Cientistas extraem ouro e metais preciosos de fezes humanas

Um esgoto doméstico pode afinal ser uma mina de ouro

Cientistas americanos estão a investigar formas de extrair ouro e metais preciosos a partir dos esgotos domésticos. Uma nova corrida ao ouro no faroeste?

Um grupo de investigadores identificou resíduos de ouro nas estações de tratamento de esgoto americanas em níveis tais que, se fossem encontrados em rochas, justificariam comercialmente a sua extracção.

“O ouro que encontrámos foi do nível de um depósito mineral mínimo”, revelou uma das autoras do estudo, Kathleen Smith, da US Geological Survey.

“Há metais preciosos em todo o lado: nos produtos para o cabelo, nos detergentes, até nano-partículas colocadas nas meias para reduzir o mau odor”, acrescentou a investigadora.

Estes produtos acabam por ir parar aos esgotos e misturar-se com as fezes.

Os detalhes do estudo foram apresentados na reunião nacional da Sociedade Americana de Química, em Denver.

A extracção de metais a partir de resíduos também poderia ajudar a conter a libertação de substâncias tóxicas no meio ambiente.

Heather Lowers / USGS Denver Microbeam Laboratory

Os resíduos de um milhão de americanos poderiam conter até 12 milhões de euros em metais preciosos

Os resíduos de um milhão de americanos poderiam conter até 12 milhões de euros em metais preciosos

Segundo o estudo, qualquer que seja a sua origem, dejectos contendo estes metais são canalizados para as estações de tratamento de esgotos. Muitos desses metais acabam entre os resíduos sólidos que são filtrados nestas estações.

Além de ouro e prata, estes dejectos contêm metais raros como paládio e vanádio.

“Queremos recolher metais valiosos que poderiam ser vendidos, incluindo alguns dos metais tecnologicamente mais importantes, como o vanádio e o cobre, usados em ligas metálicas e por exemplo no fabrico de telemóveis e computadores”, explica Smith, citada pela BBC.

A equipa estima que 7 milhões de toneladas de resíduos sólidos saiam das estações de tratamento de esgoto dos Estados Unidos todos os anos.

Cerca de metade é usada como fertilizante, enquanto a outra metade é incinerada ou enviada para aterros sanitários.

Os cientistas estão a fazer experiências com lixiviados, as mesmas substâncias químicas que a mineração industrial usa para extrair os metais preciosos das rochas.

Embora alguns desses lixiviados tenham má reputação por afectar os ecossistemas quando são derramados no meio ambiente, Smith diz que, num ambiente controlado, poderiam ser usados com segurança para extrair metais de resíduos sólidos tratados.

Num estudo anterior, uma equipa de cientistas calculou que os resíduos de um milhão de americanos poderiam conter até 12 milhões de euros em metais preciosos.

Na nova corrida ao ouro no faroeste, a piaçaba substitui a picareta.

ZAP / BBC

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Fotografia com pombos? Na Tailândia, há "profissionais" contratados para assustá-los

A área de uma das portas da cidade, Tha Pae, parte do que resta da muralha vermelha que protegia a cidade antiga em Chiang Mai, na Tailândia, é uma das maiores atrações turísticas locais. Os turistas …

Sky News lança canal sem qualquer notícia sobre o Brexit

O canal Sky News Brexit-Free foi esta quarta-feira para o ar às 17h horas, sendo que os seus programas serão transmitidos até às 22h, de segunda a sexta-feira. O grupo de televisão britânico Sky vai lançou …

Vacina contra o cancro da mama pode estar disponível dentro de 8 anos

Investigadores da Clínica Mayo desenvolveram uma vacina contra o cancro ovário e da mama que poderá estar disponível comercialmente dentro de apenas oito anos. A ideia da vacina é estimular o próprio sistema imunológico dos pacientes …

Busca pelo avião de Amelia Earhart só encontrou chapéus, detritos de um naufrágio e uma lata de refrigerante

A mais recente busca pelos restos do avião de Amelia Earhart, a famosa aviadora americana que desapareceu sobre o Pacífico em 1937, terminou sem resultados. De acordo com o jornal norte-americano The New York Times, a investigação …

Protestos em Hong Kong. LeBron acusado de apoiar regime chinês

A super estrela do basquetebol LeBron James juntou-se à polémica entre a NBA e a China, após apelidar de “mal-informado” o treinador dos Houston Rockets, Daryl Morey, que expressou apoio aos manifestantes em Hong Kong …

Acordo para o Brexit está "prestes a ficar fechado"

A chanceler alemã, Angela Merkel, e o Presidente francês, Emmanuel Macron, disseram esta quarta-feira que um acordo para o Brexit está em finalização e poderá ser apresentado quinta-feira para aprovação no Conselho Europeu. "Quero acreditar que …

Em Chernobyl, estão a desaparecer "as memórias que as pessoas deixaram para trás"

Chernobyl é, atualmente, a maior atração internacional da Ucrânia e o novo presidente, Volodymyr Zelenski, já apresentou um projeto para trazer ainda mais turistas. No entanto, estão a desaparecer "as memórias que as pessoas deixaram …

Huawei afirma que a tecnologia 6G vai estar disponível daqui a 10 anos

O CEO da Huawei, Ren Zhengfei, assinalou, durante uma entrevista à CNBC, que a sua empresa está a trabalhar em redes móveis 6G, que estarão completamente desenvolvidas daqui a 10 anos.   "Trabalhámos em 5G e 6G …

Nazismo e comunismo classificados em pé de igualdade pelo Parlamento Europeu

No passado dia 19 de setembro, a União Europeia colocou comunismo e nazismo em pé de igualdade, depois de aprovar no Parlamento Europeu uma resolução condenando ambos os regimes por terem cometido "genocídios e deportações …

Conselho da Europa teme que polícia de Malta tenha “recusado provas” no caso da jornalista assassinada

Daphne Galizia era jornalista, acompanhava casos de corrupção no país e foi assassinada há dois anos. Pieter Omtzigt, relator do Conselho da Europa responsável pelo caso, diz que a abordagem da polícia e dos …