Cientistas escrevem código quântico num chip de silício pela primeira vez

Pela primeira vez, cientistas demonstraram que podem escrever e manipular um código quântico num chip de silício, abrindo caminho para os tão esperados e superpoderosos computadores quânticos.

A pesquisa, realizada por engenheiros da Universidade de New South Wales, na Austrália, foi publicada na revista Nature Nanotechnology.

O sucesso dependeu do estranho fenómeno conhecido como “emaranhamento”, usando dois bits quânticos com a maior precisão registada até hoje.

Todas as outras peças necessárias para a construção de um computador quântico já estão disponíveis, em grande parte devido a outra pesquisa da mesma equipa, que criou a primeira porta lógica em silício.

Sobreposição

Os computadores tradicionais são codificados com bits tradicionais, que podem estar num de dois estados: 1 ou 0. Em conjunto, dois bits criam códigos que podem ser usados para programar instruções complexas.

Na computação quântica, há a possibilidade dos bits estarem num estado chamado de “sobreposição”, o que significa que podem ser 1 e 0 ao mesmo tempo – o que aumenta exponencialmente as variações de programação.

UNSW Engineering

-

Os engenheiros australianos não só conseguiram criar esses bits em sobreposição, como o fizeram em microchips muito semelhantes aos que compõem os computadores comuns atuais.

O segredo para escrever o código quântico é o entrelaçamento, ou emaranhamento quântico. Quando duas partículas estão entrelaçadas, isto significa que a medição de uma afeta imediatamente o estado da outra, mesmo que estejam a milhares de quilómetros de distância.

Este efeito intrigou grandes mentes da física, incluindo Albert Einstein, que o chamou de “ação fantasmagórica à distância”. Apesar do ceticismo de alguns investigadores, já que o fenómeno parece contradizer os princípios de localidade da Física clássica, este já foi demonstrado várias vezes.

Os cientistas australianos passaram com louvor no teste do emaranhamento, com a maior “pontuação” já registada numa experiência usando este fenómeno.

00+11

UNSW Engineering

-

Os investigadores entrelaçaram duas partículas: o eletrão e o núcleo de um único átomo de fósforo, que foi colocado dentro de um microchip de silício. O estado do eletrão era totalmente dependente do estado do núcleo.

Assim, eles expandiram os quatro possíveis códigos que podem ser feitos com dois bits clássicos (00, 01, 10 ou 11) para um conjunto muito maior de código com dois bits emaranhados, como 00+11, 00-11, 01+10 ou 01-10.

“Isso é, em certo sentido, a razão pela qual os computadores quânticos podem ser muito mais poderosos”, explicou Stephanie Simmons, que participou do estudo.

Com o mesmo número de bits, podemos escrever um código de computador que contém muitas mais palavras, e podemos usar essas palavras extra para executar um algoritmo diferente que atinja o resultado esperado com um menor número de passos”.

O próximo objetivo dos investigadores é entrelaçar mais partículas e criar códigos mais complexos, a fim de chegarem ao cobiçado supercomputador – e parece que estamos mais perto disso do que nunca.

HypeScience

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Cientista americana diz estar certa de que a Terra será atingida por asteroide

https://vimeo.com/355132338 Uma cientista americana de uma ONG dedicada a proteger a Terra diz que é 100% certo que um asteroide atingirá o nosso planeta. A cientista é Danica Remy, presidente da Fundação B612. Após um asteroide não …

NASA vai mesmo explorar Europa, a lua de Júpiter que pode ter vida extraterrestre

A NASA deu luz verde a uma missão para explorar uma lua de Júpiter que é considerada um dos melhores candidatos para a vida extraterrestre. A Europa - que é um pouco mais pequena do que …

País de Gales cancela plano controverso de criar "casas de banho robô"

O objetivo da construção era impedir atividade sexual, vandalismo e dormidas nas casas de banho públicas. O projeto ia recorrer às tecnologias de piso sensível ao peso, jatos de água, sensores anti-movimento e alarmes. O conselho …

Sem saber, uma mulher viveu durante 17 anos com a sua "gémea" dentro dela

Uma jovem na Índia, sem saber, viveu com uma das condições médicas mais raras e perturbadoras durante quase duas décadas. De acordo com um relatório de caso desta semana, a mulher tinha um saco que continha …

Novo filme da saga 007 já tem nome e data de estreia marcada

O novo filme da saga 007, realizado por Cary Fukunaga chama-se "No time to die" e estreia-se no Reino Unido e nos Estados Unidos em abril de 2020. "Daniel Craig regressa como James Bond, 007 em... …

Comporta pode tornar-se na nova Ibiza (e tudo começou com a queda do BES)

Após anos de um quase esquecimento, em termos de desenvolvimento imobiliário, a Comporta está a atrair investidores internacionais que encaram a pequena vila de Setúbal como uma "nova Ibiza". Um cenário que está a preocupar …

Família de Aretha Franklin cria fundo para a investigação de cancro raro

Um ano após a morte da cantora, a família de Aretha Franklin criou um fundo de apoio à investigação na área dos tumores neuroendócrinos, a doença rara que se revelou fatal para a celebridade, a …

Sporting vai monitorizar tudo o que se diz e escreve sobre jogadores

A empresa Noisefeed tem uma enorme base de dados relativa à atividade nas redes sociais de milhares de jogadores a nível global. Os jogadores de futebol de todo o mundo usam, cada vez mais, as redes …

Boris janta hoje com Merkel para mudar acordo. Maioria quer novo referendo

A pouco mais de dois meses da data marcada para a saída do Reino Unido da União Europeia, uma nova sondagem mostra que a maioria dos britânico quer que qualquer novo acordo vá a referendo. Um …

Oficial: Pardal Henriques candidato a deputado pelo partido de Marinho Pinto

O advogado Pedro Pardal Henriques anunciou esta quarta-feira que aceitou o convite para encabeçar a lista do PDR a Lisboa, deixando de ser porta-voz do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas para "não misturar …