Cientistas criam vacina universal para toda a vida contra o vírus da gripe

Uma vacina universal para proteger-nos do vírus da gripe e de todas as suas variações está a ser desenvolvida por cientistas da Universidade da Pensilvânia, nos EUA, e, em breve, pode ser testada em humanos.

As vacinas atuais, oferecidas durante as estações da gripe, podem tornar-se ineficazes à medida que as variações do vírus sofrem mutações e se tornam resistentes. Mas uma nova vacina tem como alvo uma parte do vírus que não muda entre as estirpes, o que significa que não se poderiam tornar resistentes da mesma maneira.

Os autores da pesquisa dizem que ficaram “maravilhados” com o sucesso da vacina. Segundo o novo estudo, desenvolvido por investigadores da Universidade da Pensilvânia, nos EUA, a capacidade do corpo de parar a gripe fortalece com o tempo.

“O céu é o limite”, dizem os autores da investigação, publicada na semana passada na revista científica Nature Communications. Apesar de as vacinas contra a gripe estarem amplamente disponíveis, o vírus ainda infecta milhões de pessoas todos os anos.

Muitos são hospitalizados e mais de 30 mil pessoas morrem anualmente nos EUA por causa da gripe ou complicações causadas pela doença. A vacina desenvolvida durante o estudo protegeu com sucesso da gripe cobaias de várias estirpes.

As respostas dos corpos à infeção também se fortalecem ao longo do tempo depois de serem vacinadas e tem maior eficácia após 30 semanas. “Se funcionar em humanos, mesmo em metade do que funcionou em cobaias, então o céu é o limite”, disse o autor do estudo, Dr. Scott Hensley. “Pode ser algo que todo a gente venha a utilizar no futuro para se proteger da gripe”.

A vacina funciona ao imitar uma infeção da gripe e provocando o sistema imunitário do corpo para aprender a atacar o vírus. Para se ter uma ideia, esta vacina é diferente porque, se imaginarmos que o vírus é coberto com proteínas em forma de cogumelos, ataca o caule do cogumelo.

As vacinas sazonais atacam a cabeça do cogumelo, mas estas podem mudar de forma quando as estirpes do vírus sofrem mutação, o que significa que a vacina se torna inútil. É por isso que as vacinas sazonais têm de ser dadas todos os anos – porque a natureza do vírus mudou e uma nova vacina é criada.

“Esta vacina foi capaz de fazer algo que a maioria das outras vacinas candidatas contra a gripe não foi capaz de fazer”, disse o co-autor do estudo, Dr. Drew Weissman.

“Quando começamos a testar esta vacina, ficámos impressionados com a magnitude da resposta imune”, acrescenta Hensley. Além de experiências com cobaias, os cientistas também testaram a vacina em furões e coelhos e esperam iniciar testes em humanos dentro de dois anos.

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. “Além de experiências com cobaias, os cientistas também testaram a vacina em furões e coelhos”

    Ou seja, os furões e coelhos não são cobaias. Muito bom. Sempre a aprender coisas novas aqui pelos lados do ZAP.

    • Caro Filho da Capital,
      Uma cobaia (latim científico cobaya, de língua ameríndia) é, especificamente, um pequeno roedor de cauda e orelhas curtas, originário da América do Sul, também conhecido por Porquinho da Índia. O seu uso frequente em experiências científicas levou a que se generalizasse o seu nome como sinónimo de “aquilo de que alguém se serve para fazer uma experiência”.
      Assim, efectivamente, os cientistas usaram como cobaias nesta experiência furões, coelhos e … cobaias.

        • Caro Filho da Capital,
          Em português pt_PT, “cobaia” não é um “sinônimo”, é um roedor.

          co·bai·a
          (latim científico cobaya, de língua ameríndia)
          substantivo feminino
          1. Pequeno roedor de cauda e orelhas curtas, originário da América do Sul.
          Ver imagem = CÁVIA, PORQUINHO-DA-ÍNDIA
          2. Aquilo de que alguém se serve para fazer uma experiência.
          in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa

          • Prezados

            Segundo o dicionário Caldas Aulete, referência no pt_BR ( http://www.aulete.com.br/Cobaia ), temos:

            cobaia

            (co.bai.a)

            sf.

            1. Zool. Pequeno roedor da fam. dos caviídeos (Cavia porcellus), também chamado porquinho-da-índia, muito utilizado em experiências de laboratório (inoculação, vivissecção etc.); PREÁ-DA-ÍNDIA

            2. P.ext. Camundongo ou outro animal, ger. pequeno e fácil de se criar em cativeiro, us. em experimentos científicos, esp. em testes da eficiência e dos efeitos de medicamentos, vacinas, cosméticos etc; p.ext. qualquer animal ou ser humano submetido a alguma experiência científica (em biologia, medicina, estudos do comportamento etc.)

            3. Fig. Aquilo ou aquele que é objeto de experiências ou experimentos alheios: Nenhum país deve ser cobaia de outro mais poderoso.

            [F.: Do lat. cient. cobaya.]

            Cobaia de laboratório
            1 Cobaia (1), camundongo ou outro animal (ou, p.ext., ser humano) empregado em experiência de laboratório
            2 Fig. Aquele ou aquilo que é usado ou manipulado segundo os interesses de alguém, para servir de teste ou experiência

            Sei que sou um pascácio, e não era um bom aluno na disciplina de Português, mas não consegui encontrar, na primeira definição – segundo meus professores ela é a básica – cobaia como sinônimo da expressão cobaia de laboratório.

            • Prezado leitor,

              Obrigado pela sua visita e pelo seu reparo.

              Não se trata de ser ou não bom aluno a Português. Trata-se de ser brasileiro e ter procurado dicionários de “sinônimos” em pt_BR.

              Para deixar claro, e encerrar o assunto: em português de PORTUGAL, país em que está sediado o ZAP, a cujos leitores se destinam originalmente as suas notícias e cuja língua nativa respeita, “cobaia” é um roedor.

              Para lhe facilitar o trabalho, repetimos abaixo o conteúdo do Priberam, o dicionário de português pt_PT que usamos no ZAP, relativo à palavra “cobaia”.

              co·bai·a
              (latim científico cobaya, de língua ameríndia)
              substantivo feminino
              1. Pequeno roedor de cauda e orelhas curtas, originário da América do Sul.
              Ver imagem = CÁVIA, PORQUINHO-DA-ÍNDIA
              2. Aquilo de que alguém se serve para fazer uma experiência.

              Cobaia

              in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa

  2. Ao ser certa a noticia da vacina, lá se vai um negocio milionário das multinacionais farmacêuticas, médicos farmácias e não só.
    O inventor devia ser premiado por todos os países do mundo pois acabou com a faltas ao trabalho, aumentando assim a produtividade…os tugas não devem ter ficado lá muito contentes.

RESPONDER

Contra a "vigarice" das sondagens, "o PSD teve um excelente resultado"

O PSD conseguiu todos os objectivos a que se propôs nestas eleições autárquicas, segundo Rui Rio. O presidente do PSD considera que o partido teve "um excelente resultado" contra a "vigarice" das sondagens e "contra …

Costa: "PS continua a ser o maior partido autárquico nacional"

António Costa canta vitória nas eleições autárquicas, apesar de ainda não se conhecerem os resultados finais de Lisboa, Sintra e Loures. Para o secretário-geral socialista, não há dúvida de que o "PS continua a ser …

O "primeiro amarelo" para Costa e o "CDS superou todos os objectivos"

"O CDS superou todos os objectivos a que se propôs nestas autárquicas". É assim que Francisco Rodrigues dos Santos, líder do CDS-PP, canta vitória, considerando que António Costa "viu o seu primeiro cartão amarelo". Na reacção …

Liveblog Autárquicas. Carlos Moedas ganha Lisboa

Realizam-se este domingo Eleições Autárquicas em Portugal, nas quais está em jogo a eleição de 308 presidentes de câmaras municipais, os seus vereadores e assembleias municipais, bem como 3091 assembleias de freguesia. Acompanhe tudo no …

Pegadas provam que as Américas foram povoadas milhares de anos antes do que pensávamos

Investigadores descobriram evidências da presença de humanos nas Américas: pegadas com, pelo menos, cerca de 23.000 anos. A nossa espécie começou a migrar para fora de África há cerca de 100.000 anos. Além da Antártida, as …

Jerónimo assume que CDU ficou "aquém", mas não é "determinante para a política nacional"

Jerónimo de Sousa reconhece que os resultados da CDU, nas eleições autárquicas, ficaram "aquém" dos objectivos, mas alerta que não são "determinantes para a política nacional" e rejeita a hipótese de deixar a liderança do …

Geringonça à direita... ou à esquerda? Com Moedas e Medina taco a taco, IL e Bloco entram em jogo

Freguesia a freguesia, eis como Fernando Medina e Carlos Moedas estão a disputar a eleição para a Câmara de Lisboa. As sondagens dão um empate técnico e a Iniciativa Liberal já manifestou que está disponível …

Autárquicas: PS reivindica vitória e acredita que ganha em Lisboa

O secretário-geral adjunto do PS reivindicou hoje vitória do seu partido nas eleições autárquicas, dizendo que irá vencer em número de câmaras e de freguesias, e manifestou-se confiante no quinto triunfo consecutivo em Lisboa. Esta posição …

Autárquicas: Santana reconquista a Figueira e fala numa "proeza sem igual"

Pedro Santana Lopes já fez o seu discurso de vitória como presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz, num autoelogio pelo facto de ter ganho a dois "grandes partidos", o PS e o PSD, …

Autárquicas: PS segura Almada

Aposta da CDU em Maria das Dores Meira, atual autarca de Setúbal que atingiu o limite de mandatos naquele concelho, parece não ter sortido os efeitos desejados. O Partido Socialista deverá, segundo as primeiras projeções, conseguir …