Cientistas transformam folha de espinafre em tecido cardíaco

Cientistas do Worcester Polytechnic Institute (WPI), em Massachusetts, nos EUA, descobriram uma maneira de usar estruturas de folhas de espinafre para regenerar tecidos cardíacos humanos.

O estudo foi publicado na Biomaterials, e descreve uma nova forma de criar sistemas vasculares, uma das grandes dificuldades da engenharia de tecidos. Outros cientistas já criaram grandes tecidos humanos em laboratório com impressoras em 3D, mas o grande desafio é desenvolver pequenos e delicados vasos sanguíneos, que são muito importantes para a saúde do tecido.

“A maior restrição para a engenharia de tecido é a falta de conexões vasculares. Sem esta rede, o tecido morre”, afirma o especialista Joshua Gershlack.

Uma das características da folha de espinafre é a rede de pequenas veias que levam água e nutrientes para as células. Com esta rede vegetal, foi possível replicar a forma com que o sangue se movimenta nas veias humanas.

Para tornar isto possível, foi necessário mergulhar as folhas de espinafre num tipo de detergente especial para remover todas as células vegetais das folhas, mantendo apenas as estruturas de celulose.

Joshua R. Gershlak

Decelularização da folha de espinafre

Decelularização da folha de espinafre

“A celulose é biocompatível e já foi utilizada em várias aplicações regenerativas médicas, como na engenharia de tecido de cartilagem, engenharia de ossos e cicatrização de ferimentos”, destacam os autores do estudo.

A equipa de cientistas mergulhou a estrutura da planta em células humanas para que o tecido humano pudesse crescer no apoio da folha de espinafre.

Assim, quando a folha se transforma num mini-coração, os especialistas enviam fluídos e corantes através das pequenas veias para mostrar como é que as células sanguíneas poderiam fluir neste sistema.

O objetivo final dos especialistas é conseguir substituir tecidos danificados em pacientes que sofreram um ataque cardíaco ou que têm problemas cardíacos que impedem a contração do coração.

Mas esta técnica não funciona exclusivamente em folhas de espinafre. A madeira, por exemplo, poderia ser usada para substituir ossos humanos.

“Temos ainda muito trabalho a fazer, mas por enquanto isto é muito promissor. Adaptar plantas abundantes que têm sido cultivadas há milhares de anos para usar na engenharia de tecidos pode solucionar vários problemas”, explica o cientista Glenn Gaudette.

PARTILHAR

RESPONDER

Banco Alimentar recolhe 1.605 toneladas de alimentos no fim de semana

O Banco Alimentar contra a Fome recolheu 1.605 toneladas de alimentos durante o fim de semana da campanha nacional que decorreu em mais de duas mil superfícies comerciais, anunciou a presidente do Banco Alimentar contra …

Sérgio Conceição apontado à Lazio

A imprensa italiana aponta esta segunda-feira o treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, à Lazio. O técnico português, recorde-se, passou pelo emblema italiano em duas ocasiões como jogador de futebol. O jornal italiano Il Messaggero adianta …

Filial portuguesa de multinacional alemã envolvida em subornos em Angola

A sucursal portuguesa em Angola da multinacional alemã Fresenius Medical Care, que actua na área médica, esteve envolvida num esquema de pagamento de subornos a médicos e militares angolanos que renderam 124 milhões de euros …

CGD acaba com empresa que criou há quase 20 anos com a PT

Criada há quase 20 anos pela Caixa Geral de Depósitos (CGD) e pela Portugal Telecom (PT), a Caixanet foi liquidada no início deste ano, bem como a Caixa Tec e a Sogrupo, duas outras empresas …

MB Way. Bancos "fecham" aplicação para cobrar comissões diferenciadas nas transferências

Em pleno arranque do 'open banking', os bancos estão a substituir a aplicação MB Way por soluções próprias que "amarram" os clientes, com o propósito de cobrar comissões diferenciadas nas transferências através do telemóvel. Segundo noticiou …

A abstenção venceu. É a mais alta de sempre

A abstenção foi a grande figura das eleições europeias deste domingo, tendo 68,7% dos portugueses optado por não votar. A abstenção em Portugal voltou a atingir um novo recorde, enquanto que a taxa de participação …

Neurocirurgia do Hospital de São João deixa os contentores ao fim de 12 anos

O novo serviço de neurocirurgia do Hospital de S. João, no Porto, está a funcionar desde este sábado. Ao fim de 12 anos, os serviços de neurocirurgia do Hospital de S. João, no Porto, deixaram de …

Derrota histórica para o PSD. O PS resiste, o Bloco chega-se à frente e o PAN estreia-se

A derrota do PSD, com uma desvantagem de mais de 10 pontos percentuais sobre o PS que foi o vencedor da noite eleitoral, o reforço do Bloco de Esquerda como a terceira força política e …

Sindicalista que parou o país vai representar seguranças privados

O vice-presidente do Sindicato Nacional de Motoristas e Matérias Perigosas (SNMMP), Pedro Pardal Henriques, vai acumular este cargo com a vice-presidência de um outro sindicato, o Sindicato de Segurança e Vigilantes de Portugal (SSVP), que …

Uber, táxis e Tuk-Tuk vão estar na mira da GNR

Os Ubers, táxis e Tuk-Tuk vão estar na mira da GNR que inicia, esta segunda-feira, uma operação de fiscalização intensiva aos transportes individuais de passageiros em todo o país. A fiscalização do licenciamento e a certificação …