/

Cientistas descobriram um bizarro “peixe-lagarto” na Austrália

Ao longo de uma viagem de um mês, com o objetivo de explorar as profundezas dos oceanos australianos, uma equipa de investigadores encontrou criaturas tão bizarras que nos podiam tirar algumas noites de sono.

Até agora, a equipa de investigação, a bordo de um navio batizado de “Investigator”, que pertence à Marinha Real Australiana, encontrou um peixe-dragão que brilha no escuro, esponjas carnívoras, aranhas-do-mar e um peixe sem cara.

“Gelatinoso e predador”, é assim que o líder da missão Tim O’Hara descreve a criatura, conta o National Geographic. O Bathysaurux ferox foi encontrado com recurso a uma rede de feixes que segue o rasto das águas abissais do leste australiano.

John Pogonoski, da Australian National Fish Collection, reconheceu de imediato este predador raramente encontrado. “Reconheci a longa base da barbatana dorsal característica do Bathysaurus ferox”, explicou Pogonoski num comunicado de imprensa. “Os grandes olhos e dentes são características clássicas deste predador”, acrescenta.

Os Bathysaurux ferox podem crescer até aproximadamente 60 centímetros. Além da boca e dos dentes ameaçadores, têm grandes olhos negro-esverdeados.

Esta espécie pode ser encontrada em águas com profundidade entre um e 2,5 quilómetros, razão pela qual não é visto com muita frequência. Normalmente, habitam as profundezas do Oceano Atlântico e da região Indo-Oeste do Oceano Pacífico.

Abrigados nas profundezas dos oceanos, os Bathysaurux ferox são solitários e, como bons predadores que são, esperam pelo momento perfeito para surpreender as suas vítimas. Para aumentar as hipóteses de se reproduzirem, esta espécie tornou-se hermafrodita, com órgãos reprodutores quer masculinos quer femininos, para que possam acasalar com qualquer outro membro que cruze o seu caminho.

  ZAP // HypeScience

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.