Cientistas desvendam mistério de cemitério de baleias no deserto

Smithsonian

Os cientistas usaram várias técnicas digitais para registar e analisar os fósseis.

Os cientistas usaram várias técnicas digitais para registar e analisar os fósseis.

Investigadores chilenos e americanos estabeleceram uma teoria para explicar a existência de um misterioso cemitério de baleias pré-históricas ao lado da estrada Pan-Americana, no deserto do Atacama, no norte do Chile.

Os cientistas acreditam que os cetáceos ancestrais podem ter morrido ao consumir algas tóxicas, e que os seus corpos foram parar ao local onde se encontram hoje, conhecido como Cerro Ballena (“Colina da Baleia”), por causa da configuração geográfica da região.

Os animais estão no local há 5 milhões de anos, e esta acumulação de fósseis seria o resultado de não apenas um, mas de quatro grandes encalhes em massa.

Os dados recolhidos sugerem que todas as baleias ingeriram as algas. Os mamíferos mortos e os que estavam a morrer foram então arrastados para um estuário e seguidamente para a areia, onde, com o passar do tempo, foram enterrados.

Os investigadores usaram em primeiro lugar modelos digitais em 3D dos esqueletos no sítio arqueológico, após o que retiraram os ossos do local para mais análises em laboratório.

Os resultados do estudo foram divulgados pela publicação especializada Proceedings B of the Royal Society.

Criaturas bizarras

Já se sabia que fósseis bem preservados de baleias são comuns nesta área do deserto chileno, podendo até ser vistos alguns a sair das rochas.

Mas só depois de começarem as obras para o alargamento da estrada Pan-Americana é que os investigadores tiveram a oportunidade de estudar mais detalhadamente o local onde estavam os fósseis.

Adam Metallo / Smithsonian

Esqueletos estão em ótimo estado de conservação

Esqueletos estão em ótimo estado de conservação

Os cientistas tinham apenas duas semanas para completar o trabalho de campo antes do início das obras na estrada. Por isso, a equipa apressou os trabalhos para registar o máximo possível de detalhes do local e dos fósseis.

Na análise feita no local, foram identificados os restos de mais de 40 baleias.

Os cientistas encontraram também, além destes fósseis de baleia, outros fósseis, principalmente de predadores marinhos importantes e de herbívoros.

DR Nicholas Pyenson

Nicholas Pyenson,  paleontologista do Museu Smithsonian de História Natural.

Nicholas Pyenson, paleontologista do Museu Smithsonian de História Natural.

“Encontrámos criaturas extintas como a baleia-morsa – que desenvolveu uma face parecida com a de uma morsa. E também havia umas ‘preguiças aquáticas’ bizarras”, conta Nicholas Pyenson, um paleontologista do Museu Smithsonian de História Natural.

“Para mim é incrível que, em 240 metros de uma obra de abertura de estrada, tenhamos conseguido amostras de todas as estrelas do mundo dos fósseis de mamíferos marinhos na América do Sul, do final do período Mioceno. É uma acumulação incrivelmente densa de espécies”, afirmou o cientista à BBC.

Quatro eventos

A equipe de cientistas notou que quase todos os esqueletos estavam completos e as posições em que foram encontrados tinham pontos em comum. Muitos estavam voltados na mesma direcção e de cabeça para baixo, por exemplo.

Tudo isso apontava para a possibilidade de as criaturas terem morrido devido à mesma catástrofe repentina. Mas as pesquisas mostram que as mortes não ocorreram apenas num evento, mas em quatro episódios separados durante um período de milhares de anos.

A melhor explicação que os cientistas encontraram é que todos estes animais foram envenenados por toxinas geradas pela proliferação de algas.

Essa proliferação é uma das causas principais dos encalhes em massa de mamíferos marinhos que vemos hoje.

Smithsonian

Centenas de fósseis ainda precisam de ser analisados em Cerro Ballena

Centenas de fósseis ainda precisam de ser analisados em Cerro Ballena

“Todas as criaturas que encontrámos, sejam baleias, focas ou peixes-agulha, estão no topo da cadeia alimentar marinha e isso deve ter deixado estes animais muito susceptíveis a proliferações de algas tóxicas”, diz Pyenson.

Os cientistas também acreditam que a configuração do que era a costa em Cerro Ballena na época da morte dos animais terá contribuído para que os corpos das baleias fossem levados para a areia, provavelmente para além do alcance de animais marinhos necrófagos, que teriam consumido os cadáveres.

Além disso, por esta ser uma região que agora é um deserto, poucos animais terrestres teriam aparecido nos últimos séculos para roubar os ossos.

Falta a prova ‘definitiva’

No entanto, por enquanto, os investigadores não podem afirmar com certeza que foram as algas tóxicas as responsáveis pelos encalhes em massa.

Não foram encontrados ainda, por exemplo, fragmentos de algas nos sedimentos, que poderiam ser a prova “definitiva”.

Cerro Ballena é uma região considerada como um dos sítios de fósseis mais densos do mundo. Os cientistas calculam que possam existir centenas de espécies na zona, que ainda estão por descobrir e investigar.

Neste momento, a Universidade do Chile, em Santiago, está a trabalhar para construir no local uma estação de estudos.

Adam Metallo / Smithsonian

Cerro Ballena é uma região considerada como um dos sítios de fósseis mais densos do mundo.

Cerro Ballena é uma região considerada como um dos sítios de fósseis mais densos do mundo.

ZAP / BBC

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Hotelaria pressiona Governo. Quer que turistas com estadias marcadas possam circular entre concelhos

A proibição de deslocação entre concelhos entre dia 30 de outubro e 3 de novembro de modo a evitar contágios agradou a alguns, mas não ao setor hoteleiro, que quer ser deixado de fora da …

Ligação fluvial entre o Seixal e Lisboa suspensa a partir de hoje (e durante 45 dias)

A Transtejo tinha informado que a ligação fluvial entre o Seixal e Lisboa estaria suspensa a partir desta segunda-feira, por 45 dias, devido a obras, mas será assegurado transporte rodoviário até ao terminal de Almada. “A …

Nagorno-Karabakh. Arménia e Azerbaijão acusam-se mutuamente de violação de novo cessar-fogo

A Arménia e o Azerbaijão trocaram esta segunda-feira acusações pela violação de um novo cessar-fogo acordado no domingo para pôr fim às hostilidades no enclave de Nagorno-Karabakh, que deveria ter entrado hoje em vigor. A Arménia …

Venezuela testou molécula que "anula a 100%" o novo coronavírus

O Presidente da Venezuela anunciou, este domingo, que o Instituto Venezuelano de Investigações Científicas (IVIC) testou com sucesso uma molécula, a DR10, que "anula 100%" o novo coronavírus. "O IVIC testou uma molécula usada para tratar …

Com a bancarrota a caminho, Governo Sócrates vendeu quase 80% dos imóveis públicos

Numa altura em que o país já estava em situação complicada, com o cenário de bancarrota no horizonte, o último Governo de José Sócrates vendeu quase 80% do património imobiliário público em apenas dois anos. Estes …

Na primeira noite de recolher obrigatório em Madrid, houve centenas de festas ilegais e álcool na rua

Na primeira noite de recolher obrigatório em Madrid, foram muitos os que ignoraram as restrições. A polícia espanhola foi obrigada a intervir em centenas de festas ilegais e numa festa ao ar livre com mais …

Casa Branca admite que EUA não poderão controlar pandemia. Biden acusa Trump de ter desistido

A Casa Branca admitiu este domingo que os EUA não poderão controlar a pandemia por ser tão contagiosa, numa mudança à postura de minimização da gravidade da crise, numa altura em que há novos recordes …

GNR obrigada a intervir no GP de Fórmula 1. Bastonário diz que evento foi um "insulto" aos profissionais de saúde

O circuito de Portimão teve de fechar algumas bancadas para garantir o distanciamento dos 27.500 espetadores autorizados pela Direção-Geral de Saúde (DGS). Pelo menos em duas foi necessária a intervenção da GNR. Em comunicado, a GNR …

Governo atira-se ao Bloco de Esquerda. Voto contra é "incompreensível"

Em conferência de imprensa, esta segunda-feira, o secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro, afirmou que "o Governo considera incompreensível que não possa contar com o Bloco de Esquerda" para aprovar o Orçamento do …

Chilenos votam de forma esmagadora para substituir Constituição de Pinochet

Os chilenos votaram de forma esmagadora, este domingo, a favor de uma nova Constituição para substituir a herdada da era do ditador Pinochet, num referendo realizado um ano após uma revolta popular contra a desigualdade …