Cinco anos depois, Volkswagen nega reembolso a 125 mil portugueses lesados

A marca alemã Volkswagen respondeu à Deco Proteste, cinco anos após o caso “dieselgate”, informando que não irá indemnizar mais consumidores, tendo em vista os processos judiciais em curso.

Segundo noticiou esta sexta-feira a Madremedia, em Portugal, 125 mil pessoas ficaram lesadas e continuam sem indemnizações, ao contrário dos Estados Unidos (EUA), Austrália e Alemanha, onde os clientes já foram compensados.

A marca alegou que nenhum cliente terá ficado prejudicado em termos de segurança, capacidade do veículo e/ou preço na revenda. A Deco Proteste alerta para a desigualdade no tratamento de situações semelhantes e num mercado europeu que se quer único, lê-se em comunicado enviado às redações.

A 19 de setembro de 2015, a Volkswagen foi acusada de ter instalado ilegalmente um software nos seus veículos para reduzir artificialmente as emissões de monóxido de azoto durante os testes de emissões.

Embora tenha assumido a sua responsabilidade, o grupo alemão não compensou todos os clientes abrangidos pelo caso “dieselgate”. A Deco Proteste disse que a marca não só enganou os clientes anunciando que os carros tinham baixas emissões, como também “prejudicou o ambiente europeu no seu todo”.

Os clientes da Alemanha foram compensados e, quando questionada pela Deco Prosteste, a Volkswagen respondeu que “a decisão do Tribunal Federal de Justiça em Karlshruhe, em 25 de maio de 2020, baseia-se em fundamentos específicos do direito civil alemão e não altera o entendimento da marca de que os clientes não sofreram qualquer perda ou dano em resultado deste problema”.

O grupo alemão evidenciou, ainda, que “como cada jurisdição é única, com diferentes leis e sistemas jurídicos locais” e que “embora todos os clientes sejam importantes, não podemos e não devemos ignorar as diferenças fundamentais nos sistemas jurídicos das diferentes jurisdições da UE”.

Em comunicado, a Deco Prosteste continuou a lamentar, cinco anos passados, a “falta de respostas e a desigualdade” sublinhada pela marca alemã, dizendo que “é hora de compensar todos os consumidores europeus e não só os alemães”.

A organização portuguesa de defesa do consumidor realçou ainda que “em face desta posição autoritária e discriminatória” não vão desistir e que “as ações judiciais que correm nos demais países europeus – com destaque para Portugal, Espanha, Bélgica e Itália (do grupo Euroconsumers) – continuarão até todos os consumidores serem compensados de forma justa pelo engano de que foram vítimas”.

No total, foram afetados onze milhões de veículos do grupo Volkswagen, sendo que oito milhões se encontram na Europa e 125 mil automóveis em Portugal.

A Deco Proteste escreveu, em comunicado, que “acredita que apenas quando a VW assumir a responsabilidade junto de todas as vítimas europeias poderá fechar o capítulo ‘dieselgate’, virar esta página negra na história da empresa e concentrar-se nos importantes desafios que tem pela frente”.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Isto é ‘normal’. Tive uma vez uma subscrição tipo prépago da Orange (fornecedor de telecom) na qual o saldo era vitalício. Quando, depois de um ano e tal venderam o negócio aos alemães T-Mobile da Deutsche Telecom, estes quiseram naturalmente acabar com isso. Na altura eu tinha um saldo que era de 890 euros. Houve quem foi ao tribunal, mas ninguém recebeu nada. Este tipo de empresas está muito por cima das leis e eles podem fazer o que querem. No caso da VW é claro que não este perdeu os genes do terceiro império e quem confia neles devia de estudar a historia

RESPONDER

“Discriminação inaceitável”. Quase 100 mil alunos e docentes do ensino privado excluídos dos testes rápidos

Mais de 84 mil alunos e 11 mil professores do ensino privado não vão ter direito a realizar testes rápidos de antigénio quando forem retomadas as aulas presenciais. O Conselho de Ministros aprovou, este domingo, uma resolução …

Como surgiu a vida na Terra? Cientistas acreditam ter descoberto o "elemento-chave"

Uma equipa de investigadores da Ludwig-Maximilians-Universitaet, na Alemanha, mostrou que pequenas alterações nas moléculas de transferência de ARN (tARNs) permitem que se auto-agrupem numa unidade funcional que consegue replicar informações exponencialmente. Uma equipa de biólogos alemães …

Telescópio FAST detetou três misteriosos sinais rádio do ainda jovem Universo

O gigante telescópio chinês FAST (Five Hundred Metre Aperture Spherical Telescope) detetou três misteriosas rajadas rápidas de rádio (FRB) que ocorreram quando o Universo era ainda jovem. As rajadas rápidas de rádio são um dos …

Áustria reitera rejeição de acordo comercial UE-Mercosul

O Governo austríaco, numa carta enviada ao primeiro-ministro, António Costa, reiterou a sua rejeição do acordo comercial UE-Mercosul e apelou a que Portugal, enquanto presidência da União Europeia (UE), “assegure” que a sua votação seja …

Em Málaga, pode comer-se o pão mais caro do mundo. É feito com ouro e prata

É na padaria espanhola Pan Piña que se confeciona aquele que é, de momento, o pão mais caro de todo o mundo. Este é vendido por uma quantia que pode chegar até aos 3.700 euros …

Novas evidências apontam eventual localização dos destroços do MH370. Jornalista sugere que foi abatido

O chefe da busca fracassada pelo voo MH370 da Malaysia Airlines está a pedir um novo inquérito com base em novas evidências que podem finalmente resolver o mistério do desaparecimento da aeronave há sete anos. De …

Cidade nos EUA testou o rendimento básico universal. "Os números foram incríveis"

Além de a percentagem de pessoas que tinham um emprego a tempo inteiro ter subido, os participantes da iniciativa também relataram sentir-se menos ansiosos. De acordo com o estudo publicado esta quarta-feira, citado pela agência …

Belenenses 0-3 Benfica | Vendaval suíço após o descanso

O Benfica venceu o dérbi com a Belenenses SAD, em jogo a contar para 22ª jornada da Liga NOS, por 3-0. Uma partida que teve uma primeira parte mal jogada e com muitas dificuldades para as …

Investigador apresenta nova geração de drones minúsculos e ágeis. São inspirados em mosquitos

Os mosquitos são insetos incrivelmente acrobáticos e resistentes durante o voo, o que os ajuda a navegar entre rajadas de vento, obstáculos e incertezas. Agora, uma equipa de investigadores construiu um sistema que se aproxima …

OMS considera que a pandemia podia ter sido evitada se alguns países não tivessem sido lentos a reagir

O diretor-geral da OMS afirmou esta segunda-feira que alguns países reagiram lentamente à declaração de emergência sanitária global em janeiro de 2020, desperdiçando-se uma "janela de oportunidade" para evitar a pandemia de covid-19. "A 30 de …