Cientistas investigam a possibilidade de o Alzheimer ser contagioso

-

Investigaores britânicos dizem ter encontrado provas de uma possível transmissão da Doença de Alzheimer durante procedimentos médicos, num padrão semelhante ao observado com outro mal degenerativo cerebral, a Doença de Creutzfeldt-Jakob.

Num estudo publicado na revista científica Nature, a que a BBC teve acesso, cientistas da University College London argumentam que instrumentos cirúrgicos e agulhas poderão apresentar um raro mas potencial risco de contágio.

É importante ressaltar que se trata de uma estimativa ainda teórica, feita com base em autópsias de cérebros de oito pacientes.

Outros especialistas refutaram os resultados do estudo, dizendo que são inconclusivos e que não significam que o Alzheimer possa ser contagioso.

Também não existem provas de transmissão do Alzheimer entre pessoas, ou seja, não é possível ser contagiado pelo contacto com pessoas que tenham a doença.

O Alzheimer é um tipo de demência que é mais comum em pessoas de idade avançada. Trata-se de uma “morte” de células cerebrais e de um encolhimento do órgão, o que afecta muitas das suas funções.

Cerca de 35 milhões de pessoas no mundo sofrem de Alzheimer. A Doença de Creutzfeldt-Jakob (CJD), que chegou a ser chamada de “Doença das Vacas Loucas“, pode afectar pessoas mais jovens.

“Estudo deve ser visto com cautela”

Estudos como este talvez precisassem de vir com um aviso – “pode causar alarme desnecessário“, por exemplo.

Dizer isto não significa desacreditar seu valor científico – os resultados são interessantes e importantes para aprofundar o conhecimento.

Mas devem ser interpretados com cautela: há muitos “se” para que seja possível chegar a qualquer conclusão firme.

Jaunmuktane et al. Nature 525, 247–250 (2015)

A proteína Amyloid-β (a castanho) encontrada na glândula pituitária

A proteína Amyloid-β (a castanho) encontrada na glândula pituitária

Os cérebros observados são de um pequeno grupo de pacientes submetidos, anteriormente, a um tipo de tratamento que já foi abandonado há muitos anos.

Embora ainda não esteja claro o motivo pelo qual algumas pessoas desenvolvam o Alzheimer e outras não, especialistas concordam que não é possível “apanhar” a doença, como se fosse uma gripe.

Há dois grandes sinais do Alzheimer que podem ser detectados pelos cientistas. O primeiro é um aglomerado de fragmentos proteicos da proteína beta-amilóide, chamados de placas amilóides. O outro é a presença de emaranhados de uma proteína conhecida como “tau”.

Quando a equipa de cientistas comandada por John Collinge estudou os cérebros de pacientes recém-falecidos em função da Doença de Creutzfeldt-Jakob (CJD, na sigla inglesa), deparou-se justamente com essas pistas.

Factores de risco ainda são idade, genética e hábitos

Todos os pacientes tinham contraído a doença através de injecções de hormonas de crescimento que receberam enquanto crianças.

Entre os oito corpos estudados, sete tinham depósitos amilóides, algo surpreendente por causa da idade relativamente jovem (entre os 31 e os 51 anos), porque não tinham histórico familiar de Alzheimer.

Para Collinge, a descoberta sugere que as hormonas podem ter passado pequenas quantidades – ou “sementes” – de beta-amilóides, além das proteínas que causaram o CJD.

Isso significa que, em teoria, os amilóides podem ser espalhados acidentalmente em procedimentos médicos e cirúrgicos e “semear” o Alzheimer.

Estudos feitos em animais corroboram a tese, mas é preciso ter cautela.

Nenhum dos pacientes analisados teve diagnóstico de Alzheimer e não está claro se desenvolveriam demência. Também não há provas de que a acumulação de amilóides estava directamente ligada às injecções de hormonas.

Collinge, por sinal, afirma que mais estudos precisam de ser feitos. O cientista diz já ter contactado o Ministério da Saúde do Reino Unido para confirmar se existem antigos “stocks” de hormona de crescimento que possam ser examinados para detectar a presença de amilóides.

“Não acho que seja causa para alarme. Ninguém precisa de adiar ou cancelar cirurgias”, disse o cientista à BBC.

Tratamentos com injecções de hormonas de crescimento – extraídas de cadáveres humanos – foram interrompidos em 1985 depois de descoberto o risco de contágio com Creutzfeldt-Jakob.

Para o médico Eric Karran, director da Alzheimer Research UK, entidade que promove pesquisas sobre a doença, as actuais medidas de profilaxia hospitalar já tornam o risco de contágio com CJD extremamente baixo, e mesmo que se confirme o risco de transmissão do Alzheimer, há factores mais determinantes.

“Os principais factores de risco do Alzheimer ainda são idade, genética e hábitos”, afirma Karran.

ZAP / BBC

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Líder da CSU quer cadeira de Merkel (e vai disputar corrida com líder da CDU)

Se a aliança democrata-cristã CDU/CSU vencer nas eleições legislativas de setembro, o próximo chanceler alemão será um homem: o líder da CDU Armin Laschet ou o homólogo da CSU, Markus Soeder. O líder da CSU, Markus …

Irão acusa Israel de ataque a central nuclear e promete "vingança"

O Irão acusou Israel de responsabilidade num ataque que atingiu, este domingo, a instalação de enriquecimento de urânio de Natanz, deixando entender que se registaram danos nas centrifugadoras, e prometendo "vingança". "Com esta ação, o regime …

Abel Ferreira expulso e Palmeiras perde Supertaça para o Flamengo

O Flamengo bateu o Palmeiras nos penáltis, este domingo, depois de um empate 2-2 no tempo regulamentar, na final da Supertaça do Brasil, na qual o treinador português acabou expulso por protestos. O médio Raphael Veiga, …

Centeno quer que BdP possa vender bancos sem aval da Autoridade da Concorrência. Regulador está contra

As novas regras da banca preveem que o Banco de Portugal (BdP) possa alienar total ou parcialmente um banco a outra instituição sem ter de esperar pela decisão da Autoridade da Concorrência. Porém, o regulador …

Ruben Amorim falou do "campeonato cheio de artistas", mas fintou arbitragem após novo empate

O Sporting empatou o segundo jogo consecutivo e Ruben Amorim acabou expulso já depois do apito final no jogo com o Famalicão (1-1). Fintando o tema da arbitragem, o treinador dos leões falou de um …

"Só amamos as batalhas difíceis." Sócrates culpa silêncio da esquerda pela ascensão da extrema-direita

"Passei sete anos a defender-me da mentira da fortuna escondida e no final ouço, pela primeira vez, que há indícios de um crime que já prescreveu." José Sócrates escreveu um artigo de opinião, no jornal …

Crónica ZAP - Linha de Fundo por Teófilo Fernando

Linha de Fundo: O Alpinista Descendente

Maior animação no topo da tabela. Um líder em queda, o dragão europeu, uma águia mais artística. Números e frases da semana, visto da Linha de Fundo. Fama sem proveito Sporting CP (Pedro Gonçalves 25') 1 …

Mourinho soma mais uma derrota. Ingleses desiludidos com o seu futebol

O Tottenham atrasou-se, este domingo, na luta pelo acesso à Liga dos Campeões, com uma derrota caseira por 3-1 perante o Manchester United. Em Londres, na 31.ª jornada da Premier League, o Tottenham até esteve em …

TAP alarga ainda mais medidas voluntárias. Podem sair mais 600 pessoas

Elevado interesse de muitos funcionários levou a companhia aérea a criar uma fase intermédia, que começou no domingo e dura até sexta-feira, que pode levar à saída de mais 600 pessoas. A TAP anunciou que vai …

AC Milan define preço a pagar por Rafael Leão

Face ao interesse de clubes como Everton e Juventus, o AC Milan definiu a fasquia das futuras propostas por Rafael Leão: no mínimo, 50 milhões de euros. A cumprir a sua segunda temporada ao serviço do …