Cientistas vão enviar mensagens para dizer “olá” primeiro aos extraterrestres

A organização sem fins lucrativos METI (Messaging Extraterrestrial Intelligence) em São Francisco, nos EUA, anunciou que vai começar a enviar sinais para o espaço a partir de 2018, para tentar contactar com extraterrestres, em vez de esperar que estes contactem a Terra.

Depois de décadas à procura de mensagens de seres extraterrestres, os cientistas dizem que é hora de cumprir uma regra básica de etiqueta – dizer “olá” primeiro.

No entanto, o plano que está a receber algumas críticas, com alguns cientistas a defender que os humanos não devem tentar procurar a vida extraterrestre, mas sim esconder-se dos alienígenas, pois existe a possibilidade de estes quererem conquistar o nosso planeta.

“É tarde demais para nos escondermos no Universo. Os extraterrestres podem estar à espera de uma indicação clara que mostre que estamos preparados para falar com eles”, explicou o presidente da METI, Dougas Vakoch.

“O ideal seria usar um transmissor bastante potente, como aqueles que são usados para estudar os planetas – como o Radiotelescópio de Arecibo”, sublinhou.

Em 2018, a organização pretende enviar algumas mensagens, via rádio ou sinais laser, para um planeta rochoso que orbita a Proxima Centauri – a estrela mais próxima do Sol – e depois para destinos mais distantes, a centenas ou milhares de anos-luz de distância.

Mas o projeto tem vindo a gerar alguma polémica. Alguns cientistas como o escritor de ficção científica David Brin e o físico Stephen Hawking perguntam: “E se os extraterrestres forem hostis, queremos realmente que saibam onde estamos?”

“Não devemos chamar a atenção para nós mesmos”, defendem os especialistas.

Outros cientistas defendem e apoiam a iniciativa, como Seth Shostak, astrónomo do Instituto SETI (Search for Extraterrestrial Intelligence), que afirma que “há algo a ser aprendido, nada a temer, e pelo menos a possibilidade de descobrir algo verdadeiramente revolucionário – que temos companhia“.

Esta não é a primeira vez que os especialistas tentam contactar com extraterrestres. Em 1974, foi enviada uma mensagem através do Radiotelescópio de Arecibo, em Porto Rico, com o objetivo de transmitir a uma possível civilização extraterrestre informações sobre o planeta Terra.

O sinal foi direcionado para o agrupamento estelar M13, que está a aproximadamente 25.000 anos-luz de distância, e possui cerca de 300.000 estrelas na Constelação de Hércules.

A mensagem foi transmitida no dia 16 de Novembro de 1974, e consistia em 1679 impulsos de código binário que demoraram três minutos a serem transmitidos.

“Se todos aqueles que podem enviar uma mensagem decidirem apenas recebe-la, esta será uma galáxia muito silenciosa”, explica o astrónomo Andrew Fraknoi, citado pelo PHYS.

O físico Stephen Hawking, que está contra a iniciativa, acredita que caso os extraterrestres descubram a Terra vão querer conquistá-la e colonizar o planeta.

BZR, ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Num planeta onde pretos, brancos, chineses, ciganos, indianos, anda tudo à pera, Cristãos com Judeus e Muçulmanos, Homem contra Natureza, Homens vs. Mulheres, etc etc etc, anda tudo demasiado ansioso pra arranjar brigas novas.

  2. Não precisa gastar tanto.nem se formado em ciências basta ler a Bíblia e vera que os extraterrestre tem visitado a terra e nos causaram grandes danos ,tem razão o cientista que dis que são hostis Leia o livro de Jo cap,1ao verso 7, e cap2 ao verso 8.extraterrestre são seres espirituais e não físico aterra já foi invadida ,eles estão ai não precisa procura no espaço!

  3. Parece-me mais conversa de malucos porém, admitindo a existência de extraterrestres ( eu creio que sim porque não acredito que, no meio de biliões de estrelas e muitos mais de planetas, só aqui é que exista vida ) concordo mais com os que defendem que o melhor mesmo é estarmos caladinhos e quietinhos. Se nos pomos a jeito ainda acabamos enra.bados, que é como quem diz, dizimados, extintos.
    É incrivel como o ser humano tem esta “capacidade” verdadeiramente única de procurar a auto-destruição. Como já foi dito aqui num outro comentário, o ser humano passa a vida a dar cabo das outras especies, da Natureza, do Ambiente, do Mar e, porque ainda deve achar que já estraga pouco, agora uns quantos iluminados ainda querem achar mais uma forma de sermos “apagados” do planeta.
    E somos nós os animais “racionais”. Começo a achar é que somos os animais mais estupidos e cretinos á face da Terra.

  4. Não se conhece nada que impeça a existencia de vida em muitos dos locais adequados que existem no universo!
    Estamos apenas começando a vislumbrar isso, bem como tudo indica que o passo seguinte será a inteligencia artificial suportada por naauinaria diversa incluindo a biológica avançada!
    Mas há que perceber as limitações que a constituição do Universo impõe a todos!
    Nem sequer podemos viajar a velocidades proximas da luz dados os efeitos reais relativisticos!
    Comunicar com os locais mais promissores na galáxia leva um tempo desencoragante para humanos já que obter uma resposta entre duas comunicações levaria até 200 mil anos tão distantes são os extremos da nossa galáxia! E para Andrómeda mais de 2 Milhões de anos!
    Para nós por enquanto não passa de um sonho! Mesmo as intersiderais mais próximas!
    Apenas as planetárias do nosso sistema parecem ao alcance dos humanos!
    O resto será evebtualmente para organismos mais complexos capazes de suportar escalas temporais desse calibre!

RESPONDER

As colónias espaciais de Bezos flutuam, são auto-sustentáveis e até se podem parecer com Florença

O CEO da Amazon e fundador da empresa de transporte aeroespacial Blue Origin levantou o véu sobre os seus planos futuros, detalhando as suas ideias para a colonização do Espaço. Jeff Bezos sonha com "cápsulas" …

Descoberta nova espécie de rã de cristal na Colômbia

Uma rã de cristal com um coaxar peculiar foi descoberta na Sierra Nevada de Santa Marta, uma cordilheira localizada na Colômbia. "Foi um golpe de sorte", revelou o cientista que encontrou o novo espécime. Segundo …

O café mais caro do mundo vende-se na California. Custa 66 euros

Um café na California, nos EUA, prepara o que apresenta como o café mais caro do mundo. Chama-se Elida Natural Geisha 803 e custa 75 dólares (66 euros) por chávena. A rede Klatch Coffee Roasters, que …

Inglês pagou 265 euros por um Picasso falso. Afinal, era verdadeiro

Um residente da cidade de Crawley, na Inglaterra, comprou por 292 dólares (cerca de 261 euros) uma pintura que achava ser uma boa farsa de um conhecido trabalho de Pablo Picasso. Porém, seis meses depois, soube …

China cria aplicação de reconhecimento facial para distinguir pandas

Investigadores do Centro de Pesquisa e Conservação da China para Pandas Gigantes, juntamente com a Universidade de Tecnologia de Nanyang, em Singapura, e a Universidade Normal de Sichuan desenvolveram uma aplicação com um software de …

Corvos da Torre de Londres "salvaram" o país. Tiveram crias pela primeira vez em 30 anos

Os icónicos corvos negros da Torre de Londres "salvaram" o Reino Unido das consequências fatídicas de uma antiga profecia ao ter descendentes pela primeira vez desde 1989. O casal formado por Huginn (o pai) e Muninn …

A Estónia só tem um lingote de ouro e nem sequer o pode vender

O Banco Central da Estónia, que completou em maio 100 anos desde a sua função, só tem um lingote de ouro e nem sequer o pode vender, uma vez que o material não é puro …

Explosão atinge autocarro de turistas perto das Pirâmides de Gizé

Uma explosão atingiu um autocarro de turistas perto das célebres pirâmides de Gizé, no Egito, provocando 17 feridos, entre naturais do Egito e da África do Sul, noticia a agência France-Presse. Um engenho explosivo detonou à …

Alerta de erupção vulcânica. Monte Hakone fechado a turistas

As autoridades japonesas activaram este domingo o alerta por possível erupção vulcânica no monte Hakone, e fecharam todos os acessos à popular paisagem natural, que é visitada anualmente por milhões de turistas. A Agência Meteorológica do …

Vírus gigantes nas águas da Índia podem resolver mistério evolutivo

Uma equipa liderada por cientistas do Instituto Indiano de Tecnologia em Bombaim descobriu mais de 20 novos vírus nas águas da cidade, incluindo versões gigantes destes agentes biológicos que podem ajudar a desvendar questões importantes …