Cientistas estão prestes a desvendar os famosos Papiros de Herculano

(dr) Digital Restoration Initiative / University of Kentucky

Um dos dois Papiros de Herculano do L’Institut de France que vão ser analisados através do Diamond Light Source

É difícil imaginar como é que um rolo de papiro pôde sobreviver a uma erupção vulcânica e, sobretudo, como é que o seu conteúdo pode ser lido cerca de dois mil anos depois, sem ser necessário desenrolá-lo.

Segundo o Science Alert, uma equipa internacional de investigadores acredita estar cada vez mais perto de desvendar “virtualmente” os famosos Papiros de Herculano — mais de 1.800 textos encontrados em Herculano no século XVIII, carbonizados pela erupção do Monte Vesúvio em 79 d.C.

Quando o vulcão italiano entrou em erupção, esta biblioteca incomparável foi imediatamente carbonizada numa avalanche de gás quente e cinzas, transformando os pergaminhos em nada mais do que pedaços carbonizados de carvão.

Durante mais de 200 anos, estudiosos tentaram cuidadosamente ler o que restou mas, como os papiros carbonizados são tão frágeis como as asas de uma borboleta, mesmo as ações mais pequenas podem causar danos irreversíveis.

Depois de várias tentativas frustradas de desenrolar os pergaminhos, uma nova técnica pode finalmente permitir ler estes textos sem haver risco de destruição. A ideia combina um scanner de alta resolução e um algoritmo de aprendizagem de máquina para tornar visível a tinta à base de carbono no papel carbonizado (algo que nem os raios-X nos conseguem mostrar).

Após décadas de esforço, o renomado descodificador de artefactos antigos Brent Seales acha que esta abordagem é a melhor hipótese da sua equipa até agora. O investigador da Universidade do Kentucky, nos Estados Unidos, está a preparar-se para digitalizar dois pergaminhos intactos, além de quatro fragmentos menores do L’Institut de France, usando um acelerador de partículas no Reino Unido.

Conhecida como Diamond Light Source, este síncrotron de última geração dispara feixes de luz 100 mil milhões de vezes mais brilhantes do que o Sol, permitindo que a equipa gire e visualize todos os 360 graus do pergaminho. Será a primeira vez que um rolo intacto será digitalizado com tanto detalhe nesta instalação científica.

“Não esperamos ver imediatamente o texto das digitalizações, mas vão fornecer os elementos essenciais para permitir essa visualização. Em primeiro lugar, veremos imediatamente a estrutura interna dos pergaminhos com mais definição do que jamais foi possível, e precisamos desse nível de detalhe para descobrir as camadas altamente compactadas nas quais o texto está assente”, explica Seales num comunicado.

A técnica digital já se mostrou bem-sucedida. Em 2016, a mesma equipa utilizou essa ideia engenhosa para ler o chamado “pergaminho En-Gedi”, um manuscrito bíblico encontrado em 1970 que terá sido queimado num fogo que destruiu uma sinagoga no ano de 600 d.C.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Astrónomos localizaram com precisão o centro do Sistema Solar

Pela primeira vez, uma equipa internacional de cientistas foi capaz de localizar com precisão o centro de gravidade do Sistema Solar. De acordo com o portal Science Alert, que recorda que o baricentro (centro gravidade) …

Misteriosa cruz de mármore com 1.200 anos encontrada no Paquistão

Uma cruz de mármore foi recentemente descoberta no cimo das montanhas do Baltistão, no Paquistão. Os investigadores acreditam que tem cerca de 1.200 anos e que pode ser um sinal da presença de uma antiga …

Nona Sinfonia de Beethoven revela novos detalhes sobre o cérebro humano

A Nona Sinfonia de Ludwig van Beethoven, 250 anos após a sua criação, ajudou a demonstrar a existência de células conceituais no cérebro. Quase 200 anos depois da morte de Beethoven, a maior obra do músico …

Governo vai suspender devolução dos manuais escolares

O ministro da Educação informou hoje que o Governo vai suspender a devolução de manuais escolares, em curso desde 26 de junho, cumprindo a decisão do parlamento, que aprovou uma proposta nesse sentido. O plenário da …

Cuba prestes a abrir portas ao turismo (exceto aos cubano-americanos)

Depois de fechar as suas fronteiras para os turistas no final de março por causa da pandemia da covid-19, Cuba prepara-se agora para reabrir várias das suas baías ao turismo - mas há algumas exceções. …

Cidade do México enterrou os rios para prevenir doenças, mas a covid-19 resiste e prospera

Na tentativa de evitar a disseminação de doenças como a malária e a cólera, a Cidade do México enterrou os seus rios. Agora, como consequência, criou inadvertidamente as condições necessárias para a covid-19 prosperar. A Cidade …

Descoberto sistema de túneis da I Guerra onde estarão enterrados dezenas de soldados

A Agência do Património da Bélgica anunciou esta semana a descoberta de um sistema de túneis alemão da I Guerra Mundial, onde estarão, muito provavelmente, dezenas de soldados enterrados. Em comunicado, citado pela Russia Today, …

Cinco funcionários da Tesla dizem ter sido despedidos por terem ficado em casa durante a pandemia

Cinco funcionários da produtora automóvel Tesla dizem ter sido despedidos por terem ficado em casa durante a pandemia, avança o The Washington Post. De acordo com o jornal norte-americano, foram cinco os colaboradores dispensados da …

"Qual o lugar mais seguro?". Costa compara infetados no Reino Unido e Algarve

O primeiro-ministro apresentou hoje uma tabela que mostra o Reino Unido muito acima do Algarve em número de infetados com covid-19 por cem mil habitantes e pergunta qual o lugar mais seguro para umas férias …

Azul anuncia venda de 6% da TAP ao Estado por 10 milhões de euros

A companhia aérea brasileira Azul, de David Neeleman, anunciou hoje a venda de 6% da TAP, no âmbito do acordo anunciado esta quinta-feira entre o Estado e os acionistas privados, que “garante a continuação” da …