidade desta lei.

“Isso é tudo perfeitamente prematuro. Estamos a analisar. Quando for tempo, o Benfica vai assumir a sua posição pública”, disse fonte oficial do clube ao jornal.

De acordo com dados divulgados em fevereiro, há 28 grupos organizados de adeptos em Portugal, com um total de 4701 membros.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

A tecnologia usada na Bitcoin também está a ser usada para encontrar o amor

Várias dating apps (aplicações de encontros) estão a recorrer ao blockchain para que os seus utilizadores possam encontrar a cara-metade de uma forma mais segura e transparente. O Tinder é provavelmente a dating app mais usada …

Elon Musk quer enviar passageiros para o Espaço já no próximo ano

O bilionário Elon Musk, também fundador da fabricante de automóveis elétricos Tesla, fez um anúncio surpreendente: quer que pôr passageiros no Espaço já em 2020. “Isto pode soar totalmente louco, mas queremos tentar entrar em órbita …

Cientistas reverteram principal sintoma da esquizofrenia em camundongos

Um medicamento que está atualmente a ser desenvolvido para tratar a leucemia reverteu (em camundongos) um sintoma de esquizofrenia anteriormente intratável: o enfraquecimento da memória de trabalho. A memória de trabalho é um processo cerebral fundamental usado …

Para as criaturas marinhas, as doenças infecciosas são a sentinela da mudança

Uma recente investigação analisou as mudanças nas doenças relatadas em espécies submarinas num período de 44 anos. A conclusão não surpreende: a saúde dos oceanos está a piorar a passos largos. A compreensão das tendências oceânicas …

Solidariedade e ambiente. Nos EUA, já é possível doar as suas peças Lego

Nunca somos demasiado velhos para brincar com peças Lego. No entanto, se estiver a ficar sem espaço para as arrumar e estiver à procura de uma forma de garantir que os seus blocos acabam em …

Eis os primeiros smartphones pensados e fabricados em África

https://vimeo.com/365789486 No Ruanda nasceram os primeiros rebentos do grupo Mara, que anunciou o lançamento dos seus dois primeiros smartphones. São os primeiros a serem totalmente fabricados em África. Estes são os dois primeiros smartphones totalmente fabricados em …

Siza Vieira recebe Grande Prémio da Academia de Belas-Artes francesa

O arquitecto Álvaro Siza Vieira recebeu o Grande Prémio de Arquitetura da Académie des Beaux-Arts, pelo conjunto do seu percurso, no valor de 35 mil euros. “É uma grande honra, porque é um prémio importante. É …

Para os jovens refugiados, um telemóvel pode ser tão importante quanto comida ou água

Entre 2015 e 2018, mais de 200.000 jovens não acompanhados reivindicaram asilo na Europa. Muitos deles, agora na União Europeia, têm uma coisa em comum: os seus smartphones. Não são apenas ferramentas para entretenimento nem uma …

Cientistas observaram pela primeira vez porcos a usar ferramentas

Uma equipa de cientistas registou pela primeira vez uma família de javalis das Visayas, num jardim zoológico em Paris, a usar paus para cavar e construir ninhos. Os porcos não gostam só de chafurdar na lama …

Transição verde: o mundo tem muito a aprender com uma pequena cidade na Islândia

Uma pequena cidade no norte da Islândia tornou-se quase neutra em dióxido de carbono (CO2). Uma equipa de cientistas viajou até ao país insular nórdico para descobrir como podemos aprender com esta cidade. Atualmente, as cidades …