Tratamento de enzima reverteu completamente Alzheimer em cobaias

Um novo tratamento experimental conseguiu reverter completamente a doença de Alzheimer em cobaias, apenas com a redução dos níveis de uma enzima no cérebro dos animais.

Os resultados foram publicados esta quarta-feira no Journal of Experimental Medicine e reforçam a teoria de que as placas amilóides estão na raiz da misteriosa doença cerebral. O grupo de cientistas que fez o estudo sinaliza que tratar estas placas poderia levar a uma eventual cura para a doença.

O estudo descobriu que a redução lenta dos níveis da enzima BACE1 em cobaias, à medida em que envelheciam, impediu ou reverteu a formação de placas amilóides no cérebro. As placas amilóides, formadas quando pedaços de proteína se acumulam no cérebro, são encontradas em quantidades elevadas em pacientes com Alzheimer.

A BACE1 é uma proteína que se forma naturalmente no cérebro e ajuda a produzir péptido beta-amilóide, uma proteína também envolvida na formação de placa cerebral.

Segundo defendem os cientistas da Cleveland Clinic, reduzir a BACE1 no cérebro teria um efeito de destilação, reduzindo a formação da placa. Na experiência, os cientistas examinaram os ratos criados para desenvolver a doença de Alzheimer.

Gradualmente , os ratos produziram menos enzimas BACE1 à medida que envelheciam, a última através da remoção de um gene crucial. Esses ratos deveriam ter desenvolvido a doença de Alzheimer, mas sem a BACE1, isso não aconteceu. Os ratos acabaram por se desenvolver normalmente e permaneceram saudáveis até chegarem a uma idade avançada.

Os investigadores observaram que reduzir os níveis de BACE1 não só impediu a doença de Alzheimer em cobaias, mas também reverteu a doença em animais que começavam a mostrar os primeiros sinais.

O Dr. Daniel Franc, neurologista em Santa Monica, na Califórnia, disse que, independentemente de essa descoberta exata ter sucesso para os seres humanos, os resultados continuam a ser importantes. “Eu diria que esta é uma descoberta incremental. Não é revolucionária, mas agrega mais apoio às atuais abordagens contínuas”, disse Franc.

A pesquisa dá esperança de que a ciência esteja no caminho certo para encontrar um tratamento viável. “Acho que este foi o momento ideal para pensar que teremos intervenções para a doença de Alzheimer”.

O Dr. Richard Isaacson sustenta que os resultados são promissores e acrescentaram mais provas de que o inibidor de BACE1 poderia ser um tratamento efetivo contra o Alzheimer. Mas advertiu que ainda é muito cedo para celebrar.

Os ratos são muito diferentes dos seres humanos para que possamos ter em conta estes resultados. “O outro lado da moeda é que 99% de todos os ensaios de medicamentos clínicos para a doença de Alzheimer falharam e não sabemos porquê“, disse Isaacson, que não estava envolvido no novo estudo. “Talvez o amilóide não seja o alvo certo”.

Mesmo que os amilóides sejam o alvo certo, Isaacson explicou que ainda teríamos que esperar um mínimo de cinco a sete anos antes de saber se a mesma abordagem é útil nos seres humanos.

PARTILHAR

RESPONDER

Novo estudo adensa mistério sobre "Lago dos Esqueletos" nos Himalaias

Esqueletos humanos encontrados no lago Roopkund, na Índia, pertenceram a pessoas de origens várias, algumas do Mediterrâneo, que morreram em eventos separados por mil anos. O lago Roopkund, na Índia, é famoso por terem sido descobertos …

Livro que pertencia à biblioteca particular de Fernando Pessoa vai a leilão

Um livro que pertenceu à biblioteca particular de Fernando Pessoa foi colocado à venda na leiloeira BestNet Leilões, que funciona apenas online. O leilão n.º 2291 só termina na segunda semana de setembro, mas o valor …

Buraco negro apanhado a engolir uma estrela de neutrões

Um buraco negro que engole uma estrela de neutrões terá sido detetado pela primeira vez devido a ondas gravitacionais, anunciaram esta segunda-feira cientistas. Segundo a investigadora Susan Scott, da Universidade Nacional da Austrália, que participou no …

O novo Bugatti Centodieci é mais caro do que um caça F-16

https://vimeo.com/354910872 Fica mais barato comprar um caça Lockheed F-16 de 1980 usado, do que comprar o novo Bugatti Centodieci. O exclusivo veículo da marca italiana custa 8 milhões de dólares O Centodieci, o novo modelo da Bugatti, …

Mergulhador encontra GoPro que mostra últimos momentos de vida do dono

Um mergulhador encontrou uma GoPro com os momentos finais de um jovem que se tinha afogado numa cascata no Tenessee. O achado acontece dois anos depois da sua morte, e veio dar resposta a algumas …

Vá de férias para uma ilha paradisíaca (e volte com um cão adotado)

Na ilha de Providenciales, no arquipélago das Ilhas Turcas e Caicos, nas Caraíbas, há cães a brincar pelo areal, prontos para serem adotados por turistas. A iniciativa pretende combater o abandono destes animais. São os turistas …

"TONY" é o documentário português mais visto de sempre

O filme documental "TONY", de Jorge Pelicano, que conta a vida do cantor Tony Carreira, é o documentário português mais visto de sempre em Portugal, de acordo com números do Instituto do Cinema e do …

Há milhões de abelhas a morrer no Brasil (e isso é um aviso)

A morte em massa de abelhas devido aos químicos agrícolas já é há muito tempo uma preocupação no Brasil, onde, entre 1990 e 2016, o uso de pesticidas aumentou 770%, de acordo com a FAO, …

Brexit. Holandeses preparam festa na praia para se despedirem do Reino Unido

Milhares de holandeses pretendem despedir-se do Reino Unido na praia, degustando pratos europeus, uma ideia criada nas redes sociais este fim de semana e que tem conquistado o interesse generalizado. De acordo com a agência Lusa, …

Bolsonaro usa vídeo de caça a baleias na Dinamarca para criticar Noruega

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, usou um vídeo de caça à baleia para atacar a Noruega, país que suspendeu os apoios à preservação da Amazónia, mas as imagens utilizadas são das Ilhas Faroé, da Dinamarca. "Vejam …