Cientistas russos descobrem dois continentes desaparecidos no Ártico

Universidade Estatal de Novosibirsk

Dmitry Metelkin, investigador da NSU e um dos autores do estudo

Dmitry Metelkin, investigador da NSU e um dos autores do estudo

Uma equipa de cientistas siberianos descobriu que o Árctico que hoje conhecemos é afinal a terceira encarnação de uma ancestral massa de terra no topo do mundo.

A primeira incarnação do continente polar, uma massa continental chamada Arctida, formou-se há mil milhões de anos, mas partiu-se em dois há cerca de 750 milhões de anos.

500 milhões de anos mais tarde, os dois pedaços da Arctida original juntaram-se novamente, de acordo com o estudo de uma equipa de cientistas do Instituto de Geologia e Geofísica Petrolífera da Rússia e da NSU – Universidade Estatal de Novosibirsk, na Sibéria.

O continente viria a desaparecer de novo, depois de se fragmentar em vários pedaços massivos, na altura da formação do super-continente Pangea, descobriram os cientistas, segundo uma nota do gabinete de imprensa da NSU.

Universidade Estatal de Novosibirsk

O continente desaparecido Arctida, há 950 e 255 milhões de anos atrás

O continente desaparecido Arctida, há 950 e 255 milhões de anos atrás

Actualmente, o que resta de Arctida inclui, entre outros, os arquipélagos da Terra do Norte e de Svalbard, na Noruega, as ilhas da Nova Sibéria e parte da península de Taimyr, na Rússia, o extremo norte do Alaska, nos Estados Unidos, e algumas ilhas próximas da Gronelândia.

“Há pelo menos dois continentes desaparecidos na região do Árctico, e não apenas um, como pensávamos”, diz Dmitry Metelkin, investigador da NSU e um dos autores do estudo, que foi publicado na revista científica Precambrian Research.

O estudo foi baseado na análise de anos de dados paleo-magnéticos da região, recolhidos em diversas missões expedicionárias ao Árctico efectuadas pelos investigadores nos últimos 20 anos.

A exploração do Árctico tem sido objecto de interesse dos países que o rodeiam – EUA, Rússia, Canada, Dinamarca e Noruega – que disputam os eventuais lucros dos enormes depósitos de petróleo e gás natural que se estima que o continente possua.

Mas para já quem fica a ganhar é a ciência, que acumula mais conhecimento sobre a história do planeta em que vivemos.

AJB, ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Refugiados em greve de fome por falta de condições em campo bósnio

Centenas de refugiados de um campo improvisado em Vucjak, na Bósnia, estão em greve de fome pelo segundo dia consecutivo para protestar contra a situação degradante em que se encontram. Os refugiados no campo improvisado …

Ex-aliada de Bolsonaro denuncia grupo difusor de notícias falsas ligado ao Presidente

A deputada brasileira Joice Hasselmann, ex-líder do Governo de Jair Bolsonaro no congresso, denunciou na quarta-feira a atuação de um grupo difusor de "fake news" (notícias falsas) ligado ao atual Presidente, Jair Bolsonaro, e que …

Banco BiG: EUA e China vão chegar a acordo, mas não será duradouro

No "Outlook" para 2020, os analistas do banco BiG defendem que será improvável que Estados Unidos e China cheguem a um consenso suficiente para reverter as taxas aduaneiras impostas. De acordo com os analistas do banco …

Alemanha expulsa dois diplomatas russos. Rússia vai tomar medidas

Dois diplomatas russos, acusados pelo Ministério Público alemão de falta de cooperação na investigação de um homicídio, foram expulsos da Alemanha. A Rússia já reagiu e avisou que tomará medidas. Esta quarta-feira, a Alemanha expulsou "com …

Segurança Social demora quase cinco meses a pagar pensões

Em 2018, os beneficiários da Segurança Social tiveram de esperar, em média, 147 dias - cerca de cinco meses -, entre o dia que se aposentaram e o momento que começaram a receber a pensão …

Empresas fechadas e 28 mil despedimentos. Setor têxtil pode atravessar crise

Até 2025, a indústria têxtil em Portugal pode ver um terço das empresas a fecharem e 28 mil trabalhadores a serem despedidos. Este é o pior cenário equacionado no setor nos próximos anos. O setor da …

Ministério Público arquiva queixa de Aguiar-Branco contra Ana Gomes por difamação

Aguiar Branco tinha levantado um processo de difamação a Ana Gomes por declarações sobre alegadas ligações entre o seu escritório de advogados e o grupo Martifer. O Ministério Público (MP) arquivou a queixa apresentada pelo ex-ministro …

66 louvores a funcionários. Centeno é o ministro mais "agradecido" de todo o Governo

Mário Centeno e os seus secretários de Estado publicaram em Diário da República 66 louvores. O seu gabinete garante que não há qualquer significado político associado - nem mesmo uma despedida anunciada. O louvor é dado …

Os glaciares da Nova Zelândia estão a mudar de cor

À medida que o Hemisfério Sul entra no verão, acontece uma temporada catastrófica de incêndios florestais na costa leste da Austrália. Há casas destruídas, coalas a morrer e um fumo espesso que cobre o estado …

Não se irrite. Fisco vai comunicar de forma mais clara

A Autoridade Tributária e Aduaneira vai lançar um serviço de apoio e defesa ao contribuinte que usará uma linguagem mais simples e clara. A alteração é inspirada num modelo britânico. A Autoridade Tributária e Aduaneira vai …