Cientistas descobriram o ancestral comum de todos os seres vivos

Bob Embley / NOAA

Um retrato surpreendentemente específico do ancestral de todas as coisas vivas foi criado por cientistas.

Batizado de LUCA (Last Universal Common Ancestor, o último ancestral comum universal), este ser provavelmente viveu há quatro mil milhões de anos, quando a Terra era uma jovem de 560 milhões de anos.

A pesquisa foi publicada esta segunda-feira na revista Nature Microbiology.

A natureza do ancestral mais antigo das coisas vivas sempre foi incerta, já que os três domínios da vida – bactérias, arquea e eucariotas – parecem não ter um ponto comum de origem.

Os arqueas são organismos parecidos com as bactérias, mas com um metabolismo diferente, e os eucariotas incluem todas as plantas e animais.

Recentemente, os investigadores passaram a acreditar que as bactérias e arqueas são os domínios mais antigos, com os eucariotas a surgir mais tarde.

Isto abriu caminho para que um grupo de biólogos evolucionistas, liderados por William F. Martin, da Universidade Heinrich Heine, em Dusseldorf (Alemanha), tentassem definir a natureza do organismo que originou bactérias e arqueas.

Os investigadores começaram a pesquisar os genes que codificam as proteínas das bactérias e arqueas, analisando mais de seis milhões desse tipo de genes.

Árvores genealógicas

Genes com a mesma função em humanos e em ratos, por exemplo, normalmente descendem de um ancestral genético em comum, do primeiro mamífero.

Ao comparar as sequências de ADN, os genes podem ser agrupados em árvores genealógicas evolutivas, o que permitiu que Martin e a sua equipa distribuíssem os seis milhões de genes em poucas árvores genealógicas. Destas, apenas 355 têm as características necessárias para serem descendentes do LUCA.

Ao conseguir determinar que genes provavelmente estariam presentes no LUCA, a equipa de Martin conseguiu descobrir onde este vivia.

Estas 355 famílias de proteínas apontam com muita precisão para um organismo que viveu em condições encontradas em fontes hidrotermais profundas, um ambiente intensamente quente e saturado de metais, causado pela interação da água com o magma que surge do fundo do mar.

Entre esses genes, alguns metabolizam o hidrogénio como uma fonte de energia, e outros são responsáveis por uma enzima chamada girase, encontrada apenas em micróbios que vivem em temperaturas extremamente altas.

A descoberta tem “avançado significativamente a nossa compreensão sobre como LUCA viveu”, comentou James McInerney, da Universidade de Manchester (Reino Unido). “É uma visão intrigante sobre a vida há quatro mil milhões de anos”.

Afirmação ousada

William Martin não parou por aqui. O investigador sugere ainda que o LUCA pode estar muito próximo da origem da vida na Terra, já que não tem muitos genes necessários à vida, e que por isso estaria apenas “meio-vivo”.

A declaração gerou controvérsias no meio científico. Outros investigadores acreditam que o LUCA já era um organismo muito sofisticado, muito evoluído em relação ao início da vida. “O LUCA e a origem da vida são eventos separados por uma vasta distância evolutiva”, considera Jack Szostak, investigador especializado nas primeiras membranas celulares.

Outros cientistas concordam que o LUCA provavelmente viveu nas fendas do fundo do mar, mas discordam sobre este ser o local onde a vida se originou.

Para eles, é possível que a vida tenha começado em qualquer outro lugar e depois tenha ficado confinada a este local devido a algum evento catastrófico, como o Intenso Bombardeio Tardio, que aconteceu entre 3,8 e quatro mil milhões de anos atrás. Neste evento, um número imenso de asteróides atingiu o nosso Sistema Solar.

Este assunto ainda está longe de ser esgotado, mas a descoberta desde ancestral em comum já é um grande passo no estudo da origem da vida na Terra.

HypeScience

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Pedro Duarte apresenta Manifesto X e conquista abraço do "amigo" Luís Montenegro

O antigo líder parlamentar do PSD Luís Montenegro marcou hoje presença na apresentação do Manifesto X, plataforma cívica fundada pelo antigo presidente da JSD Pedro Duarte. Montenegro, que já admitiu candidatar-se à liderança do PSD — …

Berardo admite chamar Constâncio para testemunhar a seu favor

Joe Berardo colocou a hipótese de chamar Vítor Constâncio a testemunhar a seu favor no processo que a Banca lhe moveu. O ex-governador do BdP defende que a CGD deveria ter agido antes da queda …

Recandidatura de Trump arranca com despedimentos de responsáveis por sondagens negativas

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, apresenta esta terça-feira a sua recandidatura à Casa Branca pelo Partido Republicano, num comício que juntará 20 mil pessoas em Orlando, Flórida, e numa altura em que sondagens …

Atlético ganhou a corrida. João Félix vai para Madrid

João Félix deverá mesmo rumar ao Atlético de Madrid. Segundo escreve a imprensa desportiva esta terça-feira, os colchoneros adiantaram-se na corrida pelo avançado de 19 anos e estarão mesmo dispostos a bater a cláusula de …

Freira e Diocese de Fátima disputam imóveis de 5 milhões de euros

É uma "guerra" que corre pelos tribunais há 11 anos e que envolve um património imobiliário avaliado em 5 milhões de euros. Podia ser mais uma história comum de desaguisados na justiça, não fosse o …

Fim das taxas moderadoras custa mais de cem milhões de euros por ano

O diploma aprovado, na última semana, no Parlamento para acabar com a maioria das taxas moderadoras vai custar ao Estado mais de cem milhões de euros por ano. O projeto de lei do Bloco do Esquerda …

Tancos. Detetada discrepância na listagem de lança-granadas

O CDS alega diferenças entre as listas comunicadas pelo Exército e entregues pela Polícia Judiciária Militar ao Ministério Público e quer alterar relatório final sobre Tancos. O CDS alegou existir uma diferença de 80 lança-granadas …

Rio defende inocência de Álvaro Amaro e critica julgamentos na praça pública

O presidente do PSD defendeu esta segunda-feira, em Viana do Castelo, o respeito pelo princípio de presunção de inocência para todos os portugueses e criticou julgamentos "na praça pública", referindo-se ao processo que envolve o …

Campanha para ajudar Miguel Duarte já angariou mais de 30 mil euros

A campanha de crowdfunding para ajudar Miguel Duarte, acusado pela justiça italiana de auxílio à imigração ilegal, já angariou quase 30 mil euros. Para surpresa de Miguel Duarte, o objetivo inicial da campanha de crowdfunding lançada no …

Misteriosas ilhas artificiais na Escócia são mais antigas que Stonehenge

Arqueólogos da Universidade de Southampton, que trabalharam com colegas da Universidade de Reading e com o arqueólogo local Chris Murray, descobriram que alguns "crannogs" escoceses datam do período neolítico - muito mais antigos do que …