Cientistas puseram uma múmia de 3.000 anos a “falar” (e já a podemos ouvir)

Uma equipa de cientistas recriou o som da voz de um antigo padre egípcio com a ajuda de uma múmia com três mil anos e usando uma combinação de tomografias computadorizadas, impressão 3D e uma laringe eletrónica.

Este projeto começou em 2013 e combina conhecimento de ciências clínicas, arqueologia, egiptologia, curadoria de museus e engenharia elétrica. Durante os últimos seis anos, a equipa tem trabalhado para recriar cientificamente a voz de Nesyamun, um egípcio com 3.000 anos. Até agora, o sistema só consegue produzir apenas um som, uma vogal entre o “a” e o “e” nas palavras inglesas “mau” (bad) e “cama” (bed).

Este feito só foi possível graças à preservação da laringe e da garganta do corpo mumificado de Nesyamun. A tomografia computadorizada permitiu que a equipa reconstruisse o seu trato vocal, que foi recriado com recurso a uma impressora 3D. Depois, de acordo com o Newsweek, o modelo foi colocado no altifalante que faz parte do órgão do aparelho vocal, que reproduziu o som típico produzido por uma laringe humana no trato 3D.

“Esse processo permite o som do trato como está no sarcófago, que é um som que o trato vocal pode fazer – por isso é a sua voz“, disse David Howard, investigador da Royal Holloway, Universidade de Londres, e principal autor do estudo, que foi publicado na semana passada na revista científica Scientific Reports.

“O som resultante é um som parecido com uma vogal, porque só temos esse formato de trato vocal para ele”, disse. “Esta também é a forma do seu trato, pois está enterrado, de modo que não é necessariamente parte de um som falado. No entanto, é um som do seu trato vocal único e, por esse motivo, pode estar ligado a como soou”.

O som que se ouve é eletrónico e foi conseguido tendo em conta a posição em que o sacerdote foi mumificado, de cabeça inclinada para trás e de boca aberta, o que é pouco habitual no processo de mumificação. De acordo com os especialistas, as dimensões da laringe e do trato vocal de Nesyamun indicam que a sua voz seria mais aguda do que a do homem dos dias de hoje.

“Quando se pensa em produzir uma fala corrente, as coisas são diferentes, mas existem possibilidades. Combinar o conhecimento de fonética e linguística com a ciência da fala significa que poderíamos usá-la para antecipar gestos articulatórios típicos que teria usado para alterar a forma do trato vocal e, portanto, usar software e criar uma fala corrente. Portanto, essa é uma ideia – há muito trabalho a fazer para chegar perto disso, mas é uma possibilidade distinta para o futuro”, explicou Howard, de acordo com o jornal britânico The Guardian.

O nome de Nesyamun significa “Verdadeiro de voz”, uma coincidência que agradou os investigadores. Colocado num caixão finamente decorado, Nesyamun era sacerdote, portador de incenso e escriba no antigo templo egípcio de Karnak e terá morrido com cerca de 55 anos por volta do ano 1100 AEC por causa de uma reação alérgica grave.

Os cientistas já tinham tentado recriar as vozes de indivíduos antigos usando um software de reconhecimento facial para criar uma aproximação dos sons que teriam produzido. No entanto, esta nova investigação é a primeira a consegui-lo.

Esta múmia é uma das mais estudadas na Grã-Bretanha e este trabalho faz parte do projeto Voz do Passado. Hoje em dia, está no Museu de Leeds, em Inglaterra.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Mulan a preço premium estreia na Disney+ em setembro

A adaptação live-action de Mulan tem nova data de estreia. O anúncio foi feito pela Disney nesta terça-feira (4). O filme chega à plataforma de streaming Disney+ no dia 4 de setembro, estando disponível em …

Belgas trocam as voltas à pandemia e passam férias nas árvores

Enquanto uns passam o verão em casa, outros atrevem-se a ter uma experiência diferente. Alguns belgas estão a passar as noites de verão pendurados em árvores, em tendas em forma de lágrima. A pandemia de covid-19 …

Máscara inteligente traduz até oito línguas (mas não protege do coronavírus)

Esta máscara inteligente, criada por uma empresa japonesa, consegue traduzir o discurso do seu utilizador em várias línguas (mas, por si só, não o protege do novo coronavírus). Quando a pandemia de covid-19 transformou as máscaras …

Empresa fica com excedente de 40 mil quilos de frutos secos devido à covid-19

A GNS Foods, a empresa que nos últimos 30 anos forneceu os frutos secos à American Airlines, ficou com um excedente de 40 mil quilos por causa de restrições impostas devido à covid-19. Servir frutos secos …

Astronautas da NASA fizeram partidas por telefone para "matar" tempo durante o regresso à Terra

Os astronautas da NASA Bob Behnken e Doug Hurley fizeram algumas partidas por telefone durante o regresso à Terra a bordo cápsula Dragon, da empresa SpaceX de Elon Musk, num voo que foi duplamente histórico. …

Em plena pandemia, há um venezuelano que assegura os funerais no Peru

Ronald Marín é a última esperança para os habitantes de Comas, em Lima. O venezuelano é o único que realiza funerais católicos num cemitério longe do centro da capital, em plena pandemia. Vestido com uma túnica …

Covid-19 pôs mais de um milhão de portugueses em teletrabalho no 2.º trimestre

Um milhão de pessoas esteve em teletrabalho no segundo trimestre, sobretudo devido à covid-19, o equivalente a 23,1% da população empregada, enquanto mais de 600 mil não trabalharam nem no emprego nem em casa. De acordo …

Dia da Defesa Nacional regressa ao formato presencial a 2 de setembro

O Dia da Defesa Nacional, que está suspenso desde o dia 9 de março devido à pandemia de covid-19, irá regressar ao formato presencial a 2 de setembro, anunciou o Governo esta quarta-feira. Em comunicado, o …

Norte-americano detido depois de usar fundos da covid-19 para comprar um Lamborghini

As autoridades dos Estados Unidos detiveram um empresário que comprou um carro de luxo da marca Lamborghini com dinheiro que recebeu de programas federais para ajudar os afetados pelo novo coronavírus (covid-19). A notícia é …

FC Porto e Benfica disputam Supertaça a 23 de dezembro

O jogo da Supertaça, que vai opor o FC Porto ao Benfica e que deveria a abrir a temporada 2020/21, vai disputar-se a 23 de dezembro, anunciou, esta quarta-feira, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). Em …