Cinco expulsos e racismo a Neymar. PSG-Marselha termina com “batalha campal”

O encontro entre PSG e Marselha terminou numa verdadeira batalha campal, com o árbitro a expulsar cinco jogadores. Neymar acusou o jogador do Marselha Álvaro González de lhe ter chamado “macaco”.

O Marselha, de André Villas-Boas, derrotou este domingo o Paris Saint-Germain, por 0-1. Com este desaire, os campeões franceses e vice-campeões europeus perderam os dois primeiros jogos da Ligue 1. O PSG já tinha perdido, também por 1-0, com o Lens, na primeira jornada.

O campeonato não podia ter começado de pior forma para os parisienses, que para além das duas derrotas, registaram vários casos de covid-19 dentro do plantel. No entanto, não foi pelo resultado que o dérbi frente ao Marselha esteve em destaque. Já no fim do encontro, o árbitro da partida deu ordem de expulsão a cinco jogadores, entre os quais Neymar.

Tudo começou com uma troca de palavras acesa entre Neymar e Álvaro González, que sucedeu enquanto o encontro decorria. Contudo, foi um lance alheio a essa confusão que originou a balbúrdia.

Julien de Rosa / EPA

Neymar envolvido com Álvaro González.

Numa bola dividida, Darío Benedetto teve uma entrada dura sobre o seu compatriota argentino Leandro Paredes. O centro-campista do PSG, conhecido por ferver em pouca água, não se deixou ficar, levantou-se rapidamente e lançou-se contra o adversário. De imediato, jogadores de ambas as equipas envolveram-se num troca de empurrões.

Layvin Kurzawa e Jordan Amavi foram mais longe e recorreram aos punhos numa verdadeira batalha campal. O árbitro expulsou ambos com cartões vermelhos diretos, assim como Benedetto e Paredes.

Já Neymar foi apanhado pelo videoárbitro a dar um ‘calduço’ a Alvaro González e foi igualmente expulso. Isto porque o jogador do Marselha terá chamado “macaco” ao extremo do emblema parisiense.

A partida terminaria instantes depois, com cinco expulsões e um resultado final de 0-1 a favor do Marselha.

Através do Twitter, Neymar mostrou a sua revolta com o que aconteceu dentro de campo. “Único arrependimento que tenho é por não ter dado na cara desse babaca”, escreveu o futebolista brasileiro.

O jogador do PSG denunciou, num outro tweet publicado pouco depois, insultos racistas por parte do jogador espanhol do Marselha, que acabou por não ser sancionado pelo árbitro. Álvaro González é o mesmo atleta que, quando representava o Villarreal, foi acusado de chamar anão a Lionel Messi durante um jogo.

Na sua conta pessoal de Instagram, o jogador chegou mesmo a partilhar uma imagem totalmente preta, em honra aos protestos do movimento antirracismo ‘Black Lives Matter’. Vários adeptos comentaram a publicação, chamando hipócrita ao futebolista espanhol.

https://www.instagram.com/p/CA73Uump_s8/

DC, ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Descoberto na Austrália recife de coral mais alto do que o Empire State Building

Um novo recife "maciço" de 500 metros foi descoberto na Grande Barreira de Corais da Austrália, tornando-o mais alto do que alguns dos arranha-céus mais altos do mundo. Os cientistas encontraram o recife separado - o …

Encontrados restos de ossos e madeira em pregos que terão sido usados na crucificação de Jesus

Um geólogo israelita analisou pregos supostamente associados à crucificação de Jesus Cristo e descobriu que os objetos contêm traços de osso e madeira. Em 1990, durante a escavação em Jerusalém do túmulo de Caifás, o sumo …

Oreo construiu um "Cofre do Apocalipse" para proteger as suas famosas bolachas

Depois do Svalbard Global Seed Vault, que guarda mais de um milhão de amostras de sementes num bunker, e o Arctic World Archive, que preserva os dados do mundo de hoje, a Oreo criou um "Cofre do …

"O Palmeiras sabe quem é o Abel?" - as dúvidas no Brasil, parte II

Abel Ferreira deverá ser confirmado como novo treinador do Palmeiras nesta sexta-feira. No Brasil voltam a surgir questões sobre as contratações de técnicos estrangeiros. Lembra-se de Marco de Vargas, o jornalista da FOX Brasil que não …

Guru de seita de escravas sexuais condenado a 120 anos de prisão

O guru de uma seita de escravas sexuais, conhecida como NXIVM, foi condenado a 120 anos de prisão. Foi considerado culpado de obrigar mulheres a fazer sexo com ele. Keith Raniere, guru da seita de escravas …

Jogadores do Atlético de Madrid "apanhados" a falar sobre João Félix

Saúl e Oblak elogiaram o jovem português, durante o intervalo da receção ao Salzburgo. Tom diferente teve uma conversa entre jogadores do Real Madrid. João Félix voltou às grandes noites nas competições europeias. Depois de já …

Creches "verdes" na Finlândia mudaram o sistema imunitário das crianças

Um pequeno experimento mostra que brincar numa "pequena floresta" durante apenas um mês pode ser o suficiente para mudar o sistema imunitário de uma criança. De acordo com o site Science Alert, várias creches na Finlândia …

Museus holandeses apertam a segurança após assaltos a objetos nazis

Uniformes da SS, armas de fogo e paraquedas estão entre os objetos nazis que estão a ser roubados de museus de guerra holandeses. De acordo com o jornal The Guardian, museus de guerra por todos os …

Beber chá e falar sobre o fim da vida. Nem a pandemia acabou com os Cafés da Morte

Os Cafés da Morte são locais especialmente criados para beber chá, comer bolos e falar sobre o fim da vida. Porém, com a pandemia e a morte a ocupar os pensamentos de todos, será que …

Privados sem disponibilidade para receber doentes covid em Lisboa

Os hospitais privados da região de Lisboa e Vale do Tejo garantem não ter disponibilidade para receber doentes covid do Serviço Nacional de Saúde. Em causa estariam entre 20 a 30 camas que poderiam vir …