Cientistas puseram uma múmia de 3.000 anos a “falar” (e já a podemos ouvir)

Uma equipa de cientistas recriou o som da voz de um antigo padre egípcio com a ajuda de uma múmia com três mil anos e usando uma combinação de tomografias computadorizadas, impressão 3D e uma laringe eletrónica.

Este projeto começou em 2013 e combina conhecimento de ciências clínicas, arqueologia, egiptologia, curadoria de museus e engenharia elétrica. Durante os últimos seis anos, a equipa tem trabalhado para recriar cientificamente a voz de Nesyamun, um egípcio com 3.000 anos. Até agora, o sistema só consegue produzir apenas um som, uma vogal entre o “a” e o “e” nas palavras inglesas “mau” (bad) e “cama” (bed).

Este feito só foi possível graças à preservação da laringe e da garganta do corpo mumificado de Nesyamun. A tomografia computadorizada permitiu que a equipa reconstruisse o seu trato vocal, que foi recriado com recurso a uma impressora 3D. Depois, de acordo com o Newsweek, o modelo foi colocado no altifalante que faz parte do órgão do aparelho vocal, que reproduziu o som típico produzido por uma laringe humana no trato 3D.

“Esse processo permite o som do trato como está no sarcófago, que é um som que o trato vocal pode fazer – por isso é a sua voz“, disse David Howard, investigador da Royal Holloway, Universidade de Londres, e principal autor do estudo, que foi publicado na semana passada na revista científica Scientific Reports.

“O som resultante é um som parecido com uma vogal, porque só temos esse formato de trato vocal para ele”, disse. “Esta também é a forma do seu trato, pois está enterrado, de modo que não é necessariamente parte de um som falado. No entanto, é um som do seu trato vocal único e, por esse motivo, pode estar ligado a como soou”.

O som que se ouve é eletrónico e foi conseguido tendo em conta a posição em que o sacerdote foi mumificado, de cabeça inclinada para trás e de boca aberta, o que é pouco habitual no processo de mumificação. De acordo com os especialistas, as dimensões da laringe e do trato vocal de Nesyamun indicam que a sua voz seria mais aguda do que a do homem dos dias de hoje.

“Quando se pensa em produzir uma fala corrente, as coisas são diferentes, mas existem possibilidades. Combinar o conhecimento de fonética e linguística com a ciência da fala significa que poderíamos usá-la para antecipar gestos articulatórios típicos que teria usado para alterar a forma do trato vocal e, portanto, usar software e criar uma fala corrente. Portanto, essa é uma ideia – há muito trabalho a fazer para chegar perto disso, mas é uma possibilidade distinta para o futuro”, explicou Howard, de acordo com o jornal britânico The Guardian.

O nome de Nesyamun significa “Verdadeiro de voz”, uma coincidência que agradou os investigadores. Colocado num caixão finamente decorado, Nesyamun era sacerdote, portador de incenso e escriba no antigo templo egípcio de Karnak e terá morrido com cerca de 55 anos por volta do ano 1100 AEC por causa de uma reação alérgica grave.

Os cientistas já tinham tentado recriar as vozes de indivíduos antigos usando um software de reconhecimento facial para criar uma aproximação dos sons que teriam produzido. No entanto, esta nova investigação é a primeira a consegui-lo.

Esta múmia é uma das mais estudadas na Grã-Bretanha e este trabalho faz parte do projeto Voz do Passado. Hoje em dia, está no Museu de Leeds, em Inglaterra.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

Ministra volta atrás, descarta congelamento das carreiras e admite aumentos na Função Pública

Esta segunda-feira, a ministra da Administação Pública disse, em entrevista à Antena 1, que não poda excluir o congelamento das carreiras. Já na quarta-feira, em declarações à TSF, Alexandra Leitão mudou o discurso. Em entrevista à …

Cientistas identificam a região com o ar mais limpo à face da Terra

Uma equipa de cientistas da Universidade Estadual do Colorado (EUA) identificou a região atmosférica que possui o ar mais limpo à face da Terra. Os especialistas, liderados pela professora Sonia Kreidenweis, descobriram que a camada limite …

Abono extra e complemento de estabilização. Governo cria dois novos apoios cumulativos para quem perdeu rendimentos

O Programa de Estabilização Económica e Social (PEES) do Governo vai incluir dois novos apoios para trabalhadores e famílias que perderam parte dos seus salários nos últimos três meses devido à pandemia de covid-19. A notícia …

Bolsonaro veta transferência de 1,5 mil milhões de euros para estados e municípios

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, vetou na quarta-feira a transferência de 8,6 mil milhões de reais (1,5 mil milhões de euros) do Fundo de Reservas Monetárias (FRM) para estados e municípios combaterem a covid-19. A decisão …

O núcleo da Terra pode esconder mais de cinco oceanos no seu interior

Um novo estudo sugere que o núcleo da Terra pode abrigar uma grande quantidade de água no seu interior. Segundo os investigadores, a quantidade pode chegar ao equivalente a cinco oceanos. Muitos estudos comprovam que, sob …

Descoberto novo tipo de matéria exótica no "coração" das estrelas de neutrões

Uma investigação levada a cabo por um grupo de cientistas da Finlândia encontrou fortes evidências da existência de matéria exótica de quarks no interior dos núcleos das maiores estrelas de neutrões. Em comunicado, os cientistas …

Os asteróides Ryugu e Bennu podem ser "filhos" de um mesmo pai

Os asteróides Ryugu e Bennu podem ter sido formados a partir de um outro asteróide de grandes dimensões, sugere uma investigação internacional. Simulações numéricas de grandes ruturas de asteróides, como as que ocorrem no cinturão de …

Diário de oficial nazi revela localização de tesouro escondido na Polónia durante a 2.ª Guerra Mundial

Um diário que esteve na posse de uma sociedade secreta durante décadas contém um mapa que descreve a localização de mais de 30 toneladas de ouro escondidas pelos nazis durante a Segunda Guerra Mundial. Escrito há …

"Pés de café" ajudam robôs a andar mais rápido (e sem tropeçar)

Uma das principais aplicações para robôs com pernas é a exploração de locais de desastre. No entanto, para atravessar os escombros, estas máquinas precisam de ter "pés" firmes. Uma equipa de investigadores da Universidade da Califórnia, …

Famalicão 2-1 FC Porto | Dragões falham reentrada

O FC Porto ficou hoje com a liderança da I Liga portuguesa de futebol em risco, ao perder em casa do Famalicão, por 2-1, na 25.ª jornada, que marca o regresso após a paragem devido …