Cientistas recriam em vídeo 14 mil milhões de anos de evolução do Universo

 

Uma equipa internacional de investigadores criou a mais completa simulação visual de como o Universo evoluiu.

O modelo de computador mostra como as primeiras galáxias se formaram, à volta de aglomerados da misteriosa substância invisível chamada matéria escura.

É a primeira vez que o Universo é modelado de forma tão extensa e com tão grande resolução.

A simulação fornecerá uma plataforma de testes para novas teorias sobre da origem do Universo, de que é feito e como funciona.

Uma das maiores autoridades do mundo na formação de galáxias, o professor Richard Ellis, do Instituto de Tecnologia da Califórnia, descreveu a simulação como “fabulosa“.

“Agora podemos analisar como as estrelas e as galáxias se formam e relacionar os dados com o que sabemos sobre a matéria escura”, disse Ellis à BBC News.

O modelo de computador baseia-se nas teorias do professor Carlos Frenk, da Universidade de Durham, no Reino Unido.

Há mais de 20 anos que os cosmólogos criam modelos de computador sobre como o Universo evoluiu. O processo consiste em alimentar o modelo com detalhes sobre o que o Universo era logo após o Big Bang, desenvolver um programa de computador com base nas principais teorias da cosmologia e, seguidamente, deixar o programa correr.

O Universo simulado pelo programa é geralmente muito próximo do que os astrónomos realmente vêem.

Esta nova simulação, porém, apresenta um Universo que é surpreendentemente semelhante ao real.

Um portátil normal levaria quase 2 mil anos para executar a simulação. No entanto, usando supercomputadores de ponta e um software inteligente chamado Arepo, os investigadores foram capazes de processar os dados em apenas três meses.

BBC

O Universo real captado pelo telescópio Hubble, à esquerda, e a imagem gerada pela simulação à direita.

O Universo real captado pelo telescópio Hubble, à esquerda, e a imagem gerada pela simulação à direita.

Árvore cósmica

No início, a simulação mostra fios do misterioso material que os cosmólogos chamam de matéria escura a alastrar-se pelo vazio do espaço como os ramos de uma árvore cósmica.

Com a passagem de milhões de anos, os aglomerados de matéria escura concentram-se para formar as “sementes” das primeiras galáxias.

Seguidamente, surge a matéria não-escura, o material do qual, com o tempo, surgirão estrelas, planetas e vida.

Em diversas explosões cataclísmicas, a matéria é sugada para dentro de buracos negros e, em seguida, expelida: um período caótico de formação de estrelas e galáxias.

A simulação, por fim, revela um Universo que é semelhante ao que vemos ao nosso redor.

MIT

Mark Vogelsberger, MIT Kavli Institute

Mark Vogelsberger, MIT Kavli Institute

Segundo Mark Vogelsberger, do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), que liderou a pesquisa, as simulações comprovam muitas das teorias actuais de cosmologia.

“Muitas das galáxias simuladas assemelham-se bastante às galáxias do Universo real. Isso indica que o nosso conhecimento básico sobre como o Universo funciona deve estar correto e completo”, diz Vogelsberger.

A nova simulação valida em particular  a teoria de que a matéria escura é o “andaime” em que o Universo visível está pendurado.

“Se não incluirmos a matéria escura na simulação, o resultado não será parecido com Universo real”, afirma Vogelsberger..

A simulação é a primeira a mostrar a matéria visível a surgir a partir da matéria escura, e vai ajudar também os cosmólogos a aprender mais sobre outra força misteriosa, a chamada energia escura, que está a alimentar a aceleração contínua do Universo.

A ESA, Agência Espacial Europeia, planeia lançar em 2020 uma nave espacial chamada Euclid para medir a aceleração do Universo.

Simulações exactas vão ajudar nesse processo, afirma Joanna Dunkley, da Universidade de Oxford.

“Para utilizar os dados recolhidos pela Euclid, teremos que simular as nossas expectativas sobre a energia escura e comparar com o que vemos”, diz Dunkley.

Já o cosmólogo Robin Catchpole, do Instituto de Astronomia de Cambridge, é mais cauteloso sobre as novas descobertas.

Apesar de ter saudado a simulação como “espetacular“, ele disse que “é preciso não nos deixarmos levar pela sua beleza visual pura”.

Catchpole poderá ter razão, mas será fácil resistir a esta beleza visual?

BBC

A imagem mostra explosões que geraram planetas e estrelas, 4 mil milhões de anos após o Big Bang

A imagem mostra explosões que geraram planetas e estrelas, 4 mil milhões de anos após o Big Bang

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Turistas estão a invadir Hallstatt, a aldeia austríaca que terá inspirado "Frozen"

Considerado Património Mundial pela UNESCO desde 1997, Hallstatt, na Áustria, possui apenas 778 moradores e tem uma sequência de casas em estilo alpino. Em 2010, antes do lançamento do primeiro filme da Disney, "Frozen", a cidade …

Teerão vai enviar caixa negra do avião abatido para a Ucrânia

O Irão vai enviar para a Ucrânia as gravações da caixa negra do avião ucraniano que abateu acidentalmente, na semana passada, para que sejam sujeitas a análises adicionais. Hassan Rezaeifer, chefe de investigações de acidentes do …

António Folha já não é treinador do Portimonense

O treinador apresentou a demissão do comando técnico do Portimonense, este sábado, depois de perder na deslocação ao lanterna-vermelha Desportivo das Aves, por 3-0. "Antes de me fazerem qualquer pergunta sobre o jogo, queria transmitir que …

Há pombos cowboys em Las Vegas (e voluntários estão a tentar salvá-los)

Por alguma razão, alguém decidiu colar chapéus vermelhos minúsculos de cowboy em pombos de Las Vegas, nos Estados Unidos. Agora, a equipa do Lofty Hopes Pigeon Rescue está a tentar salvá-los. Há uma missão para resgatar …

Youtube encaminha milhões de utilizadores para desinformação climática

Os algoritmos do YouTube estão a encaminhar milhões de utilizadores de vídeos de empresas para a desinformação sobre as alterações climáticas, através de serviços de publicidade online, de acordo com uma investigação da comunidade virtual …

Paulo Gomes é o novo presidente do Vitória de Setúbal

O ex-vice-presidente, líder da lista D, foi eleito presidente do Vitória de Setúbal para o mandato 2020-2023, com um total de 875 votos. Paulo Gomes, de 50 anos, foi o mais votado das cinco listas candidatas, …

O mercado online de leite materno está a crescer (mas pode ser mau para os bebés)

https://vimeo.com/385229063 Para os pais que querem que o seu filho beba leite materno, mas que não conseguem produzi-lo, a possibilidade de o poder comprar na Internet pode parecer uma boa solução. No entanto, este mercado não …

Regina Duarte convidada para suceder a secretário da Cultura demitido

A atriz brasileira confirmou, na sexta-feira, ter sido convidada pelo Presidente do país para liderar a Secretaria da Cultura do Governo, após a exoneração de Roberto Alvim por ter parafraseado um discurso nazi. "É isso, recebi …

Universidade de Harvard quer criar 127 novos estados nos EUA

A Harvard Law Journal, da Universidade de Harvard, publicou um plano ousado - mas, segundo os autores, completamente constitucional - para salvar a democracia: criar 127 novos e minúsculos estados. Atualmente, todos os estados dos Estados …

IL quer reduzir IVA da alimentação infantil e retirar limitação etária nas deduções do IRS

A Iniciativa Liberal apresentou, esta sexta-feira, duas propostas para reduzir o IVA da alimentação para crianças pequenas para 6% e para eliminar a limitação etária na dedução do IRS para famílias que tenham mais do …